O Brasilianas.org sobre Economia Criativa

O Brasilianas.org sobre Economia Criativa foi exibido no dia 17 de setembro e contou com a participação de: Andrea Campos Gomes Fernandes, chefe da Assessoria Técnica da Secretaria Executiva, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Marcos André de Carvalho, coordenador de Economia Criativa da Secretaria de Cultura do Governo do Estado do Rio de Janeiro; Joice Joppert Leal, presidente da Associação Objeto Brasil; e Lidia Goldenstein, economista. 

O Brasilianas sobre Programa TI Maior

Programa exibino no dia 10 de setembro discutiu o setor de Tecnologia da Informação (TI) e o programa TI Maior, lançado pelo governo federal. Para debater o assunto, participaram do programa o secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Virgílio Almeida; o presidente da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Antonio Rego do Gil; Mônica Herrero, CEO da Stefanini informáitca Brasil; e Roberto Carlos Mayer, vice-presidente de Comunicação da Assespro-São Paulo e presidente ALETI (Federação Ibero-americana das Entidades de TI).

Leia mais »

Itália abrindo caminho para o código-fonte aberto

Em 7 de Agosto, uma lei foi aprovada pelo Parlamento Italiano que requer o uso de Software de código-fonte aberto (Software Livre) pela administração pública onde for possível. O artigo 68 do Código  Italiano de Administração Digital (Codice dell'amministrazione digitale) diz que, a partir de 12 de Agosto, as administrações públicas que estejam procurando uma nova solução de Software devem ou usar uma aplicação desenvolvida internamente (in-house), desenvolver seu próprio programa, usar software de código-fonte aberto (Software Livre) ou qualquer combinação destas.
Leia mais »

Marta Suplicy assume MinC e destaca cultura digital

Marta Suplicy assume o Ministério da Cultura e destaca importância da Internet

Por Bruno de Pierro, do Brasilianas.org

Um dia após a aprovação do Sistema Nacional de Cultura (Proposta de Emenda à Constituição 34/2010) pelo Senado, a petista Marta Suplicy tomou posse no Ministério da Cultura (MinC) na manhã desta quinta-feira (13), em Brasília. Durante a cerimônia, a nova ministra disse que, a partir do trabalho de Gilberto Gil à frente da pasta, entre 2003 e 2008, o MinC mudou de paradigma, e destacou a ampliação da participação da sociedade na produção cultural e a importância da comunicação em meios digitais. “A Internet presta serviço, quando permite questionar o que está cristalizado”. A nova gestão dará continuidade aos programas já consolidados, como o Cultura Viva e os Pontos de Cultura, mas já anunciou novas medidas, como a criação do Vale Cultura e a ampliação do PAC Cidades Históricas, conforme anunciou a presidente Dilma Rousseff.

Depois de um ano e oito meses de mandato, a ex-ministra Ana de Hollanda aproveitou o discurso de despedida para explicar suas posições em relação aos direitos autorias - tema que esteve no centro das polêmicas durante sua passagem pelo ministério. “Defendo o direito autoral, pois penso em quem vive disso. Quem vive da criação tem que ter condições de continuar fazendo essa maravilha que é nossa cultura”, explicou, lembrando que, por defender essa posição, nem sempre foi compreendida.

Leia mais »

Célio Turino: "Marta compreende o papel da cultura digital"

"Marta compreende o papel da cultura digital", diz Célio Turino

Por Bruno de Pierro, do Brasilianas.org

A presidente Dilma Rousseff anunciou, nesta terça-feira (11), a nomeação da nova ministra da Cultura, a senadora Marta Suplicy (PT-SP). Ela substituirá Ana de Hollanda, que desde o início do mandato, em janeiro de 2011, tem protagonizado episódios polêmicos de sua gestão, especialmente em torno dos direitos autorais. Marta tomará posse na próxima quinta (13), após entrar de vez na campanha do ex-ministro Fernando Haddad á prefeitura de São Paulo. O suplente de Marta, o vereador paulistano Antonio Carlos Rodrigues (PR-SP) irá substituí-la no Senado.

