O Café com Prosa, projeto que debate temas ligados à prática profissional do Jornalismo e da Publicidade na Faculdade Social da Bahia (FSBA), volta a cartaz no dia 21 de maio, numa discussão sobre convergência e os limites éticos entre o jornalismo e a publicidade. O pano de fundo para o debate será o filme documentário “Cuíca de Santo Amaro”, dirigido pelo jornalista Josias Pires e lançado em 2011. 

Carregando o nome de seu personagem tema, a produção percorre os mesmos lugares por onde Cuíca costumava circular na velha Bahia, entre 1925 e 1964. Fragmentos da trajetória de vida do poeta são contados por seus familiares, por pessoas do povo e por intelectuais que o conheceram e viram suas performances em Salvador e no Recôncavo Baiano. 

Cuíca usava seus cordéis para noticiar fatos e ficou conhecido por extorquir fontes em troca de informações perigosas. Adiantava alguns detalhes de suas manchetes e aguardava a reação do público. Se fosse procurado em tempo hábil, vendia toda a edição para uma só pessoa. Caso contrário, saía pelas ruas mercando os versos. A vendagem era certa. 

Cuíca de Santo Amaro deixa um legado picante e irônico da vida baiana, versos como vísceras de uma cidade emprenhada de preconceitos e hipocrisia. Sua obra abrangente e variada é como um jornal do povo, o melhor da tradição jornalística da literatura popular. 

O evento é aberto para alunos, profissionais e interessados no assunto, e as inscrições poderão ser feitas no local. 

                      Fonte: reprodução FSBA