DADOS HISTÓRICOS - BB E PREVI

Há muito temos denunciado que a questão do uso da PREVI pelo Patrocinador BB não é artimanha de um partido, mas de Governo. Quem bem se lembra do passado pode perfeitamente identificar que a armação é bem antiga, se me permitem o atrevimento, digo que vem da época do fim da conta movimento no BB. Aqueles que, muito mais do que eu, que passaram pela Direção Geral em suas brilhantes carreiras, sabem perfeitamente o que significou a criação do Banco Central do Brasil e o início do desmonte do Banco do Brasil como instrumento de políticas de Governo para o setor financeiro. Leia mais »

Sobre a relevância dos blogs na internet

Sugerido por alfeu

Do Observatório da Imprensa

Os blogs resistem

Por Carlos Emerson Junior 

Os blogs ainda são relevantes? A pergunta é pertinente já que com a explosão das redes sociais muita gente boa, entusiasmada com o retorno imediato das tuitadas da vida, fechou ou abandonou seus bloguinhos.

Blogs são que nem impressões digitais. Não existe um igual ao outro e o que postamos por lá está sempre ao alcance de qualquer um, a qualquer hora. Aliás, e não por acaso, o veterano blogueiro Alexandre Inagaki deixou uma ótima definição:

“Blog é liberdade. Nada me soa mais antinatural do que a cagação de regras para uma entidade tão anárquica e descentralizada como a blogosfera. Que, diga-se de passagem, é uma e são muitas, como bem exemplificam os blogs de moda, de policiais militares, de eco ativistas, publicitários, miguxos, prostitutas, professores, escritores, yada yada yada. Blogs são meios de publicação como outro qualquer, que podem e devem ser utilizados das maneiras mais amplas e diversas possíveis.” Leia mais »

Paulo Henrique Amorim é condenado a prisão por injúria

Do G1

Paulo Henrique Amorim é condenado por injúria contra Heraldo Pereira

Pena de 1 ano e 8 meses de prisão foi substituída por restrição de direitos.
Em site, Amorim disse que Heraldo Pereira é 'negro de alma branca'.

Do G1 DF

05/07/2013 11h59 - Atualizado em 05/07/2013 12h24

O jornalista Paulo Henrique Amorim foi condenado por crime de injúria racial pela Terceira Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. A pena ficou em 1 ano e 8 meses de prisão, mas foi substituída por restrição de direitos.

A decisão foi tomada no dia 20 de junho e publicada na quarta-feira (3). A defesa de Paulo Henrique informou ao jornal "Folha de S.Paulo" que recorrerá da condenação.

Em 2009, Paulo Henrique publicou no site "Conversa Afiada" que o jornalista da TV Globo Heraldo Pereira era "negro de alma branca" e que não conseguiu revelar nada além de ser "negro e de origem humilde". A primeira instância da Justiça do DF tinha negado a ação, mas o Ministério Público recorreu.

Leia mais »

O intrincado universo da nova mídia

Autor: 

Coluna Econômica

Ontem participei de uma sessão da Comissão de Cultura da Câmara Federal, organizado pela deputado Jandira Fegalli - presentes, entre outros, Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação do governo federal - para discutir os novos tempos da mídia.

Há um quadro desafiador pela frente, exigindo novos critérios de análise da publicidade pública e privada.

Antes, o jogo da mídia era basicamente provinciano. Havia quatro grandes grupos nacionais que controlavam o mercado de opinião - Globo, Abril, Folha e Estado -, redes menores de rádio e televisão, um conjunto de grupos regionais - em geral, associados à Globo -, uma imprensa regional, e rádios independentes.

Os critérios de alocação de publicidade era bastante restritos. Toda publicidade nacional e a maior parte da publicidade pública era alocada para os grandes grupos nacionais. E ações menores destinadas aos grupos regionais (não ligados às redes).

O critério "técnico" básico de alocação de verbas consistia em colocar mais em veículos que proporcionassem maior audiência. Obviamente as TVs abertas sempre foram mais beneficiadas, por chegar em quase 100% dos lares brasileiros.

***

Esse modelo fundava-se em algumas âncoras. A primeira, nas formas de aferição de audiência - IVC (Instituto Verificador de Circulação) para a mídia impressa; e IBOPE para a mídia televisiva e radiofônica. Eram excluídos os pequenos veículos sem condições de bancar a filiação a um dos dois serviços.

A segunda âncora foram práticas de cartelização junto às agências de publicidade, os chamados BVs (Bônus de Veiculação) pelo qual os grandes grupos instituíam tabelas progressivas de remuneração das agências de publicidade de acordo com o volume de publicidade que trouxessem.

*** Leia mais »

Protestos ou Pretextos?

