A micro e minigeração solar distribuída e a crise do setor e

Autor: 

Do Blog Infopetro

Por Clarice Ferraz

O setor elétrico brasileiro passa por uma crise severa. Do lado da oferta, a geração distribuída pode dar importante contribuição para mitigar os problemas ligados ao forte crescimento do custo marginal de longo-prazo da geração de eletricidade no País[1] e aos riscos de desabastecimento tão discutidos ultimamente.

Associado aos problemas de oferta soma-se o aumento da demanda. A tendência de crescimento da intensidade elétrica dos setores residencial e comercial se confirma. De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o consumo cresceu 4,9% em janeiro e 8,6% em fevereiro com relação ao consumo registrado no mesmo período de 2013. Ao olharmos para os setores residencial e comercial observa-se, em fevereiro, avanço do consumo de 13,3% e 16,6%, respectivamente, o que configura a maior expansão nos últimos dez anos (Brasil Energia, 24.04.2014). Tal crescimento provocou o deslocamento do horário pico de consumo que deixou de situar no período entre 18 e 20 horas para o período da tarde, de 14 às 16 horas, horário de calor intenso. É preciso dar atenção especial a esses setores de consumo. Leia mais »

Quando o medo vira mercadoria

Há muito padecemos da ausência de políticas públicas sérias e contínuas que garantam a plenitude de nossa cidadania. A falta de investimentos em educação e em boa formação dos agentes públicos da segurança, aliado à morosidade do judiciário e a um sistema penal incapaz de reeducar e reinserir o sujeito na sociedade é a razão maior para os 50.000 assassinatos anuais. Um governo leniente, corrupto e constituído por políticos profissionais preocupados em se manterem no poder e em atender às demandas de seus financiadores não fará nada para melhorar nossa realidade no que tange à segurança. Aliás, grande parte de nossa insegurança é consequência da miséria e da exclusão social advinda de nossa malha política  viciada. Leia mais »

Turistas em alerta na Copa

Caminhar em grupos, só carregar consigo o dinheiro absolutamente necessário, colocar em parte mais segura do corpo celulares e documentos pessoais, evitar locais ermo ou outros ditos perigosos, não visitar algumas favelas, evitar o uso de jóias que possam despertar o interesse de criminosos, verificar a credibilidade de quem oferece o transporte alternativo, etc. São alertas dados por consulados e agências de viagem num pacote preventivo de medidas comportamentais de segurança, para turistas que virão ao Rio durante a Copa do Mundo. Nada de alarmista num país onde um vaso sanitário, arremessado do alto de um estádio, no Recife, matou recentemente, por traumatismo craniano, um torcedor. Leia mais »

Segurança energética e mudança climática: o caso russo

Autor: 

Do Blog Infopetro

Por Felipe Imperiano

Além de ocupar uma posição relevante no que tange o fornecimento energético, a Rússia é um dos maiores consumidores mundiais de energia de origem fóssil, portanto as suas decisões de política energética têm implicações para a segurança energética e a sustentabilidade do meio ambiente, em uma dimensão global (IEA, 2011, p. 245). O que faz com que o seu posicionamento, dada a perspectiva de elevação de temperatura mundial, em função da liberação de carbono na atmosfera pelo consumo de energia, seja de amplo interesse.

A Rússia foi o terceiro maior produtor de energia do mundo, em 2011. A sua produção total foi de 1.314,88 milhões de toneladas equivalentes de petróleo (Mtep), isto é, aproximadamente 10% da produção mundial (IEA, 2013a, p. 54). A demanda interna bruta[i] total, nesse mesmo ano, foi de 730,97 Mtep (IEA, 2013, p. 240). Isso representou um crescimento de 4,1%, em relação ao ano anterior (IEA, 2012, p. 13). Ainda assim, o seu percentual no total do consumo mundial diminuiu ligeiramente de 6% para 5,6% e ela passou a ser o quarto maior demandante de energia, sendo ultrapassada pela Índia (IEA, 2013, p. 13; IEA, 2012, p. 13). Leia mais »

Cantinho do Poeta Feliz - Tiago Malta

Autor: 

Cantinho: Canto pequeno / Todo lugar confortável e acolhedor 

Poeta: quele que escreve em verso / Aquele que tem faculdades poéticas. Do Grego POETÉS, “poeta, autor, aquele que faz”, desde a base Indo-Européia , “fazer”. Leia mais »

Fundamento do Direito

Existem várias doutrinas sobre o princípio básico do direito. Um exemplo é que o desejo é o fundamento do direito: essa teoria é, porém, passível de crítica, pois o desejo é egoísta e insaciável, e portanto, cego e injusto. Outros, por sua vez, afirmam que o direito resulta da necessidade, ou seja, do interesse; esta doutrina é também errônea porquanto as necessidades e os interesses variam nos diversos indivíduos e, as vezes, num mesmo individuo, conforme as circunstancias. Leia mais »

A fila anda. Relacionamentos em tempo de consumismo.

