As ideias de Mercadante no MCT

Da Folha

ENTREVISTA ALOIZIO MERCADANTE

"Precisamos de Marinha e Petrobras no estudo do mar"

Com o orçamento federal apertado para reduzir a dívida pública, diz ministro de Ciência e Tecnologia, solução será buscar apoio entre empresas e militares


Marcelo Camargo/Folhapress

SABINE RIGHETTI
ENVIADA ESPECIAL A BRASÍLIA

Tornando-se ministro de Ciência e Tecnologia após ser derrotado nas eleições para governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, nomeado há poucas semanas, assumiu o cargo falando em tirar do papel projetos científicos ambiciosos (e caros).

Entre os projetos, um novo reator nuclear, um anel de síncrotron mais moderno e um observatório do ecossistema marinho ("Amazônia Azul") em tempo real.

Vamos ter dinheiro para tudo isso? Em entrevista exclusiva àFolha, Mercadante disse que sim, já que os recursos devem vir também das empresas. E instituições como a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), de apoio à pesquisa, podem virar banco de inovação.

Para Mercadante, um um foco mais empresarial poderia dar à ciência nacional um novo impulso.

Leia mais »

O acesso da Anatel a dados sigilosos

Por chico rasia 

Esse obscurantismo da FSP já está cansando. Matéria não cita projetos de lei, normas ou portarias da ANATEL. Alguém entendeu alguma coisa?

Comentário

A reportagem trata os dados de chamadas como "documentos fiscais". E compara com a tentativa da Receita de pedir extratos de correntistas para  os bancos.

Da Folha

Anatel terá acesso total a dado sigiloso de telefones 

Agência vai coletar informações sobre números chamados, data, duração e valor

Órgão diz que objetivo é melhorar fiscalização para cobrar metas das teles; advogados veem ilegalidade

JULIO WIZIACK
DE SÃO PAULO Leia mais »

O que diz a Folha sobre a FAlha

Por Pedroncio

Do "Desculpe a nossa FAlha"

Reportagem da Folha de hoje sobre a censura ao FAlha traz incorreções e omite um “detalhe”: a cobrança de dinheiro por parte do jornal

Hoje a Folha publicou o artigo “Ação contra blog visa impedir o uso de domínio e logotipo”, no qual defende o processo contra mim (Lino) e meu irmão (Mário) por conta da paródia que fazíamos por meio do extinto FAlha de S.Paulo. No site, o artigo é fechado para assinantes, mas tomamos a liberdade de reproduzi-lo abaixo, já que há algumas incorreções e omissões que precisam ser pontuadas. Rapidamente: Leia mais »

O desmanche da TV Cultura e a Folha

Comentário

Há um pano de fundo nessa história toda e atende pelo nome de Toninho Denardi.

Trata-se do polêmico braço direito de Marcos Mendonça, ex-presidente da Fundação Padre Anchieta.

Paulo Markun assumiu o posto com a incumbência de esvaziar o esquema montado. Conseguiu  tirar da Fundação, mas o pessoal acabou se alojando nas TVs Assembleia, Justiça. E também na Câmara Municipal.

Sem condições de desfazer o esquema, decidiu-se jogar a criança com a água e tudo. Portanto, há alguma razão nessa postura do Sayad.

É jogo pesado, pepino que vai explodir em breve. Os rumores já são expressivos, para serem varridos para baixo do tapete.

Por hugo

A Folha fazendo malabarismos para limpar a barra de Sayad a frente do desmanche da TV Cultura.

Trechos:

(...)

Queremos concentrar nosso reduzido talento administrativo na telinha e no rádio. O foco da TV é o seu público", afirmou Sayad para justificar a não renovação dos contratos com a TV Assembleia e a TV Justiça.

Leia mais »

Passaportes: a desmoralização da Folha

Autor: 

Deu no Vermelho: Estadão revela que emissão de passaportes diplomáticos para parlamentares, cônjuges e filhos é atividade rotineira - e ninguém jamais fez escarcéu por conta disso. Aliás, até um deputado do PSDB já solicitou o mimo, para poder ir às compras em Miami com a mulher e os rebentos sem ter que encarar filas...

