Os operários de Belo Monte presos há 30 dias

Por JC

Do Conlutas

Operários de Belo Monte completam 30 dias presos e comissão de sindicalistas retorna à Altamira 

Nesta quarta-feira (12), os cinco operários presos em decorrência de conflitos trabalhistas nos canteiros de obras de Belo Monte irão completar 30 dias em reclusão no município de Altamira, região sudoeste do Pará. Os trabalhadores são acusados pela Polícia Civil de praticar crimes de formação de quadrilha, incêndio e depredação do patrimônio.

Para a advogada da Central Sindical e Popular – Conlutas, Anacely Rodrigues, os trabalhadores estão presos injustamente. “São acusados sem provas por crimes que não cometeram”, afirma. A situação processual dos presos de Belo Monte permanece quase inalterada, não fosse o pedido de habeas corpus impetrado no Tribunal de Justiça do Estado, para o qual o desfecho é aguardado para este dia 11. O inquérito policial, cujo início foi dia 12/11, esteve paralisado no Fórum de Altamira por causa de problemas técnicos no sistema e seguiu para o Ministério Público apresentar denúncia em 07/12. Leia mais »

Câmara prevê reajuste salarial de até 56% para deputados

Por Assis Ribeiro

Pacotão de benefícios na Câmara

Benesses camufladas

Autor(es): ANA D"ANGELO

Correio Braziliense - 14/12/2012 

O novo plano de carreira da Casa prevê reajustes salariais que podem chegar a 56,3% até 2015. A proposta ainda garante a incorporação de gratificações à aposentadoria dos funcionários.

Além de proporcionar aumentos de 33% a 56,3% entre 2013 e 2015, novo plano de carreira dos servidores da Câmara dos Deputados incorpora à aposentadoria gratificação temporária

Não bastassem os reajustes generosos, que vão de 33% a 56,3% a serem concedidos entre 2013 e 2015, o novo plano de carreira dos servidores da Câmara, aprovado na noite de quarta-feira, embute mais duas benesses em meio a diversos artigos redigidos de forma técnica.  Além de aumentar o valor da Gratificação de Atividade Legislativa (GAL), o artigo 7º incorpora aos salários, como vantagem pessoal de cada servidor, a diferença entre o valor da GAL nova e a antiga. É um acréscimo que vai de R$ 960 a R$ 1,5 mil, conforme o cargo.

Leia mais »

AGU: loja Marisa deve entrar na lista do trabalho escravo

Por Marco Antonio L.

Da Repórter Brasil

Para AGU, loja Marisa deve ser incluída na 'lista suja' do trabalho escravo

Advogada da União alega que varejista tinha poder econômico sobre a linha de produção. Na Justiça, empresa questiona funcionamento do cadastro oficial

Stefano Wrobleski

São Paulo – A advogada Lia Meneleu Finza Favali, da Advocacia-Geral da União (AGU), defende que a Marisa, uma das maiores redes varejistas do país, deve ser incluída no cadastro mantido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) de empregadores flagrados com trabalho escravo, a chamada “lista suja”. Ela afirma que a empresa deve ser responsabilizada pelo trabalho escravo flagrado em uma oficina de costura que produzia peças da marca em 2010 e argumenta: “Ainda que não estivesse controlando o processo de produção, a pressão que eles exerciam na oficina era através do poder econômico”. Leia mais »

As exigências do mercado de trabalho

Por Assis Ribeiro

Do Correio Braziliense

O que procura o mercado de trabalho

José Pastore

rofessor de relações do trabalho da Universidade de São Paulo e membro da Academia Paulista de Letras

Já foi o tempo em que as empresas contratavam com base em diploma e recomendações. Nos dias atuais, as exigências vão muito além disso. As empresas querem capacidade de resposta, buscam bom-senso, lógica de raciocínio, boa comunicação, habilidade para trabalhar em grupo, domínio de línguas e outros requisitos. É por isso que sobram vagas e candidatos.

As empresas sabem que profissionais prontos e acabados para resolver problemas específicos não existem. Por isso, ao contratar, elas buscam pessoas que sejam capazes de apreender rapidamente o que precisam saber. Isso é essencial porque as tecnologias e os processos produtivos mudam muito depressa e exigem boa capacidade para acompanhar as mudanças. Nos dias atuais, já não basta ser adestrado. É preciso ser educado e bem-educado. Leia mais »

Salários no Brasil crescem acima da média mundial

Por Marco Antonio L.