Assim que assumiu o MinC, Ana de Hollanda, que é irmã do cantor e compositor Chico Buarque, expôs opiniões contrárias às gestões anteriores de Juca Ferreira e Gilberto Gil, evidentemente mais abertas ao copy left e à cultura colaborativa digital. Com a mudança, a perspectiva é de que o desgaste que a pasta sofreu na última gestão seja interrompido e que a polarização entre “defensores do Ecad” e defensores da “distribuição do copy left” se dissolva. 

Para entender como a nova gestão pode ser conduzida daqui para frente, Brasilianas.org conversou com o historiador Célio Turino, um dos idealizadores do programa Cultura Viva do MinC e que, entre 2001 e 2004, trabalhou ao lado de Marta Suplicy na prefeitura de São Paulo. 

Leia mais »

Queda de demanda por computadores reduz receita da Intel

Por Dê

Intel reduz previsões em meio a fraca demanda por computadores

Da Reuters Brasil

A Intel reduziu nesta sexta-feira sua estimativa de receita em nível maior que o esperado, em decorrência da queda na demanda por processadores, em meio à redução de estoques e menores vendas de computadores pessoais.

A companhia informou ainda que irá conter os investimentos diante da desaceleração econômica.

Uma revisão das projeções pela Intel já era esperada por analistas depois que as fabricantes de computadores Hewlett Packard e Dell alertaram para demanda fraca no mês passado.

Leia mais »

Linux lança nova versão do Ubuntu

Por alessandroduarte

Saiu a versão beta 1 do Ubuntu 12.10. Já instalei na máquina virtual (desde o alpha3) e estou testando e reportando bugs (que ainda não ocorreram)

Primeiro beta do Ubuntu 12.10 “Quantal Quetzal” é lançado

Foi liberado hoje, dia 6 de setembro, a primeira versão beta do Ubuntu 12.10 “Quantal Quetzal“, décima sétima versão da distribuição Linux mais usada em desktops. Como sempre, o release seguiu o calendário oficial de lançamento, que pode ser visto abaixo:

  • 07 de junho de 2012: lançamento da versão Alpha 1;
  • 28 de junho de 2012: lançamento da versão Alpha 2;
  • 26 de julho de 2012: lançamento da versão Alpha 3;
  • 06 de setembro de 2012: lançamento da versão Beta 1;
  • 27 de setembro de 2012: lançamento da versão Beta 2;
  • 18 de outubro de 2012: lançamento da versão final do Ubuntu 12.10 ”Quantal Quetzal“.

Este é o quarto ciclo de testes da versão e traz diversas novidades, como você irá conferir abaixo. Pegue sua pipoca e vamos lá! (:

Leia mais »

Liberdade do Software - Software Freedom Day

Traduzido (Livremente) de: http://www.softwarefreedomday.org/en/sfd/software-freedom

Em um momento em que nossas vidas estão cada vez mais dependentes das tecnologias é importante que tomemos algum tempo para refletimos sobre o impacto da tecnologia em nossas vidas, e na importância de garantimos que estas não sejam utilizadas para nos impor limites, mas sim para nos levar por caminhos de oportunidades, inovação e liberdade para todas as pessoas.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos [1] é um conjunto básico de direitos humanos, os quais a maioria das pessoas devem concordar que são apenas o minimo. Muitas vezes nossos direitos básicos não são pensados no contexto da tecnologia, porém mais e mais nossas vidas dependem das tecnologias, tornando-se uma preocupação crescente.