 Miro: Estadão desmoraliza a Folha

Caso Falha: a impessoalidade da Folha

Do Desculpe a Nossa Falha

Pessoal: a disputa Folha X Falha não é pessoal. Mas as empresas têm rosto

Por Lino Bocchini

Poucas coisas irritam mais do que não conseguir falar com uma pessoa de verdade nos serviços telefônicos de operadoras de telefonia, internet, TV a cabo e afins. Entre jornalistas é comum até apelar para as assessorias de imprensa das companhias, tamanho o desespero por não conseguir falar com um gerente, supervisor, encarregado, qualquer um que resolva o problema. Quando começou a polêmica da censura da Folha contra a Falha, eu, meu irmão e metade da blogosfera brasileira ficamos falando sozinhos. Ninguém do lado de lá se manifestou. Um silêncio total na Barão de Limeira ignorou –e segue ignorando– a gritaria coletiva. Nenhuma surpresa, assim são as grandes corporações. Não têm rosto, nem voz. Restam gravações, atendentes mal pagos, impessoalidade.

Cansei de ouvir, de gente de dentro e de fora da Folha, que a decisão de nos processar “não tinha nada a ver com a redação”, e seria “do jurídico”. Mas quem são essas instâncias? Alguém trabalha lá, responde por aquilo, planeja suas ações. Quando você não consegue resolver o problema do seu celular ou da sua TV a cabo, a culpa não é do coitado do atendente nem do departamento X ou Y. A responsabilidade é de quem manda nessa turma toda e bolou esse sistema perverso, feito para que você não fale com quem decide. Aliás, feito pra que você sequer saiba quem decide. 

Leia mais »

As notícias da greve do judiciário paulista

Por Belarmino

Nassif,  eu sou Servidor do Tribunal de  "IN" Justiça de São Paulo.

Acho, (minha opinião), que neste caso você está errado.

Desde o início da greve do judiciário paulista,  (de grande importância estadual , que desagradou a todos, inclusive aos grevistas, e que não teve nenhum post aqui)  já havia uma coleta de assinaturas para ser instalada esta CPI.

O governo cortou em mais de 50% o orçamento 2011, do judiciário paulista.  Vem mais uma greve aí.

A justificativa do governo foi de que todo o dinheiro enviado ao TJ, vai para custeio dos Magistrados e não para pagar os direitos trabalhistas dos Servidores. 

Leia mais »

Jornalismo estilo prato francês "Requente diantionte"

Em 07 de Agosto de 2008, o site Terra Magazine através do jornalista Bob Fernandes trazia a seguinte reportagem:

Luis Cláudio, filho de Lula, era alvo de seqüestro

Bob Fernandes- Direto de Pequim Leia mais »

O caso Falha no Financial Times

Do Comunique-se

Financial Times chama Folha de "mal-humorada" por retirar blog paródia do ar

Da Redação

O jornal Financial Times publicou em seu blog Beyond Brics um artigo sobre a disputa judicial entre a Folha de S.Paulo e o blog paródia, Falha de S. Paulo, que satirizava o jornal. O texto, assinado por Andrew Downie, chama a Folha de "mal-humorada" e diz que a liminar que retirou o blog do ar causa dano à reputação do veículo, "como uma das forças progressistas no jornalismo brasileiro".

O artigo destaca que "ao invés de rir de si mesmo ou ignorar a paródia, o jornal mais vendido do Brasil obteve uma liminar ordenando os irmãos a fechar o site".

Leia mais »

Jornalismo estilo prato francês "Requente diantionte"

Em 07 de Agosto de 2008, o site Terra Magazine através do jornalista Bob Fernandes trazia a seguinte reportagem:

Luis Cláudio, filho de Lula, era alvo de seqüestro

Bob Fernandes- Direto de Pequim Leia mais »

Os negócios dos filhos de Lula

Da Folha.com

Filhos de Lula são sócios em 2 holdings

JOSÉ ERNESTO CREDENDIO
DE BRASÍLIA
ANDREZA MATAIS
EM SÃO PAULO 

Dois dos filhos do presidente Lula, Fábio Luís e Luís Cláudio, abriram em 16 de agosto deste ano duas holdings --sociedades criadas para administrar grupos de empresas--, a LLCS Participações e a LLF Participações.

