Decadence avec elegance

Eliane Cantanhêde não se segura, aparenta ter sérias dificuldades com a impessoalidade.

Seus textos na A2 de Folha são tão carregados de personalismos e sentimentos de classe que acabei, em um determinado momento, fundindo Aldir Blanc com Claudio Lembo para criar uma personagem que a definisse, a nossa "Linda Loura, musa da elite branca". Essa personagem ajudou-me a interpretar a intenção dos seus textos até a campanha para a presidência de 2010 e seus momentos imediatamente posteriores, ali a "Linda Loura" deu lugar a outra personagem explicativa, sua parcialidade era de tal ordem que foi preciso fazer surgir a "Cheerleader do time que perdeu".

Mas Eliane conseguiu, se superou e superou a minha capacidade de defini-la através de imagens. O que dizer do texto de hoje (01/05/12), "Ministrinho e tijolaços", na Folha? Que Eliane tem problemas de fígado, o que leva a mal digestão?

Para quem não leu ou não entendeu, abaixo, o texto de Eliane Cantanhêde sobre Brizola Neto  seguido do texto de Brizola Neto sobre Eliane Cantanhêde.

Para os que não se interessarem, uma bela música e conselho de Lobão - "Decadence avec elegance" Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

O diabo são os outros

Autor: 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, acaba de declarar ao SPTV, noticiário da Globo, que as falhas dos transportes coletivos no seu governo são devido à sabotagens.

Não imagino algo mais ridículo a ser declarado.

Gostaria de solidarizar-me com uma alma tão destroçada e dar um mínimo de alternativa.

Não é outra minha intenção

Vídeos: 
Veja o vídeo

Meus filhos com autismo, um contraponto

Meus filhos com autismo, um contraponto

Eles eram diferentes, mas eu insistia na maldita inclusão. Por que não deixar o especial dizer se ele quer isso? É fácil opinar dentro de consultórios

Parte 1: um pequeno prólogo Leia mais »

O DISPOSITIVO ENTRA EM CENA

Autor: 

O DISPOSITIVO ENTRA EM CENA

Passado o primeiro momento de perplexidade e catatonia, depois que  savonarolas, bicheiros e jornalistas  foram flambados nas próprias chamas, o dispositivo midiático demotucano se recompõe. A pasmaceira aos poucos recupera a afinação cúmplice de um coral de igreja: o importante no primeiro momento  é confundir. A desempenadeira torta da suspeição entra em campo para nivelar partidos  e reputações. A mensagem é martelada: a política é uma confederação de quadrilhas; todos os gatos são pardos. Instalada a neblina, a hierarquia se inverte: o secundário se sobrepõe ao principal. Leia mais »

Um pouco de ar fresco

Autor: 

Ontem (29/03), aqui no Blog do Nassif, em uma discussão sobre a obrigatoriedade de submeter-se ao exame do bafômetro ser uma situação em que se gera provas contra si mesmo ou não, outra vez o fenômeno se repetiu. Ou seja, um festival de declarações peremptória, exortação ao radicalismo, acusações e intolerâncias.

Mais uma vez me perguntei: em que estamos nos tormando? Em uma turba de linchadores?

Mas, eis que de repente cruzo com o post do colega Marcio Valley, que diz o que eu gostaria de ter dito. Para que não se perca na vastidão de post esquecido, reproduzo aqui. Leia mais »

Jurassic Park

Autor: 

Comentário: interessante notar-se que, na Folha, os tiranossauros rex ainda têm dentes. Gaspari e Janio de Freitas são jurássicos mas é de lá que ainda sai alguma coisa, ou de pequenas notinhas da Monica Bergano, no mais, todos herbívoros

A cachoeira de Demóstenes Torres

Como diria Gilmar Mendes, o problema do senador está em se distinguir o verossímil do verdadeiro Leia mais »

Celso Viáfora

Autor: 

Um grande sugestão do Professor Pasquale - Celso Viáfora

Vídeos: 
Veja o vídeo
Veja o vídeo
Veja o vídeo

Serra e os problemas com a bebida

É bebida demais

Congressistas e governo vão cambaleando sem parar no sim ou no não que defendem por breves períodos

JÁ É o caso de desconfiar que, nas disputas pela Lei da Copa, há mais bebida do que apenas na citação sobre a possibilidade, ou não, de consumi-la também nos estádios. Ora a favor, ora contra, tanto os congressistas como os representantes do governo vão cambaleando há meses, em volta do item alcoólico, sem conseguir parar no sim ou no não que defendem por breves períodos. Leia mais »