Tecnologias que são importantes para garantir a nossa liberdade, são utilizada em nossos sistemas de votação, nosso lazer, nosso trabalho, educação, arte e comunicação. O que isto significa para você? Isso significa que as liberdades básicas, que todos nós possuimos são tão livres quanto as tecnologias utilizadas por nós.
Leia mais »

Desenvolvedor de jogos critica Windows 8

Por Edsonmarcon

Da Carta Capital

Gargalo digital

Felipe Marra Mendonça

Gabe Newell é um engenheiro de 49 anos, ex-funcionário da Microsoft, dono da Valve, uma das maiores distribuidoras digitais de jogos. O serviço de distribuição da empresa, o Steam, tem cerca de 40 milhões de usuários e mais de 1,5 mil jogos. Isso se traduz em uma fatia de quase 55% do mercado, muito acima de rivais como Amazon, GameStop ou a própria Microsoft.

Todos esses números garantem que as opiniões de Newell sobre o mercado de PCs sejam amplificadas. Seus alvos mais recentes são a Microsoft e o sistema Windows 8, com lançamento previsto para outubro. Falando durante uma conferência de desenvolvedores de jogos em Seattle, na quarta-feira 25, ele disse que o Windows 8 “é uma catástrofe para todos que lidam com PCs. Acho que vamos perder algumas das principais companhias que fazem PCs, elas sairão do mercado. E, se isso se tornar realidade, é bom ter opções para se proteger contra qualquer eventualidade”. Leia mais »

Casa Branca abre código de aplicativos para plataforma móvel

A Casa Branca lançou um novo site para dispositivos móveis juntamente com aplicativos dedicados para Android e iPhone/iPad. E imediatamente abriu o código-fonte destes aplicativos em seu repositório GitHub onde também esta hospedado sua plataforma de Petição desenvolvida em PHP.  
 
Os aplicativos coletam dados dos feeds RSS, agregam e exibem o conteúdo como galerias de fotos, notícias ilustradas ou vídeos. Este também inclui suporte a cobertura ao vivo de eventos do governo americano. Já houve, anteriormente, aplicativos fechados para iPhone, porém a Casa Branca aproveitou a oportunidade para reconstruir completamente, a partir do zero, o aplicativo para adicionar novas funcionalidades e suporte para iPad e Android.
 
A criação dos aplicativos para plataformas móveis e o site fazem parte de uma iniciativa que pretende ter todos os principais serviços do governo disponíveis para dispositivos móveis até a primavera de 2013.
 
A Casa Branca também espera que ao disponibilizar o código permita que outros governos e organização aprimorem o seu envolvimento e comunicação com os cidadães e eleitores.
  Leia mais »

Setor reivindica mudança na política nacional de software

Apesar de elogiarem a mudança de postura do governo - que deixou de apostar exclusivamente no hardware para consolidar ações em software e serviços no plano TI Maior, lançado no último dia 20 de agosto - os empresários consideram pequeno o aporte financeiro do governo e afirmam que os recursos estão sendo divididos em muitas áreas diferentes, batizadas de ecossistemas digitais.

Em entrevista à CDTV, do Convergência Digital, o coordenador do Rio Info, Benito Paret, reitera a posição defendida durante a solenidade de abertura do evento, realizada nesta segunda-feira,03/09, no Rio de Janeiro. "O TI Maior foi uma ação bastante elogiosa, mas temos que ressaltar que há pontos ainda divergentes e que precisam ser ajustados. A certificação da tecnologia nacional é um deles", ponderou.

No discurso proferido na solenidade do Rio Info 2012, Paret deixou claro que da forma que a aplicação da certificação de tecnologia nacional foi elaborada, ela corre o risco de esquecer as pequenas empresas, que respondem por 95% do segmento de software e serviços - para vir a beneficiar apenas as grandes multinacionais e algumas poucas nacionais.
Leia mais »

Google revela detalhes sobre o Goobuntu

Autor: 

Se você acompanha as novidades do Google e do Ubuntu, não é nenhuma novidade que os funcionários da empresa usam uma versão customizada do sistema operacional laranja em Mountain View, o chamado Goobuntu. Mas as informações sobre a mesma são bastante escassas.

