Tio contesta decisão da juíza no Caso Lorena Baptista

Autor: 

Lorena foi morta na frente do filho pelo ex-marido


Em meio a tantas decisões polêmicas, na última semana, a Justiça amazonense toma mais uma decisão que está causando muita discussão. Não bastasse o arquivamento de dois processos do prefeito Adail Pinheiro por que demorou-se a julgar, as autorizações para Raphael Souza, filho do ex-deputado Wallace Souza, já falecido, passar férias no Caribe, na última terça-feira (11 de fevereiro), a juíza Mirza Telma de Oliveira Cunha, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, julgou improcedente a denúncia do Ministério Público e absolveu sumariamente Milton César Freire da Silva, o dentista acusado de matar a ex-mulher dele, a perita da Polícia Civil Lorena dos Santos Baptista, no dia 5 de julho de 2010. Leia mais »

A prevenção como solução contra os problemas nos dentes

Autor: 

 

O clichê “prevenir é melhor do que remediar” é certeiro quando se trata da saúde dos dentes. Pequenos hábitos realizados no dia a dia com a devida orientação de um dentista de confiança fazem com que você não precise se submeter a procedimentos mais evasivos e caros. Visitar o dentista deve ser parte da rotina semestral ou até trimestral, dependendo do caso, e não uma atividade que requer sacrifício imenso. Lembrando que as dificuldades só aparecerão por falta de cuidado e orientação. O primeiro passo é encontrar um dentista de confiança com o qual você se identifique. A simpatia ajuda muito no momento em que a pessoa está mexendo na sua boa e quando o profissional dá conselhos. Leia mais »

Imagens: 
Saúde Bucal

Cartografia Afetiva: Nas Nuvens das Raízes Profundas

Autor: 
Por marcelosoaressouza

A 'Cartografia Afetiva: Nas Nuvens das Raízes Profundas', realizada no primeiro semestre de 2013 com os indígenas Tupinambá de Olivença (Ilhéus - BA) é uma obra/pesquisa/ação realizada na fronteira entre arte, ciência e ativismo que dialoga e faz dialogar essas três formas de interagir com o mundo. A Cartografia partiu de uma sensibilidade e autodeterminação gestada em comum - entre vários sujeitos indígenas e não-indígenas - para uma experimentação e criação de mundos diferentes daqueles da colonização.
Leia mais »

Cartografia Afetiva: Nas Nuvens das Raízes Profundas

Autor: 

A 'Cartografia Afetiva: Nas Nuvens das Raízes Profundas', realizada no primeiro semestre de 2013 com os indígenas Tupinambá de Olivença (Ilhéus - BA) é uma obra/pesquisa/ação realizada na fronteira entre arte, ciência e ativismo que dialoga e faz dialogar essas três formas de interagir com o mundo. A Cartografia partiu de uma sensibilidade e autodeterminação gestada em comum - entre vários sujeitos indígenas e não-indígenas - para uma experimentação e criação de mundos diferentes daqueles da colonização.
Leia mais »

Sambada de Coco do Guadalupe no dia 03 de Agosto de 2013

Sambada em Olinda

Venha dançar muito coco com as raizes do Coco de Umbigada, com a tradição e valorização da Cultura popular olindense, sáb 03 de agosto na Rua João de Lima, Guadalupe – Olinda – PE, a partir das 18:00h com Roda de Capoira Angola (Grupo Braço de Maré) Mestre Melque, 21:00 Cineclube Macaíba, e 22:00h Coco de Umbigada e Mestres convidados animam a noite com muito coco e muito axé!

Vídeos: 
Veja o vídeo

A Carta do Colégio de Procuradores sobre a PEC 37

Carta de Brasília - Por que somos contra a PEC/37:

O Colégio de Procuradores da República, órgão do Ministério Público Federal, autoconvocado, reuniu-se em 18 de junho de 2013, no exercício de seu dever constitucional de zelar pelo estado democrático de direito e pelo respeito aos direitos constitucionais, para garantir a manutenção da capacidade de investigação para fins penais do Ministério Público e outras instituições atualmente investidas de poder de polícia, e impedir retrocesso em favor da impunidade e contra a segurança cidadã. Para isso, é necessário dizer não à PEC 37.

A PEC 37 pretende estabelecer o monopólio da investigação pela Polícia. O Estado abriga vários órgãos com poder de polícia, como a maioria dos países do mundo. A limitação a um só canal reduz em muito a capacidade de investigação dos órgãos do Estado.

Leia mais »

Barco-hospital Abaré: interiorização da Medicina na Amazonia

Abaré: uma oportunidade de política pública para a interiorização da medicina. Por que perdê-la?

(Para entender mais sobre o caso: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-novela-do-navio-hospital-abare)

O debate sobre o Abaré I, que se tornou referência nacional de saúde nas regiões de rios da Amazônia, deve ser entendido não como um problema, mas como uma forma de mobilizar oportunidades  para a interiorização da medicina na nossa região, como uma política pública integradora de atendimento e de ensino na área de saúde. A discussão já vai longe e me manifesto trazendo a tona alguns elementos que considero importantes, como médico que vivenciou essa experiência por 4 anos, e atualmente como coordenador adjunto do curso de medicina UEPA – Universidade Estadual do Pará. Leia mais »

NAVIO-HOSPITAL ABARE: UMA NOVELA AINDA SEM FIM NA AMAZÔNIA

Descontinuidades na sucessão municipal põe na UTI iniciativa premiada que inspirou politica nacional para saúde dos ribeirinhos na Amazonia

O Projeto Saúde e Alegria (PSA), ONG sediada em Santarém (PA), sempre procurou somar esforços as políticas públicas para assegurar o direito à saúde e reduzir os níveis de exclusão das populações ribeirinhas de áreas remotas da Amazônia.

