Ademilde Fonseca - 91 anos de Reinado no Choro

Autor: 


Ademilde Fonseca (04/03/1921 / Macaíba – RN) é uma cantora de fundamental importância na música popular brasileira e, particularmente, para o desenvolvimento do Choro. Até seu surgimento, o Choro não era para ser cantado em virtude de ser considerado um gênero instrumental. Foi do compositor e instrumentista Benedito Lacerda que recebeu o título de “Rainha do Choro”. Para alegria dos chorões e amantes da boa música a “nossa rainha” continua em plena atividade artística os 91 anos, completados hoje. Vida longa à Rainha do Choro. Leia mais »

You are missing some Flash content that should appear here! Perhaps your browser cannot display it, or maybe it did not initialize correctly.

You are missing some Flash content that should appear here! Perhaps your browser cannot display it, or maybe it did not initialize correctly.

You are missing some Flash content that should appear here! Perhaps your browser cannot display it, or maybe it did not initialize correctly.

You are missing some Flash content that should appear here! Perhaps your browser cannot display it, or maybe it did not initialize correctly.

"Quem não quiser ouvir, tampe os ouvidos", diz Sinistro

Por Marco Antonio L.

Do Sul 21

A vida sinistra de quem luta para criar um outro caminho

Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Rachel Duarte

Ele poderia ter sido um jornalista, historiador ou advogado. Jovem de classe média do bairro Jardim Botânico, em Porto Alegre, Orlando Vitor Noal Neto acabou indo para outro caminho, depois de tentativas frustradas de ingressar na universidade pública e de ver a empresa em que trabalhava falir. Corretor de seguros, como a mãe, ele foi preso em 1999 acusado de receptação. No ano seguinte, o assassinato de um casal de noivos recaiu sobre seus ombros, já que ele tinha se envolvido com a moça seis meses antes do crime.  Culpado ou não, a sentença foi dada e Orlando foi condenado a 39 anos de pena sob acusação de ferir seis artigos penais. Hoje em prisão domiciliar, depois de 12 anos de cadeia, e em uma cadeira de rodas, ele luta para derrubar seu processo criminal, para tocar em frente à carreira de rapper e a entidade que fundou no cárcere e para reverter os danos físicos e emocionais herdados do sistema prisional.

O que separou a vida de Orlando da dos amigos de infância, que se afastaram diante da repercussão do duplo homicídio na imprensa, em 2000, não é fácil de resumir. Orlando diz que não teve direito à ampla defesa ou mesmo a responder as acusações lhe atribuídas na época. “Primeiro fui testemunha. Depois passei a ser suspeito do assassinato, depois me disseram que eu era o autor e no final o veredicto foi que eu fui o mandante do crime. A imprensa me condenou antecipadamente porque na época estava dando um tumulto com policiais envolvidos na CPI do Crime Organizado”, argumenta.

Leia mais »

Encontro de Gigantes

Autor: 

Um dos maiores mestres do choro terá sua trajetória exposta na mostra Pixinguinha, em Brasília, de 13 de março a 06 de maio. Fotos, documentos e vídeos preencherão doze salas do Centro Cultural Banco do Brasil, idealizadas pela pesquisadora Lu Araújo, com o neto do artista, Marcelo Vianna, e o maestro Caio Cezar. Leia mais »

As Feridas da Civilização do Automóvel no Filme "Crash"

Ao mostrar pessoas que constroem uma estreita relação entre acidentes automobilísticos, prazer sexual e morte o  filme “Crash – Estranhos Prazeres” (Crash, 1996) do cineasta David Cronenberg torna-se perturbador não somente por explorar os limites entre a pornografia e a violência. O que há de inquietante nesse filme é a possibilidade de estarmos não apenas diante de perversões e obsessões de personagens perdidos em um submundo, mas diante do fato de que a tecnologia atual torna-se um atraente fetiche e objeto de fantasias de fusão entre metal e carne, despertando forças do inconsciente que estavam adormecidas. Leia mais »

Encontro de Gigantes

Autor: 


