07/12/2014 - Parcerias preveem economia de R$ 6,5 bi no orçamento da Saúde

As parcerias de desenvolvimento produtivo (PDP) compõe um dos eixos da política de incentivo da indústria da saúde, coordenadas pelo Ministério da Saúde. Até 2013, a pasta já havia formalizado 104 PDPs, envolvendo 16 dos 19 laboratórios oficiais, e 34 unidades da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). É através dessas parcerias que o Estado brasileiro induz a produção de medicamentos e produtos mais baratos para atender a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo o assessor técnico da vice-presidência de inovação e saúde da Fiocruz, Jorge Costa, que palestrou no 53º Fórum Brasilianas.org – A indústria da saúde, realizado em São Paulo, a previsão é de que as PDPs resultem em uma economia de 6,5 bilhões de reais nos próximos cinco anos, a partir da substituição ou oferta de medicamentos já existentes no mercado.

01/12/2014 - Brasilianas.org analisa nova equipe econômica do governo

O programa Brasilianas.org desta segunda, a partir das 20h, na TV Brasil, analisará as escolhas de Dilma para compor sua equipe econômica. Há cerca de uma semana a Presidenta designou o ex-secretário do Tesouro Nacional Joaquim Levy como o novo ministro da Fazenda, e o ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa como ministro do Planejamento. Alexandre Tombini, atual presidente do Banco Central, permanece no cargo.

Dilma começará um novo mandato com o desafio de reaquecer a economia e cumprir suas promessas de campanha, dentre as quais, a manutenção dos altos índices de empregabilidade. Para abordar essas questões o apresentador Luis Nassir receberá o livre-docente do Instituto de Economia da Unicamp, Fernando Nogueira da Costa, do economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito e do professor da Escola de Economia da FGV de São Paulo, Leonardo Weller. .

25/11/2014 - Fórum discute gestão do esporte e legados da Copa e Olimpíadas

O Brasil traz na bagagem inúmeras conquistas em diversas modalidades, mas não consegue organizar um modelo eficiente e profissional do esporte. Para compreendermos os erros e acertos na gestão de empreendimentos no setor esportivo, o Brasilianas.org realizará dia 02 de dezembro, em São Paulo, o Fórum “O país do esporte”. Como o Brasil se prepara para aproveitar o legado social das estruturas que construiu na Copa do Mundo de 2014 e das estruturas que vão receber os Jogos Olímpicos de 2016? Como incentivar outras modalidades esportivas, além do futebol?

Essas são algumas das questões que o evento pretende avaliar com a participação confirmada do diretor-presidente do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento do Esporte, Gustavo Maia; do diretor-executivo do Bom Senso F.C., Ricardo Borges Martins e do sociólogo alemão do Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre Esporte e Sociedade da Universidade Federal Fluminense, que acompanhou a seleção da Alemanha durante toda a Copa, Martin Curi.

21/11/2014 - Brasilianas.org discute prevenção e combate à corrução

Como aprimorar os controles públicos a partir da experiência da Operação Lava Jato? Debate na TV Brasil, hoje, pretende responder essa e outras questões. Não perca!

17/11/2014 - Hoje: Brasilianas.org será especial sobre a Consciência Negra

Hoje, a partir das 20h, na TV Brasil, o programa Brasilianas.org será especial abordando a importância da Consciência Negra. Para compor o quadro desta edição e discutir o mito da democracia racial no Brasil, o ativismo negro e o legado da cultura de raiz africana, convidamos escritor Fábio Kabral, autor da obra Ritos de Passagem, baseada na cultura mitológica africana; o advogado Sílvio Luiz de Almeida, que é presidente do Instituto Luiz Gama, associação civil sem fins lucrativos de defesa dos direitos humanos; e Ellen Oléria, cantora ativista que já era reconhecida no circuito cultural de Brasília antes de ganhar o título de voz do Brasil no reality show The Voice Brasil, em 2012.

Participe você também, encaminhando perguntas que poderão ser selecionadas durante o debate. Clique aqui. A produção irá receber às perguntas até às 16h30.

