O lado obscuro da modernidade

Duas matérias para analisarmos na calma de um sábado à tarde. Eu, particularmente, penso que esta explicação em fracções (no segundo artigo) espelha perfeitamente a modernidade: Pretende-se chegar ao todo partindo de pequenos pedaços.

O sistema "especialista" atual, incapaz de fazer uma síntese, considera a situação social como a junção destas partes. Partes que são remendos que escondem (?) um sistema irracional. Irracional como sinônimo da miséria concreta da existência humana, da "fatalidade" desta crise e da impossibilidade (?) de vence-la modificando sua essência.

Estas visões, mesmo quando aparentam se encontrar em polos opostos,  se encontram em um niilismo imobilizador e passivo: a manutenção da base irracional e o remendo das partes componentes esgarçadas. A real oposição se encontra, apenas, no tamanho do remendo e do lugar em que deve ser aplicado.     Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

O Código Florestal na CCJ

 

Parece que teremos mesmo que engolir o Código Florestal com a redação do relator Aldo Rebelo.

É triste. O país tem projetos que dão certo (veja exemplos nos vídeos). Assisti, na Globo News, na semana passada, um documentário sobre o rio Paraguaçu na Bahia. Ele mostra de forma clara o que acontece com rios sem mata ciliar.  Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

Uma chance histórica de mudanças em Israel

Até mesmo o Vermelho destaca a importância da manifestação. A grande imprensa brasileira trata o assunto sem nenhum destaque. A aposta em objetivos básicos, e por isto mesmo fundamentais, une campos aparentemente opostos e aumenta a possibilidade de mudanças reais no Oriente Médio.

http://www.vermelho.org.br/ap/noticia.php?id_secao=9&id_noticia=160243

1 DE AGOSTO DE 2011 - 18H22 

Israel: Milhares vão às ruas em protesto por justiça social

Leia mais »

A primavera em Israel

 

Um pouco ampliada a notícia que postei aqui ontem. Pouco destaque da mídia. A notícia otiginal é da France Presse. As manifestações ocorrem há 30 dias!

Pela primeira vez desde que o movimento foi iniciado há um mês, a minoria árabe que sofre fortes discriminações associou-se a ele, nas manifestações em Nazareth, ao norte de Israel e na localidade de Baka Al Garbyeh, ao norte de Tel Aviv.

É interessante ressaltar esta parte da notícia. Atualmente, ao que parece, a possibilidade de perceber lutas comuns é sempre ignorada. Vale sempre a velha tática de guerra "Divide et regna". Leia mais »

O Metrô, a perda da estratégia de uma companhia

 

 

 

O Metrô já tem várias pedaços de história, e não uma única. Leia mais »

A triste resposta ao post de Mirian Dutra

Caros colegas do blog,

Acho o assunto pequeno e talvez, por conta disto, despertou reações de igual tamanho. Leia mais »

Partido Novo, idéias nem tanto.

 

 

Os defensores da “gestão competente” já  tem o seu próprio lugar.

Me pergunto: Para eles gestão é um grande gesto ou um gesto grande?

Material antigo e indigesto em nova embalagem. Será que eles já ouviram falar do ISEB? Leia mais »

Caso USP: O assassinato como profissão

Hoje durante meu almoço, em um restaurante com TV, fui surpreendido pela matéria do vídeo em anexo (o título não foi dado por mim). Assisti ultimamente a várias entrevistas e reportagens que me deixaram pasmo. Esta, particularmente, superou todas as anteriores.

Continuo, até agora, não sabendo como assimilar e fazer a crítica do conteúdo apresentado.

Aprendi tres grandes novidades:

1. Bandido é uma profissão e em todas as profissões, tem ética.

2. A culpa é da vítima: "Se ele ficasse na dele tranquilo, sem reagir, ele não ia ter tomado bala."

3. Se matarmos alguém, qualquer que seja o motivo,  apenas em função desta situação de apresentação expontânea, seremos indiciados e imediatamente libertados. Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

O Código Florestal: uma discussão em torno de planilhas

Ao contrário do que prega o Nassif, temos uma discussão fortemente marcada pelos cabeças de planilha.

Uma colocação aqui, outra acolá, em pequeno número chamaram a atenção para isto.

Quem questionou os dados com que Aldo Rabelo trabalhou? Um post, que mereceria destaque, de Gilmar Arruda coloca algum ingrediente novo na discussão (http://www.advivo.com.br/node/489201). 

De resto, entrou-se predominatemente na conversa do Sr. Aldo, relator informal da Frente Parlamentar da Agropecuária (que gosta tanto dele que publica suas brilhantes peças sobre o tema em seu site).

O relator, só fez responder com desqualificações pessoais toda crítica recebida ao projeto. Argumento típico de quem não possui outra resposta a dar.  Leia mais »

Um homem e o partido sem qualidades

Kassab é claro. Ele define metas, mas não assume compromisso (entre várias outras falas, aos 6:23 min. da entrevista).

Não existe outro político que utilize o discurso da meta, tão claramente desligada do compromisso. É isto que as pessoas querem? Confundem isto com honestidade ou tavez sinceridade (e não cinismo)? Eu não fiz nada porque São Paulo não tem os recursos necessários... Não prometo nada mas apresento boas metas...Entrego uma cidade a própria sorte mas termino o mandato fundando um novo partido...

Esperar o que do PSD?

Eu diria um partido (e um homem) sem qualidades. 

http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/921545-kassab-diz-que-ha-tempo-para-cumprir-metas-em-sao-paulo.shtml

Vídeos: 
Veja o vídeo

Reforma Administrativa: O PSDB em São Paulo

 

Prezado Nassif,

Você pediu hoje que falassemos sobre reformas administrativas. Leia mais »

Acorda PT SP: It's now or never !!!

Mais um exemplo das estranhas alianças que acontecem em São Paulo. O PP que já ocupa o Ministério das Cidades no governo Dilma, ocupará o CDHU em SP. As consequências para a cidade de SP são previsíveis e comentadas na notícia.

Acorda PT SP !!! Não dá para insistir na intriga, divisão  e consequente ineficácia política do partido em São Paulo. Aproveitem a quebra  e divisão do PSDB e DEM. It's now or never!!!   

Alckmin chama PP de Maluf para comandar CDHU Leia mais »