Sucesso da Missão Espacial alavanca campanha “Make in India”

 

           O primeiro-ministro da Índia, Shri Narendra Modi, comemora o sucesso da Missão Espacial Mars Orbiter, que posicionou a sonda Mangalyaan na órbita do planeta vermelho, a um custo extremamente inferior ao da nave Maven da NASA. A Índia tornou-se o primeiro país da Ásia a ter sucesso em sua primeira tentativa de enviar uma nave espacial a Marte, o que deu um expressivo impulso para consolidar seu status de "potência tecnológica".

            No embalo da grande repercussão do sucesso da missão espacial, Shri Narendra Modi lançou no dia 25 de setembro, em Nova Delhi, a campanha "Faça na Índia" (Make in India), que visa apresentar a Índia como um centro de produção global e atrair empresas internacionais para estabelecer fábricas no país. Em seu discurso inaugural do Dia da Independência, no dia 15 de agosto, o primeiro-ministro indiano enviou um convite à comunidade global de negócios: "Venha produzir na Índia. Venda em qualquer mercado, mas fabrique aqui."

            Segundo Narendra Modi, o desenvolvimento de um setor industrial forte é a prioridade do governo indiano no momento. Ele destaca o potencial para elevar o crescimento econômico, o que terá excelente repercussão na criação de novos empregos. "Nosso governo compromete-se a remover todos os entraves à produção", observou o primeiro-ministro. "Para isso, estamos adotando uma série de medidas para desenvolver a Índia como um centro de produção”,.

            Nos últimos três meses, houve uma aceleração da atividade econômica no país, que se refletiu nos dados de crescimento trimestral do PIB, que foi de 5,7% no primeiro trimestre (Q1) - de abril a junho de 2014, em comparação ao mesmo período do ano anterior. O crescimento industrial em geral e o crescimento do setor manufatureiro, em particular, tem mostrado melhora significativa com taxas de crescimento positivas, em comparação com as taxas negativas nestes setores no mesmo período de 2013-14.

MELHORIAS NO AMBIENTE PRODUTIVO

            Esta melhoria perceptível no desempenho econômico no último trimestre é um reflexo das significativas melhorias introduzidas pelo governo no ambiente de negócios. O mercado recebeu bem uma série de iniciativas adotadas pelo governo nos últimos três meses, destinadas à revitalização do setor industrial em geral e o de manufatura em particular.

            Para a  Abhilasha Joshi, consulesa geral da Índia em São Paulo. “oferecer um ambiente favorável e propício para fazer negócios na Índia é um fator importante, que contribui para o crescimento industrial”.

            De acordo com a diplomata, a ênfase do governo tem sido a adoção de medidas que diminuem trâmites burocráticos, como a simplificação dos procedimentos, a racionalização das regras existentes e o aumento do uso da tecnologia da informação para tornar a governança mais eficiente, eficaz, simples e de fácil utilização.

            O governo da Índia sinalizou para o mercado global que reconhece a importância dos recursos advindos do Investimento Estrangeiro Direto (IED). Para isso, o governo indiano implementou uma série de medidas para atrair mais fluxos de IED para o país.

            No setor de Defesa, por exemplo, a política de IED se tornou mais flexível e, principalmente, mais atrativa para o investimento estrangeiro. O teto de IED no setor aumentou de 26% para 49%.

            Outro setor beneficiado pelas medidas foi o ferroviário. Foi permitido 100% de IED na construção, operação e manutenção de infraestruturas ferroviárias especificadas.

            As normas para o IED no setor de desenvolvimento de construção também estão sendo facilitadas. Os fluxos de IDE aumentaram 75% em junho e julho de 2014 em relação ao mesmo período do ano anterior.

            Para impulsionar o crescimento da Índia, o novo governo preparou uma estratégia de cinco pilares que oferecem múltiplas possibilidades de colaboração e investimentos. São eles: desenvolvimento de infraestrutura; crescimento do setor de manufatura e criação de empregos; eficiência energética, desenvolvimento de habilidades e melhoria do ambiente de negócios.

Média: 5 (2 votos)

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.