Uma revolução em curso na gestão de lixo de São Paulo

São Paulo começa a caminhada rumo ao lixo zero. Com a ousadia do tamanho do seu desafio dois meses e 40 reuniões depois, mais de 800 delegados, inclusive de aldeias indígena, eleitos por milhares de paulistanos decidiram nesse começo de setembro como implementar as duas mais importantes diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos, a não geração e reciclagem dos resíduos secos e orgânicos.

Investimento em educação ambiental e comunicação social, extensa compostagem in situ,  coleta seletiva de resíduos secos e de orgânicos universalizada, compostagem e biodigestão anaeróbia descentralizadas, logística reversa dos resíduos secos pelo setor empresarial, contratação formal de catadores de materiais recicláveis organizados, triagem mecanizada de recicláveis secos descentralizada são alguns dos programas, projetos e ações que irão integrar o Plano de Gestão de Resíduos do Município. Leia mais »

Governo quer começar construção de satélite geoestacionário

Do Estadão

Governo apressa projeto de satélite antiespionagem

Suspeita de monitoramento de Dilma pelos EUA impulsiona construção, orçada em US$ 660 mi

Lu Aiko Otta

O governo espera iniciar em outubro a construção do satélite geoestacionário brasileiro, um projeto orçado entre US$ 600 milhões e US$ 660 milhões. A iniciativa, que já estava em andamento, ganhou impulso após as denúncias de que as comunicações de dados do Brasil, inclusive as da presidente da República, estariam sendo monitoradas pelos Estados Unidos. Ele deverá entrar em órbita em 2016.

Hoje, o País está numa situação vulnerável. Comunicação de dados, telefonia, sinais de TV paga e até comunicações militares passam pelo satélite da Embratel, empresa que já foi estatal mas foi privatizada em 1997. Hoje, está nas mãos do empresário mexicano Carlos Slim, dono da operadora Claro.

"Alugamos satélite de uma empresa estrangeira", disse ao Estado o presidente da Telebrás, Caio Bonilha. "Hoje, se tivermos algum problema, não temos controle nenhum sobre ele." Assim, numa situação de guerra, por exemplo, o satélite pode ter sua posição alterada e inviabilizar as comunicações no País. Leia mais »

Venda da Nokia representa morte de um ícone

Do blog de Arnobio Rocha

Nokia – A Morte de um Ícone

“Deixai toda esperança, ó vós que entrais” ( Dante – A Divina Comédia – Inferno)

Pouco mais de três meses atrás escrevi um sobre a quarta geração de celulares (4G e as Gerações da Telefonia Celular) que está chegando ao mundo e no Brasil também e lá rapidamente tracei um quadro dos últimos 20 anos de desenvolvimento da telefonia celular, neste particular, pus a Nokia como a empresa mais importante da segunda geração e a Motorola da primeira geração. Na terceira geração Samsung e Apple desbancaram a Nokia. Assim descrevi:

“O estouro da bolha de telecomunicações/Internet em 2000 atrasou em pelo menos quatro anos o lançamento das redes de Terceira Geração (3G), e o pior, com a crise generalizada dos EUA e Europa, a Quarta Geração, também sofreu longo atraso. Em parte a briga tecnológica entre GSM x CDMA se resolveu com a adoção majoritária do WCDMA (Wide-Band Code-Division Multiple Access) como padrão, o GMS virou a rede de “voz” e “serviços” e o método de espectro de frequência e dados, o CDMA.  Os novos aparelhos são transformados em plataformas de multisserviços, com acesso à internet com plenitude. A capacidade de uso como ferramenta de trabalho dos smartphones foi a grande novidade, neste particular a Apple deu contribuição decisiva com o Iphone e suas telas touchscreen. O sistema android, hoje, maioria do sistema celular, teve na disputa com o IOS (Apple) um impulso para lançar uma gama gigante de aparelhos e modelos, transformando a Samsung a maior empresa de celulares do mundo, suplantando a Nokia, a empresa padrão do 2G”.

