Vereador tenta barrar Parada Gay na Paulista

Por Juca

Mais uma do Apolinário, q vai se consolidando como a liderança retrógrada da política paulista.

Do Estadão

Vereador tenta barrar Parada Gay na Paulista

Carlos Apolinário apresentou ontem projeto de lei à Câmara; iniciativa já conta com apoio das principais lideranças do Centrão

24 de março de 2010 | 0h 00

Diego Zanchetta – O Estadao de S.Paulo

O vereador Carlos Apolinário (DEM) apresentou ontem um projeto de lei para vetar a realização da 14.ª Parada Gay de São Paulo na Avenida Paulista, marcada neste ano para o dia 6 de junho. A iniciativa já conta com o apoio antecipado das principais lideranças da Câmara Municipal.

Em duas semanas, é a segunda vez que Apolinário, do mesmo partido do prefeito Gilberto Kassab (DEM), afronta o Executivo. O projeto foi apresentado um dia após Kassab confirmar a parada deste ano na principal avenida da cidade. Membro da Assembleia de Deus e dono de rádio evangélica, Apolinário conseguiu há duas semanas, ao articular a derrubada de um veto do prefeito, reduzir as normas de fiscalização da lei do silêncio.

“Se a Marcha Para Jesus e a festa do Dia 1.º de Maio já ocorrem no Campo de Marte (localizado na zona norte da capital), a parada também pode ocorrer no mesmo local, sem prejuízo à rede hoteleira da cidade”, argumenta Carlos Apolinário. Leia mais »

A questão política da banda larga paulista

Por Benê Teixeira

Nassif, bom dia

Como uma visão política mesquinha pode prejudicar interesses maiores do país. Visão tão pequena que as vezes parece beirar o absurdo, como por exemplo o que informa a reportagem: “Outra diferença é que o governo estadual paga pela conexão, ao passo que o programa federal é bancado pelas próprias concessionárias”.

SP ainda é o ponto fraco do Banda Larga nas Escolas

quarta-feira, 24 de março de 2010, 21h37

Ministros e técnicos do governo e representantes das empresas de telecomunicações reuniram-se ao longo de toda esta quarta-feira, 24, para discutir o programa Banda Larga nas Escolas, que tem como meta chegar ao fim de 2010 com todas as escolas urbanas do país com acesso à Internet em alta velocidade. O governo federal comemorou o avanço do projeto, que já tem mais de 45 mil escolas conectadas até o momento, segundo dados apresentados pelo ministro da Educação, Fernando Haddad. O ponto fraco do programa, no entanto, continua sendo o estado de São Paulo. Leia mais »

Suicídio nos bairros ricos de SP

Por Gilberto Marotta

Dinheiro não traz felicidade?

Da Folha

Bairros mais ricos de SP têm maior taxa de suicídio

Estudo da USP avaliou dados de 1996 a 2005; no período, houve 4.275 mortes

Renda, migração, estado civil e maior isolamento podem ajudar a explicar os números mais elevados nos bairros centrais da cidade

JULLIANE SILVEIRA

DA REPORTAGEM LOCAL

Um estudo feito com dados da Prefeitura de São Paulo e do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que, de 1996 a 2005, regiões centrais da cidade apresentaram o dobro da taxa média de suicídios da periferia.

Enquanto os bairros centrais tiveram, em média, 6,3 casos para 100 mil habitantes por ano durante o período estudado, aqueles localizados em áreas mais distantes, na zona sul da cidade, apresentaram 3,3 casos. Ocorreram 4.275 mortes por suicídio no período. Leia mais »

Fraude na renovação da carteira de motorista

Por André

E finalmente o método de burlar o exame da CNH, do qual muitos aqui já devem ter ouvido falar, virou matéria jornalística. E como brasileiro ama levar vantagem em tudo, mesmo que precise pagar a mais por isso, uma porrada de compatriotas pagam a mais para renovar a carteira de habilitação com base no “jeitinho”, e isso porque o exame nem de longe é difícil, bastando apenas estudar atentamente uma cartilha que nada tem de hermética.