Ao final de oito anos de mandato do pai, Lulinha e Luís Cláudio figuram como sócios em seis empresas.

Folha constatou, porém, que apenas uma delas, a Gamecorp, tem sede própria e corpo de funcionários.

Seu faturamento em 2009 foi de R$ 11,8 milhões, e seu capital registrado é de R$ 5,2 milhões. Ela tem como sócia a empresa de telefonia Oi, que controla 35%.

As demais cinco empresas não funcionam nos endereços informados pelos filhos de Lula à Junta Comercial de São Paulo. São, por assim dizer, empreendimentos que ainda não saíram do papel.

Leia mais »

Os bastidores da entrevista de Assange

Por Stanley Burburinho

Do Desculpe a nossa fAlha

Por Lino Ito Bocchini

23 dezembro 2010

Os bastidores da entrevista de Assange ao Estadão + Vazou a crítica interna da ombudsman da Folha!

Como vocês devem imaginar, não foi fácil para o Estadão publicar um petardo contra sua compadre da Barão de Limeira. O jornal quis cortar o trecho em que Assange referia-se à Falha, mas o pessoal do WikiLeaks que acompanhava o Assange não deixou. Tinha uma exigência clara de não se vetar nenhuma das partes da entrevista, segundo confirmação de fontes do próprio Estadão. Uma vez impedido de censurar a censura, a direção do jornal dos Mesquita teve que travar um saboroso e constrangedor diálogo com a direção da Folha, diálogo esse que eu pagaria mil reais para ouvir uma gravação. O resultado foi a publicação do trecho da Falha mais o box-outro lado da Folha, aquele textorisível em que o jornal do Otavinho nega a censura. (Não sei porque, mas lendo esse box da Folha repetindo freneticamente “Eu não censurei!”, me lembrei daquele personagem do Casseta & Planeta que, dentro de uma sauna gay, rodeado de marmanjos e só de toalha, bradava “Eu não sou gay!”).

Leia mais »

O caso Falha de S. Paulo no TJ-SP

Por Stanley Burburinho

Do Comunique-se

Para Justiça, site que parodiava a Folha fazia "concorrência parasitária" 

Da Redação

Nesta quarta-feira (15/12), a 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) julgou improcedente o Agravo de Instrumento dos irmãos Mario e Lino Bocchini, que pedia a derrubada da liminar que retirou o blog Falha de S. Paulo do ar. A página parodiava o jornal Folha de S. Paulo. A decisão foi unânime.

Leia mais »

A voz da Elite Branca

Uma das vozes da Elite Branca chama-se Danuza Leão. O texto abaixo demostra de forma clara e nítida todo o ódio enraizado na alma desta classe que culpa Lula ( e agora Dilma) não por tirar-lhes as benesses (que por sinal aumentaram), mas por darem ao povo o direito de realizarem seus sonhos. O direito do povo de poder realizar sonhos é o nó na garganta da Elite Branca.

Acompanhe o texto extraído do jornal Folha de São Paulo deste domingo.

Destaquei frases, uma pela ironia e outras pelo preconceito.

Vamos combinar? Leia mais »

A impagável entrevista do Sr. Cloaca

Por Marco

Um off topic mais do que justificado: A entrevista do ano 

Do Cloaca News

EXCLUSIVO – A TRANSCRIÇÃO DA ENTREVISTA QUE O REPÓRTER DA FOLHA FEZ COM O SENHOR CLOACA NA SAÍDA DO PLANALTO 

- Olá, você é o senhor Cloaca, não é? 

- Você, não. Senhor. 

- Hãã...o senhor é o senhor Cloaca, não é?

- Até prova em contrário. E enquanto as pragas não pegarem...

- Será que voc...o senhor poderia me dar uma palavrinha?

- Uma só? Pode ser um adjetivo?

Leia mais »