12/11/2014 - Fórum avalia esforços para a pesquisa e inovação no Brasil

Segundo a última Pesquisa de Inovação (Pintec) divulgada pelo IBGE, referente ao ano de 2011, a taxa de inovação das empresas brasileiras é de 35,7%, representando uma queda de desempenho de 2,3% em relação aos resultados da Pintec 2008. São Paulo se destaca em relação ao resto do país com gastos públicos e privados com pesquisa e desenvolvimento (P&D) igual a 1,6% do seu Produto Interno Bruto, enquanto que o Brasil todo investe em inovação o equivalente a 1,2% do PIB. Entretanto o estado está longe de alcançar a produção de patentes de outros países mais inovadores. Em São Paulo para cada mil pesquisadores empregados por empresas, são gerados apenas cinco patentes no Inpi e 1,9 no Unitad States Patent and Trademark Office (USPTO). Na Coreia do Sul, cada mil pesquisadores de empresas gera 333 patentes no país e 41 nos Estados Unidos e no Reino Unido, as taxas são de 29 patentes locais e 36 no USPTO.

05/11/2014 - País precisa se rearticular para enfrentar avanço de doenças modernas

A inovação na gestão da saúde é um desafio que não pode ser enfrentando sem uma visão abrangente das doenças modernas. “Estamos assistindo a um aumento acelerado da diabetes, da obesidade, hipertensão, doenças psiquiátricas com alta prevalência. Hoje temos a violência interpessoal e o tráfico em níveis epidêmicos, além da violência doméstica em níveis inaceitáveis para um país como o nosso”, observou Michele Caputo Neto, presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais da Saúde (CONASS) e convidado para 53º o Fórum de Debates Brasilianas.org - Indústria da Saúde, realizado em São Paulo.

Apesar do cenário preocupante, Caputo Neto reconheceu os avanços do país em relação aos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio, programa de oito metas para serem alcançadas até 2015, lançado pela Organização das Nações Unidas (ONU), onde três são diretamente ligadas à saúde: a mortalidade infantil; mortalidade materna e combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças.

03/11/2014 - As políticas públicas da indústria da saúde

Com o envelhecimento médio da população, a tendência é que a demanda por saúde no Brasil exploda nos próximos anos. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2007, éramos o 10º país do mundo em consumo de medicamentos. Em 2012 já fomos o 6º. E até 2017 devemos ser o 4º.

No entanto, esse não é um setor que pode ser tratado apenas como mercado consumidor. A Constituição Federal brasileira prevê acesso universal e gratuito à saúde, o que faz do Brasil o único país do mundo que tem mais de 100 milhões de habitantes e busca garantir esse direito.

Na prática, no entanto, todos sabem, o serviço ainda está bem distante do ideal. O acesso primário à saúde em regiões distantes dos grandes centros só começa a ser garantido agora, com o programa Mais Médicos, do Governo Federal, mas ainda há uma profunda carência de atendimento nas especialidades, além do acesso a exames e cirurgias.

03/11/2014 - Hoje, programa na TV Brasil avalia política econômica do governo

Brasilianas discute os desafios que o governo terá pela frente para reaquecer a economia. Quer participar enviando perguntas? Então clique aqui.

Entre as 38 economias com estatísticas de crescimento do PIB disponibilizadas pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE, apenas Brasil, Argentina, Islândia e Itália encontram-se em recessão. Esse cenário coloca em risco a manutenção dos empregos e os avanços sociais obtidos nas últimas décadas. A expectativa, em 2014, é que o Brasil tenha um crescimento próximo de zero com a inflação próxima de 6,5%.

30/10/2014 - Brasilianas.org: Brasil tem ambiente favorável às reformas política e tributária

Da Agência Brasil

O Brasil vive um momento favorável às reformas política e tributária, de acordo com especialistas que participaram segunda (27) do programa Brasilianas.org da TV Brasil. Para eles, principalmente na reforma política, a mobilização e a politização da sociedade serão fundamentais.

"A reforma do sistema político se fará essencialmente no quadro das instituições existentes, mas só poderá avançar se houver uma intensa participação da sociedade. E como a sociedade manifestou-se pela reforma, mesmo que não apoiando a presidenta Dilma, acredito que poderá ter um avanço considerável", disse o assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia.

27/10/2014 - Programa Brasilianas.org faz um balanço das eleições

Não perca! Para participar enviando perguntas que serão selecionadas ao vivo, clique aqui.

A presidenta Dilma Rousseff não terá um novo mandato fácil. Precisará, entre muitas coisas, estabelecer medidas concretas para aquecer a economia, sem deixar de manter as políticas sociais, além de melhorar o diálogo com o setor produtivo, revertendo o longo processo de desindustrialização. Tudo isso a partir de um cenário pós eleições, que permitiu visualizar uma diferença de gostos partidários entre a população brasileira que, praticamente, dividiu regionalmente o país. A presidenta tem a seu favor a maioria no Congresso, mas ainda será grande o seu desafio de manter coesa a base de apoio.