Hoje somos informados que a Microsoft comprou a divisão de Celulares da Nokia, mais um duro golpe na mais importante empresa de Celulares da Europa e uma das mais importantes do mundo. Segundo reportagem do UOL,  ”a Nokia  que teve uma participação de 40% do mercado de celulares em 2007, agora tem 15%, com uma presença ainda menor em smartphones, de 3%”. A decadência tem sido vista a olhos nus, não apenas na queda vertiginosa nas vendas e na participação do mercado, mas naquilo que a Nokia foi mais importante, na inovação.

Leia mais »

Por mais de 5 bilhões de euros, Microsoft compra Nokia

Do Estadão

Microsoft compra Nokia por 5,44 bi de euros

Por Filipe Serrano

Negócio inclui a divisão de produtos e serviços da Nokia e patentes da fabricante de celulares finlandesa

SÃO PAULO – A Microsoft fechou um acordo para comprar a fabricante finlandesa Nokia por um total de 5,44 bilhões de euros (cerca de R$ 17 bilhões). O valor corresponde a 3,49 bilhões de euros pela unidade de aparelhos e serviços da Nokia e 1,65 bilhão de euros pelas patentes em nome da fabricante. De acordo com as empresas, o valor do acordo será pago em dinheiro. A Microsoft afirmou que usará fundos aplicados no exterior para fazer o pagamento. A transação deverá ser concluída no primeiro trimestre de 2014, se aprovada por agências reguladoras e acionistas das empresas.

As operações vendidas à Microsoft geraram 14,9 bilhões de euros em 2012 em receita para a Nokia, metade do faturamento da fabricante de celular.

“Com o compromisso e recursos da Microsoft para levar os aparelhos e serviços da Nokia para frente, agora entendemos o potencial completo do ecossistema do Windows, oferecendo as experiências mais completas para as pessoas em casa, no trabalho e em qualquer lugar”, escreveram em uma carta conjunta o presidente executivo da Microsoft, Steve Ballmer, e o presidente executivo da Nokia, Stephen Elop. Leia mais »

O físico que esperou 58 anos pela mais longa pesquisa

Sugerido por MiriamL

publico.pt

Morreu o guardador da experiência da gota de betume

27/08/2013 - 19:38

No último meio século, John Mainstone tomou conta da experiência mais longa em curso em laboratório, que dura há 86 anos. E esperou, pacientemente, para ver alguma coisa acontecer.

 

Leia mais »

Justiça lança concurso de aplicativos sobre trânsito

Sugerido por Edsonmarcon

Da Computerworld

Ministério da Justiça faz concurso de aplicativos abertos

As inscrições vão do dia 30 de agosto até o dia 12 de setembro. Prazo para a entrega dos aplicativos se encerra no dia 18 de outubro.

DA REDAÇÃO

27 de agosto de 2013 - 09h35

O Ministério da Justiça lançou edital de concurso para desenvolvimento de aplicativos para computadores, tablets e celulares, a partir de base de dados dos boletins de acidentes de trânsito da Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

O objetivo é a criação de ferramentas de visualização e acesso a dados de interesse público que possam, entre outras funcionalidades, gerar estatísticas sobre os horários em que ocorrem mais fatalidades, localizar no mapa os trechos mais perigosos de cada rodovia ou traçar um perfil dos acidentes nas estradas.

Os boletins de ocorrências de trânsito nas rodovias federais contêm informações detalhadas desde 2007 sobre cada acidente registrado pela PRF. São mais de um milhão de registros com dezenas de informações, como características dos veículos envolvidos, causa identificada do acidente, quantidade de pessoas envolvidas e descrição completa do ocorrido. Também será publicada a base de dados de autuações de trânsito.

Leia mais »

O concurso de aplicativos abertos do Ministério da Justiça

Sugerido por Edsonmarcon

Do Computer World

Ministério da Justiça faz concurso de aplicativos abertos

As inscrições vão do dia 30 de agosto até o dia 12 de setembro. Prazo para a entrega dos aplicativos se encerra no dia 18 de outubro.

O Ministério da Justiça lançou edital de concurso para desenvolvimento de aplicativos para computadores, tablets e celulares, a partir de base de dados dos boletins de acidentes de trânsito da Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

O objetivo é a criação de ferramentas de visualização e acesso a dados de interesse público que possam, entre outras funcionalidades, gerar estatísticas sobre os horários em que ocorrem mais fatalidades, localizar no mapa os trechos mais perigosos de cada rodovia ou traçar um perfil dos acidentes nas estradas.