As formas que as interações amorosas se configuram são diferentes no tempo e no espaço. Os comportamentos se dão de formas diferentes, dependendo do tempo e da cultura ao longo da história da humanidade. As mudanças que vêm acontecendo nos relacionamentos ao longo da modernidade resultaram em transformações radicais na intimidade e na vida pessoal dos indivíduos. Nesse processo, a chamada revolução sexual e a emancipação feminina tiveram um papel fundamental. Atualmente, nas condições sociais, culturais e econômicas em que vivemos, as interações amorosas são muito mais democráticas, abertas e liberais. No entanto, o fenômeno social do consumismo, fruto do modelo capitalista em voga, interfere na forma que as relações afetivas se dão. A tendência são as relações efêmeras, passageiras. Leia mais »

As dicas para uma viagem segura no feriadão

Um feriadão -o mais longo do ano- que emendará a Semana Santa, o Dia de Tiradentes e o feriado de São Jorge, neste último caso no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, levará milhões de motoristas para as não muito seguras estradas brasileiras. Ao final do longo feriado as estatísticas sobre acidentes mostrarão, infelizmente, que algumas preciosas vidas serão ceifadas e outros resultarão vítimas de graves acidentes. Uma tragédia pré-anunciada. Leia mais »

A crise do setor elétrico: os problemas ocultos

Do Blog Infopetro

Por Roberto Pereira d´Araujo

O verão de 2014 foi um dos mais quentes e secos da história. Seguramente, essa anomalia atingiu duplamente o nosso setor elétrico. Gastamos mais energia com refrigeração e estamos recebendo menos água nos rios. É bem possível que alguns analistas achem perfeitamente desculpável que estejamos passando por uma repentina crise e que seja natural ter que pagar uma dívida bilionária por geração térmica que já tangencia níveis macroeconômicos.

A anomalia da temperatura pode camuflar que, mesmo com hidrologias mais favoráveis, nós já estaríamos no caminho de gastos bilionários. A questão climática é um agravante da imprevisibilidade do nosso planejamento e não uma desculpa. Ao contrário de declarações oficiais, o nosso sistema está em desequilíbrio. Há muitas razões para essa situação, mas uma tem ficado ausente dos debates: A sofrível adaptação de modelos competitivos implantada aqui, que atropelou as nossas singularidades.

O que nos diferencia dos outros sistemas, mesmo os que dispõem de matriz renovável, é a possibilidade de guardar água. Isso altera tudo porque acrescenta um fator inexistente na maioria dos sistemas elétricos mundiais, o link entre passado, presente e futuro. Leia mais »

O trabalho da polícia e o direito da imprensa

Mais um lamentável incidente se deu entre a polícia e a imprensa, durante a cobertura de um conflito envolvendo uma ordem judicial de reintegração de posse de, na sexta-feira 11/04, na Zona Norte do Rio, fato que nos obriga a uma necessária reflexão. Mais um desentendimento, desnecessário, entre um policial e um repórter, ambos cumprindo suas imprescindíveis e relevante missões constitucionais sob a égide de um regime democrático  Leia mais »

A Casa do Parente

Autor: 

 

 

“Eu conheço Wapixana que mora no treze
E ele sabe de outros cem
Que também moram lá
Muita gente índia, muita gente
No conselho indigenista
Macuxi de São Vicente

Tudo índio, tudo parente”

Eliakim Rufino

  Leia mais »

O gargalo do financiamento do setor elétrico

Autor: 

Do Blog Infopetro

Por Edmar de Almeida 

Num país como o Brasil em que a demanda de energia elétrica ainda cresce de forma relativamente rápida, a questão do financiamento dos investimentos necessários para a expansão do setor é crucial. Vale ressaltar que as empresas do setor elétrico normalmente atuam fortemente alavancadas. A característica de longo-prazo de maturação e relativo baixo risco (e rentabilidade) dos projetos elétricos fazem com que a capacidade de investimento das empresas esteja associada à sua capacidade de captar recursos (equity ou dívida) no mercado de capitais. Ou seja, a forma e o custo do financiamento são determinantes para a expansão do setor elétrico. Leia mais »