O Som do DNP

Autor: 

 

Formado por músicos oriundos do Clube do Som, o Trio DN&P nascido em janeiro de 2010, aposta num trabalho autoral, enraizado no que há de melhor do rock setentista. 
O disco de estréia tem o irônico título: "Nada de Novo Debaixo do Sol" e transpira criatividade combinada com boas melodias e letras bem elaboradas, que cativam desde a primeira audição.

Deixe o Déi (Guitarra e Voz), o Neno (Bateria e Voz) e o Pira (Baixo) levar você a um mundo recheado de “rock’n roll vintage”. Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

Corporativismo ou Servilismo

Autor: 

 

  O momento atual da imprensa brasileira me lembra o desenho da Disney: “O Rei Leão”. Mais precisamente a cena em que o rei apresenta o príncipe aos seus súditos. Todos os animais estão esperando pelo grande evento, para admirar o jovem príncipe.

Eu vejo todos os outros meios de comunicação se prostrando aos pés da globo para prestar homenagens à grande soberana. Não existe concorrência, nem divergência. O que a grande rainha disser, ou determinar, todos acatarão. E mais: execrarão quem não o fizer, em nome da chamada liberdade de expressão (que virou liberdade de imprensa), mas que na realidade é um espírito de corpo servil. Leia mais »

Não dá pra segurar. Ibope: Dilma 40% x Serra 35%

 

http://www.tijolaco.com/?p=19013

Enviado às 16:09 de quarta-feira

O Ibope, enfim, chegou lá. Depois de manobras de contorcionismo para negar a vantagem de Dilma, já apontada por outras sondagens, o instituto finalmente teve que se curvar às evidências.

Na pesquisa CNI-Ibope que acaba de ser divulgada, Dilma Roussef aparece com 40% das intenções de voto para Presidente, contra 35% de José Serra.Na última pesquisa, divulgada no último dia 5, havia empate de 37% entre os dois candidatos, embora tudo já indicasse que Dilma estivesse na dianteira. Leia mais »

Vórtice

Autor: 
Uma alameda, ao mesmo tempo ensolarada e sombria. Duas filas de pessoas.
Uma seguia animada e em contraste com a que voltava. A fila que ia vibrava com a antecipação da vitória. A que vinha, cabeça baixa, lamentava os erros cometidos.
Os que iam nem olhavam para os outros. Não lhes interessavam a expressão da derrota, quando só pensavam nas glórias que viriam, antecipadas tantas vezes nos sonhos dos últimos dias. Leia mais »