Dilma critica europeus por ações nesta crise

Por Tio Almir da Bahia

Do El Nacional

 
La mandataria aseguró que "Brasil está en otro camino", el de la distribución de la riqueza y la reducción de los costos de producción
 
Dilma Rousseff, presidenta de Brasil
 
La presidenta brasileña, Dilma Rousseff, criticó hoy a los Gobiernos de los países europeos que han anunciado cortes de derechos laborales para salir de la crisis y abogó por adoptar políticas que favorezcan a los trabajadores.

"Varios países del mundo están cortando el decimotercer salario, como es el caso de España esta semana, cortan en 30 por ciento el salario de los concejales, aumentan los impuestos y el país va de mal en peor", afirmó Rousseff en un discurso en la localidad de Maragojipe (Bahía, noreste) con motivo del bautismo de una plataforma petrolífera.

Rousseff señaló que las medidas de austeridad se han adoptado mientras que el desempleo ha crecido hasta afectar al 25 por ciento de la población activa y a "la mitad" de los jóvenes en algunos países europeos.

Acesso a verdade: qual o papel do Arquivo Nacional?

Governo não emite sinais claros sobre qual papel o Arquivo Nacional deve desempenhar. Leia mais »

Dilma obtém recorde de aprovação, para desgosto das elites

Dilma ao lado dos presidentes da Argentina e do Uruguai, no dia em que o Mercosul suspendeu o Paraguai , em condenação ao golpe contra Lugo, presidenta obtém mais um recorde de popularidade  Leia mais »

Rio+20 mostrada na imprensa é a negação do futuro

Crianças passam fome na África: sem acesso a água e terras férteis a privação de alimentos compromete o futuro e se mostra como um cruel desastre ambiental. Leia mais »

A identidade do governo Dilma

Por zanuja castelo branco

De Carta Capital

Dilma vai à guerra

Maurício Dias

Após embate com o poderoso capital financeiro, a presidenta Dilma forçou e conseguiu a redução dos juros para um patamar histórico. A taxa de 8,5% ao ano, anunciada nos últimos dias, não só marca o aniversário dos primeiros 18 meses de administração dela como também consolida, para decepção dos céticos, a identidade de Dilma.

Leia mais »

Entrevista com ex-marido de Dilma

'Dilma foi o meu maior amor'

Por Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo

Ex-marido e grande amigo da presidente, Carlos Araújo fala de prisão, tortura e também de paixão: 'Dilma é romântica e gosta de sonhar'

"Um café? Sim, quando você quiser, meu anjo." E assim, no primeiro telefonema, e em menos de cinco minutos, foi possível marcar um encontro com o advogado trabalhista Carlos Araújo, 74, ex-marido de Dilma Rousseff. Uma semana depois, ele abria a porta de sua casa, à beira do rio Guaíba, em Porto Alegre, para uma entrevista.

Isadora Brant/Folhapress/Porto Alegre, SP  
O advogado em sua casa, em Porto Alegre

Leia mais »

'Dilma foi o meu maior amor'

'Dilma foi o meu maior amor'

Por Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo

Ex-marido e grande amigo da presidente, Carlos Araújo fala de prisão, tortura e também de paixão: 'Dilma é romântica e gosta de sonhar'

"Um café? Sim, quando você quiser, meu anjo." E assim, no primeiro telefonema, e em menos de cinco minutos, foi possível marcar um encontro com o advogado trabalhista Carlos Araújo, 74, ex-marido de Dilma Rousseff. Uma semana depois, ele abria a porta de sua casa, à beira do rio Guaíba, em Porto Alegre, para uma entrevista.

Isadora Brant/Folhapress/Porto Alegre, SP  
O advogado em sua casa, em Porto Alegre

Leia mais »

Cabral e o pedido de desculpas aos torturados

Por Vânia

Do R7

Presa e torturada no Rio, presidente Dilma receberá pedido de desculpas de Sérgio Cabral

Governador entregará carta para 120 pessoas por abusos sofridos na ditadura militar    Leia mais »

O almoço entre Lula, Dilma e Haddad

Por zanuja castelo branco

Do Balaio do Kotscho

O bacalhau com Dilma e Lula entre amigos

Hadad ExPres Lula Pres Dilma CAPA 1024x601 O bacalhau com Dilma e Lula entre amigos

 

Se não fosse pela presença de alguns homens vestidos de preto, em pé, no fundo do salão,  seguranças da Presidência da República, e fotógrafos à porta, quem entrasse para almoçar nesta sexta-feira no restaurante Bacalhau, Vinho & Cia, na Barra Funda, em São Paulo, poderia pensar que se tratava apenas de uma confraternização entre amigos às vésperas do fim de semana. Leia mais »

A verdade dos fatos para iluminar o breu da ditadura

A escuridão de nossa história recente que a Comissão da Verdade precisa iluminar. Leia mais »

Vitória de Hollande ou [também] rejeição do neoliberalismo?

Franceses rejeitam reformas neoliberais, o cenário mundial pode se equilibrar entre conservadores liberais e progressistas nas instâncias multilaterais. Leia mais »

Agenda positiva: Dilma libera 32 bilhões para transportes

Dilma libera verba para projetos de mobilidade urbana para as maiores cidades do país. Leia mais »

Dilma, a gerente nos tempos da política da lição de casa.

A última pesquisa de opinião do Datafolha, que dá à presidenta Dilma Rousseff 64% de aprovação, muito acima dos seus antecessores no mesmo tempo de governo, serve para reforçar uma vez mais a idéia de que a polarização irracional entre PT e PSDB que imprensa, internet e redes sociais alardeiam está superdimensionada. Se somar os que consideram o atual governo regular, Dilma alcança 93% de opiniões favoráveis – o que não implica, nas simulações de segundo turno (!) contra candidatos tucanos, que a atual presidenta consiga reverter automaticamente todo seu apoio em votos.
Leia mais »

Dilma tem aprovação recorde

Por interlocutor

Da Folha de S.Paulo


A presidente Dilma Rousseff bateu mais um recorde de popularidade, mas seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, é o preferido dos brasileiros para ser o candidato do PT ao Planalto em 2014.


Esse é o resultado principal da pesquisa Datafolha realizada nos dias 18 e 19 deste mês com 2.588 pessoas em todos os Estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.


O governo da petista é avaliado como ótimo ou bom por 64% dos brasileiros, contra 59% em janeiro.


Leia mais »