Quer dizer, eram, pois ontem Thomas Bushnell, líder técnico do grupo que gerencia e distribui Linux para desktops corporativos no Google, revelou detalhes sobre o mesmo na LinuxCon, conferência anual da Linux Foundation.

Bushnell explica que "o Goobuntu é simplesmente uma skin leve sobre o padrão do Ubuntu". Ele ainda diz que o Google usa a última versão LTS disponível, ou seja, se você estiver usando o Ubuntu 12.04, é como se tivesse rodando o Goobuntu.

O Google usa apenas versões LTSs do Ubuntu porque há um ciclo de dois anos entre os lançamentos, que é mais viável do que o ciclo de seis meses comum. Além disso o gigante das buscas também atualiza e substitui seu hardware a cada dois anos, encaixando perfeitamente com o ciclo de lançamento dessas versões.
Leia mais »

Como a Microsoft foi forçada a abrir o Office

Por alessandroduarte

Simon Phipps: Opinião: Como a Microsoft foi forçada a abrir o Office

Do Softwarelivre.org

Com o código aberto, mesmo que não use o ODF, você se beneficia de um mercado mais competitivo e revigorado.

Em um texto publicado em um dos blogs da Microsoft esta semana, Jim Thatcher, executivo da empresa responsável pelo suporte a padrões no Microsoft Office, descreveu algumas das mudanças na próxima versão do produto:

"Na próxima versão do Office adicionamos dois novos formatos de arquivo que podem ser usados: Open XML estrito e Open Document Format (ODF) 1.2. Também adicionamos suporte à abertura de arquivos PDF, que podem ser editados dentro do Word e salvos em qualquer um dos formatos suportados. Ao adicionar suporte a estes formatos de arquivo padronizados, o Microsoft Office 2013 dá aos usuários mais escolhas na interoperabilidade de documentos."

Leia mais »

Novo capítulo da guerra contra compartilhamento de arquivos

Por zanuja castelo branco

Jovem dos EUA terá que pagar multa de 675 mil dólares por download de músicas

Do Opera Mundi

Justiça norte-americana entendeu que o compartilhamento de 30 faixas foi ilegal e violou leis de "propriedade intelectual"

Em mais um desdobramento da guerra dos Estados Unidos contra o compartilhamento de arquivos na internet, a Justiça do Estado de Massachusetts condenou um estudante nesta quinta-feira (23/08) a pagar uma multa de 675 mil dólares por ter feito o download de 30 músicas – são 22,5 mil dólares por cada faixa compartilhada.

O processo foi iniciado em 2007 pela gravadora Sony após uma companhia especializada no rastreamento de downloads conseguir obter o IP do computador do jovem em agosto de 2004. À época, verificou-se o download de 30 faixas de CDs de bandas como Nirvana, Smashing Pumpkins e Aerosmith.

De acordo com a Justiça norte-americana, o jovem persistiu com esse procedimento “ilegal” por mais de oito anos, entre 1999 e 2007.

Leia mais »

Samsung é condenada a pagar US$ 1 bi à Apple

Samsung é condenada a pagar US$ 1 bi à Apple por violação de patente

Do Estadão

Em um dos maiores episódios de patentes industriais da história, empresa sul-coreana foi condenada por copiar componentes dos aparelhos da concorrente norte-americana

SAN JOSÉ - O júri de um tribunal federal dos Estados Unidos entregou uma grande vitória na noite desta sexta-feira, 24, à Apple ao determinar que a sul-coreana Samsung Electronics infringiu seis patentes da companhia norte-americana e terá de pagar uma indenização de US$ 1,05 bilhão em danos, em um caso sobre aparelhos móveis.

A Apple pediu uma indenização maior, de US$ 2,5 bilhões, mas os US$ 1,05 bilhão determinados pela Justiça são um montante maior que o esperado pela Samsung, em um dos maiores casos que envolvem patentes industriais.

Leia mais »