Armadilha da Renda Média

Por Luis Carlos de Freitas*

Um dos primeiros estágios de exploração da força de trabalho é a absorção de bolsões de mão de obra barata: pessoas do campo, mulheres, entre outros. Nesta fase, os empresários não necessitam de boa educação. A tecnologia é simples e o salário é baixo, pois a mão de obra é abundante.

Quando tais bolsões diminuem, continua-se a necessitar de mais mão de obra.  Entram em cena os estrangeiros desocupados em seus países. Chegam, só em São Paulo, 30 por dia. A contínua necessidade de mão de obra pode fazer com que a renda média paga aos trabalhadores de setores inteiros da economia comece a crescer. Salários pagos são um componente fundamental na definição do lucro. Usualmente, os processos de fabricação também tendem a se sofisticar para intensificar a força de trabalho, exigindo tais processos mais educação. Leia mais »