Da BBC Brasil 

Salários no Brasil aumentaram mais que o dobro da média mundial, diz OIT

Daniela Fernandes

Os salários no Brasil cresceram, em 2011, mais que o dobro da média mundial, de acordo com um estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT) publicado nesta sexta-feira (7). Os salários dos brasileiros tiveram um aumento médio real (descontada a inflação) de 2,7% no ano passado, enquanto globalmente o crescimento foi de apenas 1,2%. Isso também havia acontecido em 2010, quando o salário médio cresceu 2,1% no planeta e 3,8% no país.

Se a China for retirada dos cálculos, os salários médios reais cresceram apenas 0,2% mundialmente, afirma o relatório. A organização ressalta que os dados oficiais sobre os salários na China em 2011 ainda não estão disponíveis e que os cálculos foram feitos com base na taxa de crescimento médio salarial anual na China, que tem sido de 12% nos últimos anos. Leia mais »

Aprovada no Senado lei que regulamenta a função do taxista

Por maria rodrigues

Prezado Nassif,

Ontem, assistindo votações do Senado, vi a aprovação do PLS nº 253/09, que regulamenta a função do taxista. Todavia, queria melhor compreender os benefícios dessa lei.

É que ando de táxi diariamente por não saber dirigir, e sempre me deparo com muitos dos taxistas em todos os recantos do Brasil, reclamando por não terem a licença, - que é muito cara - e terem que desembolsar quantias enormes para pagar aos que dela (licença) dipoem. Ou seja, esses taxistas - na maioria homens - são meio-autônomos, enquanto alguns conseguiram ter a licença para vários táxis, que são distribuídos entre famliliares, assim podendo aumentar seus lucros, mantendo pessoas que realmente trabalham para lhes pagar mensalmente valores pelo uso do táxi, do qual é propietário, sem licença.

Na verdade pouco entendo do assunto, mas visto que o tema é instigante, e deve interessar a muitos, quem sabe com a lei aqui colocada, não estaria o Senhor dando grande contribuição.

Desde já, agradeço a sua resposta.

---------------------------

Da Agência Senado

Senado aprova direito de sucessão na exploração de serviço de táxi

A exploração do serviço de táxi será realizada por meio de autorização do poder público e o direito a exercer a atividade de taxista passará aos seus herdeiros. É o que estabelece o substitutivo da Câmara dos Deputados a projeto de lei do Senado (PLS 253/2009), do ex-senador Expedito Júnior (PR-RO), aprovado nesta quarta-feira (5) em Plenário. A matéria segue agora para sanção presidencial. Leia mais »

Tribunal do Trabalho suspende demissões do Santander

Por Flavia Tunes

Do Sindicato dos Bancários

TRT-SP suspende demissões do Santander

Sindicato ajuizou ação e desembargadora deferiu liminar que susta os deligamentos. Decisão vale para São Paulo, Osasco e região. Se descumprir decisão, banco pagará multa diária de R$ 100 mil

São Paulo – A desembargadora Rilma Aparecida Hemetério, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (capital e região metropolitana de São Paulo), deferiu liminar ingressada pelo Sindicato e suspendeu, a partir desta quinta-feira, todas as demissões sem justa causa feitas pelo Santander em São Paulo, Osasco e região, base do Sindicato, em dezembro. De acordo com a juíza, todas as dispensas que ainda não foram homologadas estão suspensas.

Caso a direção do Santander desobedeça a liminar que proíbe as demissões, a instituição financeira pagará multa diária de R$ 100 mil. Leia mais »

Vulcabrás fecha na Bahia e deixa quatro mil desempregados

Por marcelosoaressouza

Azaléia fecha dez unidades na região de Itapetinga

De A Tarde

A Vulcabrás/Azaléia com matriz na cidade de Itapetinga (a 326 km de Salvador) fechou 12 plantas industriais de 10 filiais localizadas nos municípios de Caatiba, Firmino Alves, Itambé, Itapetinga (com exceção da matriz), Itororó e Macarani. Com a decisão, que foi anunciada no inicio da tarde desta sexta-feira, 30, cerca de 4 mil colaboradores estão demitidos. Apenas a matriz continua funcionado na cidade.