Os boletins de ocorrências de trânsito nas rodovias federais contêm informações detalhadas desde 2007 sobre cada acidente registrado pela PRF. São mais de um milhão de registros com dezenas de informações, como características dos veículos envolvidos, causa identificada do acidente, quantidade de pessoas envolvidas e descrição completa do ocorrido. Também será publicada a base de dados de autuações de trânsito. Leia mais »

O problema de interpretação de textos na internet

Sugerido por IV Avatar da Meia Noite

Do blog do Sakamoto

Parece má fé. Mas é só falha na interpretação de texto

Leonardo Sakamoto

Tenho constatado que a interpretação de texto não é o forte de muitos comentaristas de textos na internet. Você se esforça para dizer que o “céu é azul” e o nobre leitor entende que a “morsa está gripada”. Explica que “a água é poluída” e ele reclama que você esta defendendo “um abraço em um zumbi fedorento”.

Pensando na qualidade da educação deste Brasil, o blog lança, veja só, o concurso de redação “Escreve, que eu te leio”, que irá premiar o melhor comentário inserido neste post.

A regra é simples: o comentário deve conter, pelo menos, seis das dez palavras e expressões abaixo. Elas foram sugeridas sem nenhuma segunda intenção aparente por alguns amigos jornalistas de redações em São Paulo, que aproveitam para dedicar sua participação nesta importante iniciativa educacional às professoras que lhes mostraram que aprender a ler é ir muito além da vovó que viu uma uva.

Este mesmo grupelho anônimo vai indicar o melhor comentário, baseado na criatividade, estrutura e argumentação, que ganhará o livro “Cidades rebeldes: Passe Livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil”, da Boitempo Editorial, que conta com um texto deste que vos importuna. Leia mais »

O sistema de choques para evitar o uso do Facebook

Sugerido por MiriamL

Do Público.pt

Estudantes do MIT criam sistema de choques para evitar o Facebook

O problema é conhecido de muitos dos que trabalham em frente a um computador: as visitas mais do que frequentes ao Facebook, ao Twitter ou ao email podem ter efeitos devastadores na produtividade. Preocupados com o número de vezes que iam ao Facebook, dois investigadores do MIT criaram um sistema que dá pequenos choques quando o utilizador visita muitas vezes aquela rede social.

Apropriadamente chamado Pavlov Poke, o sistema pode ser adaptado a outros sites para além do Facebook e está sucintamente descrito nesta página. Essencialmente, uma aplicação detecta quando o utilizador visita repetidamente um site e activa um circuito que dá um pequeno choque na mão do utilizador, através de placas metálicas colocadas numa peça de apoio ao teclado do computador. Leia mais »

App do Google Glass compara preços pelo código de barras

Sugerido por Stanilaw Calandreli

Do OlharDigital

Google Glass ganha app de comparação de preços por código de barras

Os desenvolvedores que receberam as primeiras edições do Google Glass já começaram a criar novos recursos interessantes para o dispositivo. Um novo aplicativo desenvolvido para a plataforma permite a comparação de preços utilizando a câmera e conexão para ler códigos de barras.

O app, chamado Crystal Shopper, reconhece o produto pelo código e retorna a comparação da Amazon, e a faixa de preço do produto.

A própria Amazon já possui um sistema parecido, chamado "Price Check", que pode ser baixado para qualquer iPhone ou Android. A diferença, no entanto, é que com o Google Glass, não é necessário nem mesmo tirar o celular do bolso.

Contudo, o aplicativo ainda está em etapa inicial de desenvolvimento e apresenta bastante lentidão, como nota o The Verge. Ainda não é possível ver avaliações e saber onde comprar os itens pesquisados. Leia mais »

Vídeos: 
Veja o vídeo

A trajetória de Steve Ballmer na Microsoft

Da BBC Brasil

'Pagador de mico', Steve Ballmer vai deixar a Microsoft

Dave Lee

Quatro palavras podem resumir os 33 anos de Steve Ballmer na Microsoft: "Eu amo esta empresa".