Um dos maiores mestres do choro terá sua trajetória exposta na mostra Pixinguinha, em Brasília, de 13 de março a 06 de maio. Fotos, documentos e vídeos preencherão doze salas do Centro Cultural Banco do Brasil, idealizadas pela pesquisadora Lu Araújo, com o neto do artista, Marcelo Vianna, e o maestro Caio Cezar. Leia mais »

Johnny Marr reúne Smiths se governo conservador cair

Marr repreende David Cameron, primeiro ministro britânico, via Twitter. Leia mais »

As Feridas da Civilização do Automóvel no Filme "Crash"

Ao mostrar pessoas que constroem uma estreita relação entre acidentes automobilísticos, prazer sexual e morte o  filme “Crash – Estranhos Prazeres” (Crash, 1996) do cineasta David Cronenberg torna-se perturbador não somente por explorar os limites entre a pornografia e a violência. O que há de inquietante nesse filme é a possibilidade de estarmos não apenas diante de perversões e obsessões de personagens perdidos em um submundo, mas diante do fato de que a tecnologia atual torna-se um atraente fetiche e objeto de fantasias de fusão entre metal e carne, despertando forças do inconsciente que estavam adormecidas. Leia mais »

Diga-me como brincas e eu te indicarei em qual parque ir

Da Folha

Revista lista dez parques de diversão excêntricos

DE SÃO PAULO

Após o recente anúncio da construção de um parque temático dedicado a Napoleão Bonaparte (1769-1821) na França, a revista norte-americana "Time" decidiu listar dez das atrações mais estranhas do gênero no mundo.

O primeiro nome da lista é justamente a "Napoleonland", como foi apelidado o projeto. Com o início das obras previsto para 2014, o parque será erguido em Montereau, lugar onde o autocoroado imperador francês (1769-1823) venceu uma de suas últimas batalhas.

As atrações planejadas incluem show aquático reencenando a batalha de Trafalgar, recriações diárias do confronto de Waterloo e até mesmo da decapitação do rei francês Luís 16.

Menos tétrico, o nostálgico Grutas, na Lituânia, abriga dezenas de esculturas da era soviética. Aberto em 2001, ele inclui playground e restaurantes inspirados no tempo da URSS.

  How Hwee Young/Efe  
Festa do ano do coelho no parque Shijingshan, em Pequim, onde convivem personagens dos mais diversos criadores
Festa do ano do coelho no parque Shijingshan, em Pequim, onde convivem os mais diversos personagens

Leia mais »

A Perfeita Cantora de Sucesso

Passada a comoção da morte precoce da cantora Amy Winehouse é hora de fazer uma análise da própria estrutura do entretenimento na cultura contemporânea. Uma estrutura cuja dinâmica é a de transformar as perversões privadas em virtudes públicas como fórmula do perfeito cantor de sucesso: aquele que nos faz esquecer de que, afinal, o entretenimento é uma relação mercantil. Leia mais »

Alessandro Moreschi, o último Castratto

Por Zuraya

O último Castratto: Alessandro Moreschi (1858-1922) Leia mais »

A dupla francesa Les Rita Mitsouko

Por Marco St.

Relembrando a virada dos 80 para os 90, o furacão francês Les Rita Mitsouko Leia mais »

Sinfonia de uma Cidade Grande, de Walter Ruttmann

Por Joaquim Aragão

Sinfonia de uma Cidade Grande (Symphonie einer Großstadt)

Documentário experimental de Walter Ruttmann sobre um dia na vida de Berlim de 1927, em plena época dos anos dourados, antes do vendaval do crash e do nazismo. Na versão original, é um documentário silencioso.

Espanta a qualidade da imagem, bem conservada. Parece que as pessoas foram filmadas recentemente.

Observação: em comparação com esse filme, a conservação dos nossos documentários é uma vergonha. Filmes sobre a inauguração de Brasília parecem quase uma relíquia do século XIX, tão estragada está a imagem!!!

Leia mais »

Trivial de março

Por José Eduardo Moreto

The Carpenters, ao vivo na Australia, em 1972

Por Marco St.

Feliz aniversário Karen Carpenter !

Aos 22 anos em um show na Australia. Bem raro!