Em nota encaminhada à imprensa, a empresa informou que foram feitos vários esforços na tentativa de preservar a competitividade, mesmo assim vem registrando sucessivos e elevados prejuízos financeiros em decorrência do aumento da competição, causado pela excessiva entrada de produtos importados a preços muito baixos, não compatíveis com a estrutura de custos da empresa na Bahia.

"Por essa razão, a Empresa está implementando uma complexa estratégia de reestruturação das operações industriais na Bahia. Esse processo implica na desativação das operações industriais das suas filiais neste estado, concentrando suas atividades na matriz em Itapetinga", diz a nota.

Leia mais »

Vulcabrás fecha na Bahia e deixa quatro mil desempregados

Autor: 

A Vulcabrás/Azaléia com matriz na cidade de Itapetinga (a 326 km de Salvador) fechou 12 plantas industriais de 10 filiais localizadas nos municípios de Caatiba, Firmino Alves, Itambé, Itapetinga (com exceção da matriz), Itororó e Macarani. Com a decisão, que foi anunciada no inicio da tarde desta sexta-feira, 30, cerca de 4 mil colaboradores estão demitidos. Apenas a matriz continua funcionado na cidade.

Em nota encaminhada à imprensa, a empresa informou que foram feitos vários esforços na tentativa de preservar a competitividade, mesmo assim vem registrando sucessivos e elevados prejuízos financeiros em decorrência do aumento da competição, causado pela excessiva entrada de produtos importados a preços muito baixos, não compatíveis com a estrutura de custos da empresa na Bahia.

"Por essa razão, a Empresa está implementando uma complexa estratégia de reestruturação das operações industriais na Bahia. Esse processo implica na desativação das operações industriais das suas filiais neste estado, concentrando suas atividades na matriz em Itapetinga", diz a nota.
Leia mais »

Funcionários reclamam de descaso da CPTM

Por Adir Tavares

Da Rede Brasil Atual

Após um ano, ferroviários denunciam descaso da CPTM com morte de trabalhadores

'A empresa segue escondendo os fatos a fim de se livrar das responsabilidades e fazer com que essas e outras mortes caiam no esquecimento', diz sindicato

São Paulo – Há exatamente um ano, três trabalhadores a serviço da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) foram atropelados por uma composição na zona leste de São Paulo e acabaram morrendo. O acidente ocorreu por volta das 4h30 entre as estações Brás e Tatuapé, na Linha 11 – Coral. "Hoje, dia 27, no primeiro aniversário da morte desses ferroviários, ainda não são claras as circunstâncias que causaram o acidente", denuncia o Sindicato dos Ferroviários de Trens de Passageiros da Sorocabana (Sinferp). Leia mais »

A diminuição da informalidade no mercado de trabalho

Do Ipea

Brasil observa formalização maior no mercado de trabalho

Seminário no Rio de Janeiro teve a participação do presidente do Ipea

O auditório do Ipea no Rio de Janeiro recebeu nesta segunda-feira, 26, o seminário A formalização recente do mercado de trabalho brasileiro. Na ocasião, o presidente do Instituto, Marcelo Neri, falou sobre as transformações observadas no cenário da formalização desde a aprovação, em 2008, da lei complementar que criou a figura do microempreendedor individual (MEI). “Preocupa o fato de os microempreendedores serem cada vez menos entre os ocupados no Brasil. Aumenta agora a quantidade de empresas, mas estas estão ficando maiores. Entre as pequenas empresas, observa-se também o fenômeno: as pessoas estão cada vez menos ocupadas”, afirmou Neri.

Analisando a situação dos chamados conta-própria, com base na série da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, do IBGE), o presidente do Ipeamostrou que a tendência de queda dessa escolha ocupacional não foi revertida depois da aprovação da lei. “Entre os conta-própria, houve ganho na correlação bruta entre formalidade empresarial e previdenciária. Ou seja, ter uma formalidade está mais associado a ter a outra”, acrescentou. A correlação passou de 0,28 para 0,40 entre 2008 e 2011. Leia mais »

