Cuidado com o Pequeno Imperador - Museu da Ferrari

Autor: 

O dia foi 26 de outubro, em Maranello na Itália, horário local 17:00 horas, no Museu da Ferrari.

Ao adentrar ao museu, me deparo com alguns protótipos: um em metal e outro em madeira. Olho de um lado e de outro e não vejo o famoso sinal de "do not touch" (não toque). Aí fiz a bobagem de tocar no protótipo de madeira. Escuto no fim da sala um grito: NÃO PODE TOCAR! Ao que respondo: ok, desculpe, mas podia ter um sinal de “não toque”. Leia mais »

Música nas Escolas - Faça acontecer!

Autor: 

 

A década é 1970. A seleção brasileira de futebol acabou de conquistar o tricampeonato no México e o Brasil vive sob a pressão da botina do governo militar. Nesse mesmo período, decreta-se a morte do ensino de música nas escolas públicas e particulares. No lugar das aulas de música, as escolas estão obrigadas a ministrar aulas de Educação Moral e Cívica e, mais tarde, Organização Social e Política do Brasil – OSPB.

O máximo que se aprendia em termos de música naquela época era cantar os hinos cívicos tais como o Hino Nacional, Hino da Independência, da Bandeira. As músicas que podiam tocar nos meios de comunicação eram somente as permitidas pelos fardados, tal como "Você também é Responsável", interpretada por Dom e Ravel, a qual, mais tarde, se tornaria conhecida como o Hino do Mobral - Movimento de alfabetização, ou ainda, da mesma dupla "Eu te amo meu Brasil". Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo
A música na escola

As demissões na Smar: requiém para a tecnologia nacional

Autor: 

 

Como antigo funcionário, hoje aposentado, da Smar Equipamentos Industriais Ltda. é com indignação e tristeza que acompanho o drama vivido pelos 180 funcionários demitidos em final de julho deste ano pela empresa. São ex-companheiros de trabalho de mais de 20 anos de convivência diária, que perderam o seu sustento de um dia para outro. É evidente que cada um deles está na busca de outra maneira de prover o sustento para sua família, visando a preservação de moradia, educação, alimentação e saúde. Leia mais »

Você está DEMITIDO!! Réquiem para a tecnologia brasileira.

Autor: 

 

Como antigo funcionário, hoje aposentado, da Smar Equipamentos Industriais Ltda. é com indignação e tristeza que acompanho o drama vivido pelos 180 funcionários demitidos em final de julho deste ano pela empresa. São ex-companheiros de trabalho de mais de 20 anos de convivência diária, que perderam o seu sustento de um dia para outro. É evidente que cada um deles está na busca de outra maneira de prover o sustento para sua família, visando a preservação de moradia, educação, alimentação e saúde. Leia mais »

Landell de Moura

Autor: 

Certos críticos acusam o Brasil de não gerar tecnologia e de não ter profissionais com criatividade suficiente para competir no mercado internacional. Nunca acreditei muito nisso, uma vez que tive o provilégio de viver experiências fantásticas nos quase 30 anos de trabalho na empresa Smar Equipamentos Industriais Ltda., em Sertãozinho - SP.

Hoje, me deparei com um texto interessante que me remeteu a uma figura até então desconhecida por mim. Trata -se de Landell de Moura. Foi o primeiro a transmitir voz por ondas de rádio nos idos de 1901. Também incursionou pela área da telefonia sem fio, utilizando fontes de luz para transmissão de sinais. Precursor das fibras óticas? Talvez.

Cientista e padre brasileiro com inventos patenteados no Brasil e Estados Unidos, sempre foi escorraçado pela sociedade. Somente em 2011 foi reconhecido como personalidade nacional.
Leia mais »

Grupo Vocal/Instrumental Ah! Então Tá!

Autor: 

Este é o grupo do qual faço parte atualmente. Ele é originário do BoSSa NoSSa, côro cênico de Ribeirão Preto. Suzana Samorano (soprano), Daniel Falcão (tenor) e eu (baixo) precisamos nos afastar do BoSSa NoSSa, mas ainda permaneceu a vontade de fazer música boa.

Convidamos a Fábia Tolvo para contralto e ela, para nossa alegria, topou.

Participamos em um concurso para novos grupos vocais, promovido pelo Centro Cultural do Banco do Brasil -CCBB - do Rio de Janeiro, acontecido em Junho de 2012. Fomos classificados em 4o lugar. Nada mal, mas, perfeccionistas que somos, sabemos que temos que melhorar.

A seguir um vídeo da nossa participação do concurso do CCBB do Rio de Janeiro. A música é o "Frevo Diabo" de Chico Buarque e Edu Lobo.

O arranjo é do maestro José Gustavo Julião de Camargo.

Comentários são bem vindos.

Abraçasso
Celso Nobre

Tags: Música brasileira, vocal, instrumental

Vídeos: 
Veja o vídeo
Apresentação do Ah! Então Tá! no CCBB do Rio de Janeiro - Junho 2012