Elas foram gritadas a plenos pulmões durante uma agora infame apresentação no ano 2000 na qual um Ballmer animado em um palco tentava inspirar os funcionários da Microsoft. O vídeo do evento lhe rendeu o apelido de Monkey Boy, ou pagador de mico, e se tornou viral na internet.

Em outra apresentação ele suou puxando o coro: "desenvolvedores", "desenvolvedores", "desenvolvedores".

Ao anunciar que vai se aposentar nos próximos 12 meses, Ballmer, de 57 anos de idade, reafirmou sua paixão por meio de um e-mail endereçado a todos os funcionários da companhia. "Eu amo essa empresa", disse ele novamente. Mas, agora, o debate é: será que a companhia o amava?

Nascido em Detroit, Ballmer estudou matemática e economia em Harvard, onde se tornou um amigo próximo de Bill Gates, o fundador da Microsoft.

Em 1980, Gates contratou Ballmer para ser o primeiro gerente de negócios da empresa em uma época em que tinha apenas 29 funcionários. Leia mais »

Windows 8 pode deixar PC mais vulnerável a ataques

Sugerido por foo

Da NBC

Agência alemã adverte: Windows 8 torna PCs mais vulneráveis a ameaças cibernéticas

O aviso vem depois de semanas de indignação pública sobre programas de espionagem dos EUA.

Agências do governo federal e operadoras de infra-estrutura crítica devem evitar o sistema.

FRANKFURT - A agência de tecnologia do governo alemão alertou que a nova tecnologia de segurança em computadores que executam o sistema operacional da Microsoft Windows 8 pode realmente tornar o PC mais vulnerável a ameaças cibernéticas, incluindo sabotagem.

Escritório Federal da Alemanha para a Segurança da Informação, ou BSI, disse em um comunicado publicado em seu site nesta quarta-feira que as agências do governo federal e operadoras de infra-estrutura crítica deve prestar especial atenção ao risco.

O aviso vem depois de semanas de indignação pública na Alemanha sobre vazamentos relacionados a programas de vigilância dos EUA. O escândalo de espionagem tornou-se uma dor de cabeça para a chanceler Angela Merkel à frente de um 22 de setembro de eleição. Leia mais »

Dez técnicas do kit semiótico da manipulação de multidões

Chamado de “século das multidões”, o século XX nos deixou como legado um verdadeiro kit semiótico completo de ferramentas de gestão do comportamento de grupos e multidões. Esse kit composto por 10 ferramentas é aplicado na sua totalidade ou em fragmentos por políticos, agências governamentais, líderes de seitas, jornalistas e publicitários. Desde as manifestações de rua anti-globalização de Seattle em 1999, observa-se uma crescente importância na manipulação das multidões. A sequência atual de manifestações em diversos países como Brasil, Egito e Turquia nos faria questionar se estariam sendo aplicados nestes eventos ferramentas desse kit. Por isso, vamos entender cada uma dessas dez ferramentas para que possamos reconhecê-las nas ruas ou nas mídias. Leia mais »

Os estudos sobre a exploração de terras-raras no Brasil

Sugerido por Tamára Baranov

Da Folha

Brasil dá a largada na corrida por metais de tablets e de mísseis

DIANA BRITO,  DENISE LUNA
DO RIO

O governo federal iniciou a corrida em busca dos recursos naturais mais cobiçados do século 21: os metais conhecidos como terras-raras.

Eles são ingredientes essenciais na produção de derivados da alta tecnologia, como tablets, mísseis teleguiados, carros elétricos e geradores eólicos.

Em entrevista à Folha, o ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, informou que contratou a consultoria da Fundação Certi (Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras) para desenvolver estudos sobre a exploração de terras-raras no Brasil.

Um pré-estudo, feito pelo Centro de Gestão de Estudos Estratégicos do ministério, ficou pronto neste mês e servirá de base para o trabalho da Certi.

Ainda sem noção exata sobre o volume existente em território nacional, Raupp afirmou que o trabalho vai traçar toda a trajetória tecnológica de exploração dessa riqueza no país, até o final da cadeia. Leia mais »