Do UOL

Autoescolas corrompem sistema digital e oferecem esquema para renovar CNH em SP

Arthur Guimarães
Em São Paulo

Criado para modernizar a emissão das carteiras nacionais de habilitação (CNHs) e classificado pelas autoridades como uma eficiente barreira contra as fraudes, o sistema digital usado pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) para aplicação das provas de atualização de motoristas já foi corrompido pelas autoescolas e Centros de Formação de Condutores (CFCs) da capital paulista.

Sem rodeios ou vergonha, os atendentes oferecem aos interessados esquemas variados para driblar o controle oficial e emitir os documentos sem que os motoristas tenham de estudar ou aprender os conteúdos mínimos necessários para dirigir pelas ruas. Noções de primeiros-socorros, cujo desconhecimento pode custar vidas, não precisam nem ser vistas pelos corruptores da lei.

Como apontam entrevistas feitas com pessoas que participaram do golpe e após a reportagem do UOL Notícias comprovar in loco que o crime é negociado abertamente, a estratégia inventada para enganar o Detran mistura tecnologia, malandragem e até interpretação teatral. Leia mais »

Brasil quer ser o centro financeiro internacional

Da Folha

Projeto quer transformar Brasil em centro financeiro da América Latina

Governo e setor privado discutem mudanças nas regras cambiais, tributárias e de funcionamento dos mercados para tornar o Brasil referência financeira na América Latina.

A ideia é que o país seja um centro regional, concentrando o fluxo de entrada e saída de recursos dessa região.
Com isso, além de abrir capital das suas empresas na Bolsa brasileira para vender ações a investidores estrangeiros, os países vizin Leia mais »

Planejamento urbano para São Paulo

Por Jura

“São Paulo representa hoje (1995) uma mancha urbana da ordem de 1.500 quilômetros quadrados, cerca de 30 por 60 quilômetros. Isso significa que, com 100 milímetros de chuva, buscam saída 150 milhões de toneladas de água.”

Da Carta Maior:

Que saudade da São Paulo da garoa!

Os prejuízos causados pelas chuvas em São Paulo vêm sendo tratados pelos meios de comunicação como uma mera fatalidade, fruto de uma excepcionalidade da natureza. Em artigo escrito em 1995, o professor Ladislau Dowbor já alertava que não era mais possível dizer, a cada ano, que se tratava das maiores chuvas da história, de um fenômeno excepcional. “Na realidade, a enchente tornou-se uma companheira permanente da cidade por uma simples razão de formas de urbanização”, escreveu Dowbor.

Ladislau Dowbor

Artigo publicado originalmente em 23 de março de 1995 no jornal O Estado de São Paulo. Leia mais »

Mudanças no MP paulista

Do Estadão

Serra apresenta projeto de alterações no MP

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,serra-apresenta-projeto-de-a...
AE - Agencia Estado

Tamanho do texto? A A A A
SÃO PAULO - O governador José Serra (PSDB) deu início a um processo de reforma dentro do Ministério Público de São Paulo. Por meio de projeto de lei complementar, Serra quer alterar oito artigos da Lei Orgânica da instituição abrindo caminho para os promotores de Justiça concorrerem ao cargo de procurador-geral de Justiça - posto hoje restrito aos procuradores.

O governador também abre as portas do Conselho Superior, permitindo aos promotores se candidatarem a seis cadeiras do colegiado que controla arquivamento de inquéritos civis, inclusive os do procurador-geral, e decide sobre promoções e remoções na carreira. O conselho tem 11 integrantes, todos procuradores, e é presidido pelo procurador-geral. É a mais ampla reforma já promovida na instituição que detém competência constitucional para investigar improbidade e corrupção na administração pública. Leia mais »

As estatísticas paulistas do crime

Atualizado

Por Legal

Poxa, a taxa de homicidios em Sao Paulo despencou 66% …. uau. E a de latrocinio aumentou …..
Deixa eu ver se entendi. Se alguem entrar na minha casa e me matar eu vou parar na estatistica do homicidio.

Se alem de me matar, levarem algo eu vou pra estatistica do latrocinio.

E se alguem tiver a paciencia de pegar os dois dados e confranterem um com outro sera que a mascara deste pessoal nao cai?

Alias, esta historia de seguranca em Sao Paulo me lembra aquela cena do (esqueci o nome do filme), onde um fulano com TRES PERFURACOES, encontrado na PRAIA foi classificado como AFOGADO. Leia mais »