A Carta do Colégio de Procuradores sobre a PEC 37

Carta de Brasília - Por que somos contra a PEC/37:

O Colégio de Procuradores da República, órgão do Ministério Público Federal, autoconvocado, reuniu-se em 18 de junho de 2013, no exercício de seu dever constitucional de zelar pelo estado democrático de direito e pelo respeito aos direitos constitucionais, para garantir a manutenção da capacidade de investigação para fins penais do Ministério Público e outras instituições atualmente investidas de poder de polícia, e impedir retrocesso em favor da impunidade e contra a segurança cidadã. Para isso, é necessário dizer não à PEC 37.

A PEC 37 pretende estabelecer o monopólio da investigação pela Polícia. O Estado abriga vários órgãos com poder de polícia, como a maioria dos países do mundo. A limitação a um só canal reduz em muito a capacidade de investigação dos órgãos do Estado.

Leia mais »

A novela da Globo que enaltecia o passe livre

Por anarquista

Está na primeira pgn do You Tube- menos de 24 horas e  130  000 views

36 SEGUNDOS

Vídeos: 
Veja o vídeo

A resposta paulistana a Arnaldo Jabor

Autor: 
Por Stanilaw Calandreli

Uma crítica lúcida ao jornalismo de aparências.
Referente manifestantes de São Paulo.
Vídeo a que se refere a autora e empresária- Jabor na Globo: Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

Retrato dos jovens agitadores, a partir do texto histórico

Autor: 

O artigo “Jovens vão às ruas e nos mostram que desaprendemos a sonhar”, do nosso comentarista André Borges Lopes, entrará para a história do ativismo online brasileiro como um marco. Hoje de manhã bateu em 202 mil leituras. A divulgação se deu exclusivamente através das redes sociais e liberou o grito engasgado na garganta de milhares de jovens por todo o país.

Dei-me conta do fenômeno alertado por minha filha de 15 anos, que soube por colegas de várias partes do país, através de sua página do Facebook.

De lá para cá, pelo Twitter, Facebook e no espaço dos comentários do post, o texto inspirou os jovens a colocarem para fora sentimentos, expectativas, convicções, que permitem entender esse momento mágico, caótico, de transbordamento de energia que marcará, daqui para sempre, o nascimento de uma nova geração política. Leia mais »

NAVIO-HOSPITAL ABARE: UMA NOVELA AINDA SEM FIM NA AMAZÔNIA

Descontinuidades na sucessão municipal põe na UTI iniciativa premiada que inspirou politica nacional para saúde dos ribeirinhos na Amazonia

O Projeto Saúde e Alegria (PSA), ONG sediada em Santarém (PA), sempre procurou somar esforços as políticas públicas para assegurar o direito à saúde e reduzir os níveis de exclusão das populações ribeirinhas de áreas remotas da Amazônia.

Na busca pela construção de um modelo de atenção básica resoluto e adaptado, um passo foi dado, em 2006, com a implantação do navio-hospital Abaré, que viabilizou o acesso regular a serviços assistenciais para 15 mil ribeirinhos de mais de 70 comunidades das duas margens do Tapajós, nas zonas rurais dos municípios de Santarém, Belterra e Aveiro. Leia mais »

A Traição dos Blogs Progressistas, ou Como a Gente se Transf

Autor: 

 

A pouca repercussão das denúncias de encenamento do atentado de Boston, pela mídia quasi-alternativa nacional, espanta mais que o silêncio da grande mídia. Esse já era esperado, afinal só se publica nos grandes meios o que interessa a eles, seus patrões, além de anunciantes e do establishment. Sua subserviência a tudo que vem da matriz (EUA) também é notória. Mas os blogs ditos 'progressistas', em sua ânsia,  incompreensível, de tentar se colocar com a mesma 'credibilidade' que criticam na mídia internacional tem me incomodado sobremaneira.

 

Em todos os blogs e sites 'alternativos' que frequento, o termo "Teoria da Conspiração" suplantou de longe a expressão "False Flag Atack" (ataque de falsa bandeira, quando um ato é cometido com a intenção, por parte dos autores, de atribuí-lo a terceiros). Estaria o jornalismo alternativo querendo, cada vez mais, se parecer com o que critica?

  Leia mais »

Digitais do FBI Em Todo o Atentado de Boston

Autor: 

Raízes do Terror

 

Tradução René Amaral


Poucos dias após o atentado em Boston, contradições enormes desnudaram a narrativa oficial dada pelo governo Barack Obama, o FBI e outras agências estatais sobre como o ataque terrorista foi perpetrado. Leia mais »

Pequena história da canábis

Autor: 

HISTÓRICO DA PROIBIÇÃO DA MACONHA

A relação da maconha com a humanidade é intrínseca, ou seja, desde os primórdios elas coexistem, não podendo Leia mais »