Fracasso do balão de ensaio: povo não confia na imprensa

Expediente de Veja ao retratar Joaquim Barbosa como herói não foi uma novidade, tratou-se de estratégia repetida, tal qual a que fez para promover Collor em 1989.  Pesquisa Datafolha de hoje confirma o balão de ensaio, mas resultado não veio como o esperado...


 

O Datafolha divulgou uma pesquisa eleitoral de intenções de voto para as eleições presidenciais de 2014, ou seja, daqui a quase dois anos.
Creio que deva ter achado ser este o momento de lançar o governo em uma nova crise, desta vez, de confiança eleitoral, apresentando números ameaçadores de adversários já postados e um outro inventado pelo grupo Folha, capaz de movimentar aliados em várias direções e desmobilizar o núcleo político de Dilma.

Pois bem, por que este o momento seria a oportunidade ideal para gerar tal desgaste?
Após meses de ataques diários e massivos com a cobertura do mensalão pela imprensa, o Datafolha parece ter imaginado que os adversários de Dilma ou Lula estariam bem posicionados, tomando intenções de votos que eram considerados pertencentes ao governo até então.
Não foi o que ocorreu.
Tanto Dilma, quanto Lula, lideram com folga este cenário precipitado pelo Datafolha.
Se após tantos ataques midiáticos o quadro não se alterou, o problema para a posição parece ser de credibilidade.
(...)O que pode explicar tamanho fracasso da campanha do partido midiático conservador brasileiro?
Na mesma pesquisa divulgada pelo Datafolha em que Dilma lidera com índices que variam de 53% a 57% das intenções de votos, outro dado importante ajuda a responder o porquê de tamanha derrota: o percentual de pessoas que "confiam muito" na imprensa caiu de 31% para 22%... continue lendo

Média: 5 (1 vote)

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.