A misaristeria

Fonte original: Agência Adital - Notícias da América Latina e Caribe

http://site.adital.com.br/site/noticia.php?lang=PT&cod=80559&grv=N

Um sentimento estranho tem crescido ultimamente entre pessoas dos setores médios da população. Trata-se do ódio a tudo que se relaciona às reivindicações de direitos (materiais e subjetivos), às propostas alternativas de organização socioeconômica, às lutas contra preconceitos de diversas ordens e às análises críticas que se contrapõem às opiniões hegemônicas (principalmente as veiculadas pela mídia coorporativa). Tal sentimento tem alcançado também uma parte das pessoas das camadas populares, por reflexo da formação de opinião difusa – que opera por meios que vão desde as conversas de botequim às postagens em redes sociais – e por ressonância nos meios de comunicação de massa. Leia mais »

Aula do Ministro Barroso sobre o entendimento do outro

Autor: 

AP 470: Ministro Barroso vota pela absolvição dos réus pelo crime de quadrilha

http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=261283

Segundo a votar no julgamento dos embargos infringentes apresentados contra o acórdão na Ação Penal (AP) 470, o ministro Luís Roberto Barroso se manifestou pela inocorrência da prática do crime de quadrilha em todos os recursos sob julgamento. Para ele, os autos apontam para a hipótese de coautoria, e não formação de quadrilha. Para caracterizar esse crime, disse o ministro Barroso, é preciso estar presente o dolo, a estabilidade e a unidade de desígnios, o que, segundo ele, não estaria provado nos autos.


No canal do STF no Youtube , no endereço http://www.youtube.com/watch?v=HNoQJ4f1mJY , é possível assistir todo o voto do Ministro Barroso.

A partir de 49 minutos no vídeo,  o Ministro Barroso inicia a explicação do seu voto ao Ministro Joaquim Barbosa. Leia mais »

Asa Branca por Diego Figueiredo

Vídeos: 
Veja o vídeo
Asa Branca - Luiz Gonzaga - Por Diego Figueiredo

A Economia da Família

Autor: 

A Economia da Família
(Texto atualizado em 26 de maio de 2013)

Ladislau Dowbor
http://dowbor.org/2013/05/economia-da-familia.html/

Nós nos reproduzimos através de gerações sucessivas. E a unidade básica de organização desta reprodução é a família. Ou pelo menos foi: hoje, o processo está se tornando incomparavelmente mais complexo e diversificado.

A família como unidade econômica
Vista pelo ângulo da economia, a reprodução de gerações numa família se constrói através de laços de solidariedade. Os pais cuidam das crianças, e dos seus próprios pais já idosos, e serão por sua vez cuidados pelos filhos. A solidariedade é marcada pela panela, pelo fato de um grupo sobreviver em torno do mesmo fogão de cozinha. Não é à toa que “lar” tem a mesma raiz que “lareira”, como é o caso também, por exemplo, de “foyer” e “feu” em francês, bem como hogar em espanhol. Como a criança não tem autonomia para sobreviver, e o idoso pouca, a sobrevivência das sucessivas gerações dependia vitalmente no passado, e ainda depende em grande parte nas sociedades modernas, da solidariedade familiar. Leia mais »

Os EUA e a grande mídia brasileira

Autor: 

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=222...

Uma breve história da luta da grande mídia contra os interesses nacionais

.

Em 1957, uma CPI da Câmara dos Deputados, comprovou que “O Estado de São Paulo”, “O Globo” e “Correio da Manhã” foram remunerados pela publicidade estrangeira para moverem campanhas contra a nacionalização do petróleo. Em momentos cruciais para o país se inclinaram para o golpismo e a traição aos interesses nacionais: contra Getúlio, a Petrobrás, JK, contra Jango, apoiando a ditadura, Collor, FHC e suas privatizações, atacando Lula. Por Leandro Severo.

  Leia mais »

OPOSIÇÃO SIM, GOLPE NÃO!

    Em 2005, quando o Governo Lula ainda contava com certa complacência da mídia, quando o PSOL estava apenas se formando com dissidentes do PT e quando muitas correntes que hoje estão no PSOL ainda engrossavam as fileiras petistas, escrevi um artigo para uma revista católica (publicado no início de 2006) dizendo: “é difícil ver alguma diferença substancial entre o atual governo e os governos anteriores que justifique a esperança nele depositada (...). Leia mais »

Um olhar de corredor na manifestação da 3ª ponte no ES

Autor: 

É fim de tarde em Vila Velha(ES), e uma noite agradável adentra neste dia 20 de junho de 2013. Chego em casa por volta das seis da tarde e estou animado para uma corrida. Penso em fazer o percurso rotineiro, dez quilômetros na orla da Praia da Costa, Itapoã e Itaparica.

Saio de casa e por um instinto qualquer tomo a direção contrária da praia. Caminho uns quatrocentos metros e estou na ponte que liga Vila Velha à Vitória. É chamada de terceira ponte e tem extensão de três quilômetros e meio. O vão central da ponte tem setenta metros de altura o que provoca uma agradável subida de quase dois quilômetros e depois a conseqüente descida.