Trabalhadores do setor aéreo tentam anular compra da Webjet

Do O Globo

Sindicato acusa Gol de ter subido tarifas em até 297%

Trabalhadores tentam anular no Cade compra da Webjet, que teve 850 demitidos

Geralda Doca

BRASÍLIA e SÃO PAULO – Representantes dos trabalhadores do setor aéreo recorreram nesta segunda-feira ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para tentar anular a compra da Webjet pela Gol, alegando que o negócio fere o interesse do consumidor. Eles entregaram ao presidente do órgão, Vinicius Marques de Carvalho, pesquisa de preços que mostra que no dia 17 de outubro, data em que a Gol assumiu a venda de bilhetes da Webjet, o preço da passagem no trecho Guarulhos-Santos Dumont subiu 211%. E outras tarifas tiveram reajuste de até 297% no mesmo trecho nos dias seguintes. O preço do bilhete no voo 5767 da Webjet, com partida prevista para o dia 18 de outubro, às 11h20, saltou de R$ 183,99 para R$ 571,90 no site da Gol, segundo o levantamento entregue pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas ao Cade. Leia mais »

O assédio moral às mulheres no setor frigorífico

Do CNTA Afins

Assédio moral atinge mais mulheres no setor frigorífico

Criação de secretarias segmentadas para os trabalhadores de frigoríficos e para as trabalhadoras do ramo da Alimentação são alternativas para combater abusos

Conhecido pelos inúmeros casos de acidentes e doenças ocupacionais, o trabalho nos frigoríficos também é fonte de assédio moral. Mesmo representando 41% do total de trabalhadores do setor (cerca de meio milhão), as mulheres são as principais vítimas de constrangimentos e humilhações constantes. Para tentar mudar esta realidade, a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) irá criar, no dia 30 de novembro, secretarias específicas para a mulher e para os trabalhadores de frigoríficos durante a 3ª Conferência da CNTA (em Brasília). O objetivo é conscientizar e unificar a luta das mulheres dentro do setor e da categoria da Alimentação. Só em Santa Catarina, elas representavam 50% dos quase 60 mil trabalhadores até março de 2012, segundo dados do Dieese.

Descrevendo o trabalho nas fábricas como "um meio de vida e de produção do século passado", o coordenador administrativo da CNTA na Região Sul, Luiz Araújo, denuncia abusos cometidos, principalmente, pelas maiores empresas do setor.  “A realidade do mundo do trabalho vem mudando, mas enquanto o sistema produtivo está cada vez mais competitivo e tecnológico, o tratamento dispensado aos trabalhadores é medieval, principalmente para as mulheres. É claro que houve mudanças, inclusive com mulheres galgando inúmeros postos de trabalho, antes reduto masculino, até mesmo nas chefias. No entanto, a pressão por produção mostra claramente um ‘mundo do trabalho’ bem mais machista e preconceituoso com o sexo feminino do que se vê na sociedade hoje fora das fábricas”, comenta Luiz, que diz ser comum ver mulheres chorando enquanto trabalham. Leia mais »

Brasil tem a maior vantagem salarial para diplomados

Por Assis Ribeiro

Os motivos da grande criminalidade no Brasil, para mim, com base em estudos da OCDE

Da BBC Brasil

OCDE: Brasil é país com maior vantagem salarial para diplomados

Daniela Fernandes

O Brasil é o país com a maior diferença salarial entre pessoas com diploma universitário e as com grau de instrução inferior, segundo um estudo feito pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgado nesta terça-feira.

De acordo com o secretário-geral da organização, Angel Gurría, a diferença salarial existente no Brasil entre pessoas com ensino superior e as demais representa "o triplo da média dos países da OCDE".

A vantagem salarial média nos 34 países da OCDE entre pessoas que cursaram o terceiro grau e as com nível de instrução menor é de 67% no caso dos homens e de 59% entre as mulheres.

O estudo "Olhar sobre a Educação 2012" da OCDE analisou os dados de 42 países. Leia mais »

PEC do Trabalho Doméstico é aprovada na Câmara

Por Marco Antonio L.

Do Vermelho

Câmara aprova PEC do Trabalho Doméstico

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (21), em primeiro turno, por 359 votos a 2, a PEC do Trabalho Doméstico, que estende a domésticas, babás, cozinheiras e outros trabalhadores em residências 16 direitos já assegurados aos demais trabalhadores urbanos e rurais contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A matéria deve ser votada ainda em um segundo turno, antes de ser encaminhada ao Senado.

A proposta foi incluída na pauta após manifestação de parlamentares da bancada feminina e da Comissão de Direitos Humanos da Câmara nesta terça-feira (20). Leia mais »