Receita para arrancar poemas presos

Autor: 

Provocações - Abujamra - 30.08.2011

Vídeos: 
Veja o vídeo

São Paulo, capital Teresina

Comentário:

Há algum tempo foi escândalo uma frase de alguém já esquecido por mim comprando São Paulo ao Piauí. Como é infelizmente ainda muito comum, o comentário era desabonador ao segundo que era usado como símbolo do atraso. É também muito comum falar-se em "Brasil profundo" onde um oligarquia rural e truculenta manteria a população dentro dos seus currais eleitorais.

Por certo nesses momentos faz-se insinuar que São Paulo representaria a modernidade em relação ao Brasil arcáico e dominado por coronéis. Dententor do maior PIB nacional, das maiores universidades, sede de grandes jornais e televisões era até de se crer.

Paradoxalmente também é muito comentado o conservadorismo paulista e principalmente paulistano. 

Seríamos provincianos. Isso explicaria que o mesmo grupo político se mantenha no poder há quase 20 anos. Pode não ser essa a causa.

Um editorial da Folha de hoje apresenta um outro lado deste Estado tão rico e tido como moderno, o lado do domínio de sua máquina pública por interesses de um pequeno mas poderoso grupo. É interessante notar como é sempre o mesmo grupo. Leia mais »

Falta-nos um cantor

Autor: 

Comentário:

Aqui no blog investimos várias vezes nosso tempo, nossa razão e emoção para tratar da discriminação. Batalhamos contra a discriminação racial, social, das mulheres, de homosexuais e de deficientes. Discutimos cotas e educação inclusiva.

Hoje, uma nota da coluna de Mônica Bergamo na Folha, bem ao estilo Mônica, ou seja, de dizer tudo como quem está apenas fazendo um comentário ligeiro, fez-me pensar em um grupo de vítimas da discriminação tão pouco notado. Leia mais »

Kasinski e desnacionalização da indústria brasileira

Comentário:

Até o advento do governo FHC/Malan, um dos segmentos econômicos mais pujantes do Brasil era o setor de auto-peças automotivas. Com tecnologia nacional e um grande parque industrial, nomes como MetalLeve, COFAP e Nakata, entre outros, eram sinônimo da indústria paulista que deu continuidade ao que havia começado lá atrás com os Matarazzo.

Eramos exportadores de auto-peças, a MetalLeve possuia fábricas no EEUU. Durou até FHC, acabou-se com FHC. Hoje o segmento é dominado por multi-nacionais extrangeiras..

Com a morte de Kasinsk, seria interessante refletirmos sobre o que representou o governo FHC num dos maiores processos de desnacionalização que eu conheci, o das auto-peças.

Significativo também é o anúncio de sua morte estar em um pé de página, na culuna obtuários e não no caderno de negócios e economia.

 

ABRAHAM KASINSKI (1917-2012) Leia mais »

Um grilo chamado Janio II

Comentário

Já de algum tempo noto Janio de Freitas como uma voz dissonante dentro do jogral da Folha. É a voz que desafina o coro dos contentes da página A2. O seu grilo falante.

O artigo de hoje, no entanto, é explícito na crítica ao mal jornalismo, chega a ser contundente.

Estranho não ter sido lembrado no blog. Talvez o texto difícil de Janio tenha sido a causa.

 

Na linha do risco Leia mais »

As sacolinhas plásticas e a incerteza científica.

Autor: 

Sacolinhas plásticas, incerteza científica e um pouco de desesperança. 

Toda essa discussão aqui em São Paulo sobre as sacolinhas plásticas ocorrida recentemente, e que parece que ainda não acabou, devido ao TAC –termo de ajustamento de conduta – assinado pela associação dos supermercados, o PROCON e Ministério Público Estadual, levou-me a recordar uma conversa que tive no início de 2011 com alguns colegas, estudiosos das questões ambientais na administração de empresas, sobre a enorme incerteza científica que existe nas questões envolvendo a gestão ambiental. 

A incerteza científica é um fato aceito pelos que entendem sem paixões a questão do meio ambiente. Nós realmente ainda sabemos muito pouco sobre o efeito das nossas ações quanto se trata da interação com o meio ambiente.  Leia mais »