22/10/2014 - Aplicabilidade da Ficha Limpa é questionada

Juristas divergem na defesa da Lei Complementar 135/2010

O relativo sucesso da aplicação da Lei Complementar 135/2010, chamada de Ficha Limpa, nas eleições gerais deste ano, não afastaram as críticas em relação ao texto e a constitucionalidade desta lei. O assunto foi tema de debate da penúltima edição do programa Brasilianas.org, na TV Brasil.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as Procuradorias Regionais Eleitorais indeferiram o registro de 250 candidaturas em todo o país neste ano eleitoral. Um dos pedidos impugnados foi do candidato a deputado federal Paulo Maluf (PP), que recebeu 250.296 votos, tornando-se o oitavo deputado federal mais votado por São Paulo.

20/10/2014 - Os cuidados que o avanço do vírus ebola exige

Participe você, enviando perguntas que poderão ser selecionadas ao vivo. Clique Aqui.

O Senegal conseguiu interromper a transmissão do vírus ebola. A Organização Mundial da Saúde (OMS), decretou na última sexta-feira (17) o fim do surto da doença naquele país. A boa notícia traz novas esperanças ao mundo, preocupado com os avanços de uma das doenças mais mortais que existem, segundo avaliação da organização Médicos Sem Fronteira (MSF).

17/10/2014 - Sobre o aprimoramento do complexo industrial da saúde

A pressão de custos nos sistemas de saúde vem direcionando a introdução de inovações para melhorar a efetividade dos investimentos. Isso porque a ampla utilização de tecnologias contribui diretamente na criação de novos modelos de negócios e de oportunidades podendo, inclusive, reposicionar o Brasil nas cadeias globais de valores.

Atualmente a estrutura produtiva e tecnológica de equipamentos médicos no país é bastante heterogênea e existe sim a necessidade de potencializar recursos em setores onde a produção nacional tem chances de se destacar no mercado. Por isso, no dia 23 de outubro, em São Paulo, o Fórum Brasilianas.org reunirá especialistas para discutir gestão, inovação e incentivos para o complexo nacional da saúde. Participe!

06/10/2014 - Um balanço da primeira rodada das eleições 2014

Hoje, programa Brasilianas.org aborda o impacto econômico e social sobre os rumos destas eleições

26/09/2014 - Fórum: Centros de Pesquisa para o desenvolvimento tecnológico do Brasil

Dia 07 de outubro, em SP, evento reunirá especialistas para falar do crescimento do país através dos institutos de pesquisa

O desenvolvimento da sociedade brasileira requer a contribuição de lideranças da comunidade cientifica na efetiva difusão de conhecimento de suas áreas de especialidade. As pesquisas apresentam oportunidades para transformar a complexidade dos desafios e soluções em conhecimentos que possam beneficiar a curto ou médio prazo a sociedade. O fórum de debates "Os centros de pesquisa no país", organizado pelo Brasilianas.org, promoverá o encontro de especialistas para abordar os avanços e as dificuldades do setor de pesquisa no país e quais investimentos são necessários para o desenvolvimento de inovações.

26/09/2014 - Brasilianas.org discute a independência do Banco Central

Nova edição do programa de debates, na TV Brasil, hoje, a partir das 19h30, convida especialistas a fim de avaliar a independência ou autonomia do BC. Participe encaminhando perguntas que poderão ser selecionadas ao vivo. Clique aqui

Atualmente, quem indica o presidente do BC no país é o Ministro da Fazenda, portanto um representante do governo, muitas vezes orientado diretamente pela presidência da república. Após a indicação, o contemplado passa pela aprovação do Senado. Para alguns especialistas, essa falta de autonomia para escolher a própria direção resulta, por exemplo, nas dotações extra-orçamentárias portanto na emissão excessiva de moedas, além da possibilidade de obtenção de recursos adicionais, via pressão política.

18/09/2014 - A importância do Gripen para o desenvolvimento tecnológico

As negociações do Brasil com a Suécia estão avançando e a expectativa das autoridades dos dois países é que até o início de dezembro seja assinado o contrato de desenvolvimento conjunto do jato Gripen New Generation. O projeto marca uma nova fase para a indústria nacional de defesa, que busca absorver a tecnologia estrangeira e conquistar mais autonomia.

Três modelos de avião participaram da concorrência do projeto FX-2, que busca modernizar a frota de aeronaves militares supersônicas da Força Aérea Brasileira (FAB): o americano Boeing Super Hornet, o francês Dassault Rafale e o sueco SAAB Gripen NG. Os três foram aprovados nos testes realizados pelos pilotos brasileiros, que simularam as necessidades operacionais da FAB. O Gripen foi escolhido, entre outros motivos, pela possibilidade de desenvolvimento conjunto.