Na busca pela construção de um modelo de atenção básica resoluto e adaptado, um passo foi dado, em 2006, com a implantação do navio-hospital Abaré, que viabilizou o acesso regular a serviços assistenciais para 15 mil ribeirinhos de mais de 70 comunidades das duas margens do Tapajós, nas zonas rurais dos municípios de Santarém, Belterra e Aveiro. Leia mais »

Porto Alegre vista de um quadricóptero!

Autor: 

Parte da capital do Rio Grande do Sul; bairros centro, cidade baixa e praia de belas; filmados por Rafael Dornelles utilizando um quadricóptero, possivelmente num domingo ou feriado. Belas imagens!

Vídeos: 
Veja o vídeo
Veja o vídeo

Dr. Caio, uma parte da memória de Recife

Por Toni

Nassif,  na minha última passagem por Recife encontrei como sempre velhos amigos.  Nas nossas conversas o assunto também foi, claro, os velhos tempos e amigos que já não se encontram mais entre nós, mas que nos marcaram.  Um deles, Dr. Caio Souza Leão,  apesar de muito mais velho nos deu uma prova enorme de que juventude ou velhice não está na idade. Dr. Caio faleceu em 2006, aos 88 anos, mas marcou muitos de nós com suas histórias,  sua companhia e muitas cubas libres. Era um Intelectual e conhecedor de artes como poucos em Recife. Escreveu um dos melhores artigos sobre cinema que já li, contando os dois dias que passou com Orson Welles na cidade,  quando muito foi filmado, bebido e a noite terminou talvez na maior farra que o diretor norte-americano já fez em sua vida.  A passagem de Welles pela cidade e as presepadas com Dr. Caio e alguns outros amigos foi tema do filme « That’s is lero-lero », de  Amin Stepple e Lírio Ferreira.  O artigo abaixo foi escrito por Ítalo Rocha, na ocasião da morte do nosso querido amigo.

Algumas lembranças de Caio

Por Ítalo Rocha *

A morte do advogado, jornalista e publicitário Caio de Souza Leão deixa tristes não apenas seus parentes e amigos mais próximos. A intelectualidade e a boemia do Recife também estão de luto. Doutor Caio, como costumávamos chamá-lo, era um profundo conhecedor das artes plásticas. Nas rodas boêmias, era a conversa mais agradável e consistente que se podia ouvir nas noites recifenses das últimas décadas. Pessoas famosas privaram desse prazer: O cineasta americano Orson Welles, o cantor e compositor pernambucano Antônio Maria, e os baianos Dorival Caymi e Jorge Amado, entre outros. Existe o intelectual da literatura, da música, da cultura popular e há o intelectual das artes plásticas. Doutor Caio se enquadrava nesse último campo. Conhecia e amava a pintura como ninguém. Pode-se afirmar que foi um dos primeiros marchands de Pernambuco.

Leia mais »

NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira

Autor: 

 

"Acredito que existe muito hipocrisia na sociedade brasileira. Não acredito que seja uma deturpação, mas existe um desejo de camuflar uma realidade para reforçar o status quo. Vemos todos os dias muita sensualidade: nas músicas, nas danças, sobretudo o pagode baiano e o funk carioca, na maneira do brasileiro se vestir...”.

  Leia mais »

Imagens: 
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira
NUAS PAIXÕES Prazeres da fotógrafa baiana Carol Bandeira

Novo projeto dominical no Bar do Alemão, em São Paulo

Por Fernando J.

Domingo passado encontrei o Gudin no Teatro Oficina, no show El Grande Con(s)erto, da Casa de Francisca, e fiquei sabendo do novo projeto do Bar do Alemão, que começa hoje:

Bar do Alemão, pelo Facebook

"QUEM TEM MEDO DA BOSSA NOVA"?

O BAR DO ALEMÃO inaugura neste domingo, dia 17/03, “QUEM TEM MEDO DA BOSSA NOVA”?

Nossa intenção é proporcionar um fim de domingo com um grande encontro de pessoas ao som da Bossa. Nada melhor.
Esperamos a presença de amigos que fizeram a nossa Bossa em São Paulo, como Théo de Barros, Márcia, Laércio de Freitas, Alaíde Costa, Zelão, Jane Moraes , Luiz Roberto Oliveira, Sergio Augusto, Ivete e outros, que eventualmente poderão dar uma canja.
A música terá início às 20:30 com Moacir Filho, especialista em Bossa Nova, e Paulinho Grassmann.
A seguir vem nosso “mestre de cerimônias” DINO GALVÃO BUENO com a cantora Lú Pereira. Daí pra frente, só Deus sabe...

QUEM TEM MEDO DA BOSSA-NOVA?
Aos domingos, a partir das 20:30
Bar do Alemão. Av. Antártica, 554
Reservas: 3879-0070 I Couvert artístico: $ 8,00

Leia mais »

A música da Comunidade de Lagoa da Camisa, na Bahia

Por Assis Ribeiro

Quixabeira - Da Roça à indústria cultural

Documentário exibido pela TVE, contando a história da música da Comunidade de Lagoa da Camisa, Bahia.

Vídeos: 
Veja o vídeo

Maracatu Nação Pernambuco: Dança dos Arcos

Por EMILIAMMM
Vídeos: 
Veja o vídeo