OBAMA TERMINA SEUS OITO ANOS DE "NÓS NÃO PODEMOS"

Em Chicago, U.S.A., Barack Obama encerra seu governo com um legado de mais negros pobres, encarcerados e assassinados, mais racismo e preconceitos, menos direitos sociais, mais ódio aos latinos, árabes, africanos, asiáticos, numa xenofobia sem precedentes na história contemporânea estadunidense, ódios crescentes, às mulheres, aos homossexuais, às minorias, guerras intermináveis, insuperável crise econômica, apoio cínico e velado a golpes de estado, sejam em Honduras, Paraguai, Brasil, só para ficarmos pelo "quintal" ianque, e ainda reabriu a Casa Branca para a sua real vocação.

Vem aí um Donald Trump com pás, cimentos e muros.

Barack Obama representou o sonho de milhões e fecha seu ciclo decepcionando multidões. Observem, neste vídeo, (https://www.facebook.com/bbcnews/videos/10154292416567217/), que a maioria da plateia, que o aplaude, é composta de brancos, provavelmente os mais beneficiados por um governante negro, e democrata, no que se transformou num dos legados mais decepcionantes deixado por um presidente ineditamente afrodescendente.

Obama se despede aonde tudo começou. Sua retórica segue brilhante. Contudo, após seus oito anos no governo, não sei sob quê poderes, ao fim de seu efusivo discurso, o que vai de fato permanecer é a impressão que os mais pobres foram burlados, foi tudo uma mentira, um negro sonho de verão, onde nós não podemos.

Nenhum voto

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.