15/09/2014 - O que é o poder legislativo no jogo político brasileiro?

Na edição desta segunda-feira, o programa Brasilianas.org convida especialistas para avaliarem O papel do poder legislativo no equilíbrio das forças dentro do sistema democrático brasileiro.

Para participar, encaminhando sua pergunta que poderá ser respondia ao vivo, clique aqui.

12/09/2014 - O poder legislativo no Brasil

Programa na TV Brasil discute o papel do Congresso na realização de políticas

Em uma recente visita ao Brasil, um dos maiores especialistas do mundo em técnica legislativa e análise de impacto legislativo, Wim Voermans, afirmou em entrevista considerar "particularmente impressionante" as articulações políticas no congresso brasileiro. "Há uma vontade política para superar a desigualdade social, combater a pobreza e elevar o padrão da sociedade", disse.

As ponderações do professor da Universidade de Leiden (a mais antiga da Holanda), que viajou para diversos países do mundo a fim de avaliar o processo legislativo, é exatamente o oposto das palavras de ordem e de descontentamento das manifestações que tomaram as ruas em junho de 2013, quando muitos jovens gritaram que os partidos e políticos não sabiam mais representar a sociedade. Estaria o holandês enxergando mal o congresso brasileiro, ou a visão da sociedade em relação às casas do poder legislativo é que estaria viciada, não conseguindo mais podruzir uma análise sistêmica do jogo político?

05/09/2014 - Fórum discute a indústria da defesa no Brasil

Evento em São Paulo avaliará a importância política nacional de defesa e sua relação com o setor produtivo

Na próxima quinta-feira, 11 de setembro, a Agência Dinheiro Vivo reunirá empresários, representantes das forças militares e acadêmicos no 50º Fórum de Debates Brasilianas.org – A indústria da defesa e o caso Gripen.

O Brasil nunca investiu tanto no setor militar como tem feito na atualidade. Segundo dados do Panorama sobre a indústria da defesa e segurança no Brasil, divulgado em 2013 pelo BNDES, de 2003 até 2012 as despesas com investimentos neste nicho aumentaram 568% em território nacional, passando de R$ 1,5 bilhão para R$ 10,1 bilhões.

O poder público justifica a preocupação com a área tendo em vista as condições atuais do Brasil: a sexta maior economia do mundo, com quase 17 mil km de fronteiras entre dez países na América do Sul, uma linha costeira contínua de 8 mil km de extensão, uma das maiores do mundo, além de possuir grandes quantidades de riquezas minerais e biológicas.

01/09/2014 - Brasilianas.org discute a indústria de aplicativos no país

Hoje, na TV Brasil, será gravada nova edição do programa Brasilianas.org, desta vez sobre a indústria de aplicativos. O Brasil é um dos maiores consumidores de aplicativos do mundo, sendo hoje o quinto país que mais realiza downloads desses produtos através da Google Play Store, conforme relatório divulgado pela consultoria App Anie. As empresas nacionais deveriam ser as maiores beneficiadas nesse cenário, entretanto, são as lojas dos Estados Unidos que lideram hoje ranking de maiores fornecedoras.

01/09/2014 - Programa discute hoje avanços do Custo Brasil

Segundo estudo divulgado recentemente pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o chamado Custo Brasil encarece as mercadorias produzidas pelo setor manufatureiro do país em 33,7%. Em outras palavras, se transferíssemos uma empresa da Alemanha, França, Argentina ou Chile, por exemplo, com todos os seus funcionários, equipamentos e grau de produtividade para o Brasil, o custo final de produção dela seria cerca de 33,7% maior.

Custo Brasil é um termo criado para descrever o conjunto de entraves estruturais, econômicos e legais que encarecem a produção da indústria local, a exemplo da elevada carga tributária, estradas precárias e câmbio valorizado. O mesmo estudo da Fiesp aponta o câmbio como um dos principais vilões para a expansão da indústria e da economia que, sozinho, responde por quase 10% índice que compõe o Custo Brasil.

25/08/2014 - Brasilianas.org discute hoje a estratégia nacional de defesa

Hoje, na TV Brasil, das 19h30 às 20h30, o programa Brasilianas.org recebe o Ministro da Defesa Celso Amorim, o diretor titular do Comitê de Defesa da Fiesp, Jairo Cândido, e o conselheiro da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde), Claudio Moreira. O debate, que será mediado por Luis Nassif, avaliará a importância da indústria da defesa e segurança do Brasil.