O vento predominante é nordeste, mas hoje é bastante suave com apenas cinco quilômetros de velocidade. Inicio a subida de forma discreta, já tem alguns dias que não corro, subida então nem me lembro. Não vejo carros nem ônibus, as duas pistas estão repletas de pessoas caminhando em direção à Vitória. Muitos fazem o percurso contrário. A grande maioria são jovens e muitos casais de namorados. Durante todo o percurso caminham devagar, e assim como eu, curtem a maravilhosa paisagem do canal que adentra Vitória.
Leia mais »

Imagens: 
Terceira Ponte ES

Email dos Deputados Federais

Autor: 

Serviço de utilidade pública

No site http://www2.camara.gov.br/deputados/pesquisa tem os dados de todos os deputados federais. Baixei o arquivo XLS e organizei para que seja utilizado no envio de emails para todos os deputados.

Está anexado neste post três arquivos:

1 - Arquivo deputadosfederais.csv - que pode ser importado para o Gmail. Acredito que funciona com Yahoo e Hotmail também. Com a importação no Gmail, você terá um novo grupo com o nome DeputadosFederais. Quando for enviar um email para todos os  deputados, basta escrever no campo "Para:" a palavra "DeputadosFederais".
2 - Arquivo DeputadosFederais.txt - depois de baixar, abra em um editor de texto, e copie os endereços no "Para:" do seu email.
3 - Arquivo deputadosfederais.xls - baixado do site da câmara.

Email dos Senadores

Autor: 

Serviço de utilidade pública

No site http://www.senado.gov.br/senadores/ tem os dados de todos os senadores. Baixei o arquivo PDF e organizei para que seja utilizado no envio de emails para todos os senadores.

Está anexado neste post três arquivos:

1 - Arquivo senadores.csv - que pode ser importado para o Gmail. Acredito que funciona com Yahoo e Hotmail também. Com a importação no Gmail, você terá um novo grupo com o nome Senadores. Quando for enviar um email para todos os senadores, basta escrever no campo "Para:" a palavra "Senadores".

2 - Arquivo senadores.txt - depois de baixar, abra em um editor de texto, e copie os endereços no "Para:" do seu email.

3 - Arquivo senadores.pdf - para leitura.

Interdito proibitório utilizados por bancos é criticado por sindicatos

COMISSÕES / DIREITOS HUMANOS
04/10/2011 - 14h46
Utilizado por bancos contra as greves, 'interdito proibitório' é criticado por sindicatos
 
Em meio à greve nacional dos bancários, que já dura oito dias, vários bancos têm recorrido a um instrumento judicial - o interdito proibitório - para afastar os grevistas das agências e mantê-las em funcionamento. Durante audiência pública realizada no Senado nesta terça-feira (4), o mecanismo foi criticado por representantes de entidades sindicais. Eles argumentam que, além de prejudicar a ação dos grevistas, tal instrumento representa mais uma forma de criminalização dos movimentos sociais. Leia mais »

Imagens: 
Comissão de Direitos Humanos

Lei de Greve precisa ser regulamentada 2

Autor: 

Projeto tramita em comissão do Senado e pretende alterar lei atual, que tem a iniciativa privada como modelo

 

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/trabalho/2011/09/em-tramite-no-c...

Lei que regula greve do funcionalismo público pode enfraquecer movimentos, temem servidores

Projeto tramita em comissão do Senado e pretende alterar lei atual, que tem a iniciativa privada como modelo

Por: Leticia Cruz, Rede Brasil Atual
Publicado em 19/09/2011, 11:48
Última atualização às 12:26 Leia mais »

Lei de greve precisa ser regulamentada

LEI Nº 7.783, DE 28 DE JUNHO DE 1989.

Dispõe sobre o exercício do direito de greve, define as atividades essenciais, regula o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Leia mais »

Inácio Arruda: senadores podem ajudar em negociações com grevistas

- Eles mostraram que os ganhos dos bancos são estratosféricos. Não existe razão para resistência tão tenaz dos bancos em melhorar um pouquinho a pedida que foi feita pelos bancários. É preciso sensibilidade, para que a gente possa fazer com que essa categoria tão importante para o Brasil também seja atendida - afirmou.

 

http://www.senado.gov.br/noticias/inacio-arruda-senadores-podem-ajudar-e...

PLENÁRIO / PRONUNCIAMENTOS
11/10/2011 - 17h09
Inácio Arruda: senadores podem ajudar em negociações com grevistas
 
O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) disse, nesta terça-feira (11), que os senadores podem ter um importante papel ajudando nas negociações entre o governo, patrões privados e as diversas categorias atualmente em greve, como empregados dos Correios, bancários e profissionais da educação. Leia mais »

Imagens: 
Senador Inácio Arruda (PCdoB-CE)

Paim defende direito de greve de bancários e funcionários dos Correios

- Não adianta o governo querer criminalizar os movimentos e dizer que prende e arrebenta.É preciso dialogar com espírito desarmado. Ninguém gosta de fazer greve; é um recurso usado em último caso - afirmou.

 

http://www.senado.gov.br/noticias/paim-defende-direito-de-greve-de-banca...

PLENÁRIO / PRONUNCIAMENTOS
07/10/2011 - 11h15
Paim defende direito de greve de bancários e funcionários dos Correios 

O senador Paulo Paim (PT-RS) foi à tribuna do Plenário, nesta sexta-feira (7), para defender bancários, funcionários dos Correios, metalúrgicos, professores estaduais e outras categorias em greve em todo o país. O senador, que disse considerar as paralisações justas, fez um apelo aos gestores do setor público e aos empregadores da iniciativa privada a fim de que se sentem à mesa para negociar:

- Não adianta o governo querer criminalizar os movimentos e dizer que prende e arrebenta.É preciso dialogar com espírito desarmado. Ninguém gosta de fazer greve; é um recurso usado em último caso - afirmou. Leia mais »

Imagens: 
Senador Paulo Paim (PT-RS)