Vocês acham o esquema da TelexFree, um grande golpe? É porque os senhores ainda não analisaram o golpe aplicado pela Hoken e pala Hailiving, e agora pela BlackDever. Eles conseguiram implantar de forma sutil e muito bem arquitetada, um sistema de pirâmide financeira disfarçado em um negócio MILIONÁRIO de vendas de franquias. Eles “oficializaram” e “legalizaram” o golpe da pirâmide financeira utilizando o pretexto de VENDAS DE FRANQUIAS no sistema de Marketing Multinível (MMN), um dos golpes mais inteligentes já vistos nos últimos tempos, e acho que serviu de inspiração para a TelexFree. Um esquema EXTORSIVO idealizado por um grupo de supostos empresários da água, que na realidade não passam de grandes estelionatários. Esse esquema FRAUDULENTO passou, e continua passando despercebido pelas autoridades brasileiras, possui um nível de complexidade bastante elevado, não é fácil desbaratá-lo, e os órgãos de fiscalização, mesmo alertados sobre o assunto, não fizeram nada para detê-los. Além de ganharem muito dinheiro com a venda de franquias, colocaram milhares de pessoas para vender os seus “produtos" super-faturados pelo sistema de vendas diretas, fizeram das vítimas uma espécie de "empregados" sem carteira assinada, sem vínculo empregatício, e o que é pior, essas pessoas ainda pagaram para trabalhar quando investiram na compra de franquias, contribuindo assim para o enriquecimento ilícito e sem causa desses estelionatários.


       O “carro chefe” do golpe da Hoken e da Hailiving se baseou em venda de franquias. Já houve várias modalidades, mas o modelo que mais prosperou foi o da Hailiving: Franquia Máster (abrangência estadual, regional), valor de R$ 500.000,00 a R$ 1.000.000,00; Franquia Store (franquia de loja) valor R$ 350.000,00; Franquia Premium - R$ 45.000,00 e Franquia Classic - R$ 19.000,00. Houve também outras formas de captação de investidores mais modestos que eram aqueles que faziam o investimento mínimo de R$ 1.245,00 na compra do Kit de Trabalho ou Kit Saúde (condição necessária para entrar no negócio), eram os chamados DI, ou seja, Distribuidores Independentes. E acreditem, eles vendiam aos milhares por todo o Brasil.


     ¿Mas o que fazia uma pessoa investir R$ 1.000.000,00 numa Franquia Máster? – Resp.! A crença nas promessas dos estelionatários de retorno rápido e ganhos elevados aos investidores, pois ao comprador de uma Franquia Máster era oferecida inúmeras vantagens financeiras, mas a principal era o ganho extraordinário da venda de até quinze códigos de franquias Premium, ou seja, R$ 450.000,00 o equivalente a R$ 30.000,00 por Franquia vendida. A partir da décima quinta, os ganhos eram menores, mas expressivos, aproximadamente R$ 10.000,00 por franquia.


      ¿E o que fazia uma pessoa comum investir R$ 45.000,00 em uma franquia Premium? Resp. – A ilusão de ganhar muito dinheiro com a comissão obtida pela venda de franquias e a formação de uma grande rede de adeptos pelo Marketing Multinível. A verdade é que quem comprava essas franquias tinha recursos financeiros disponíveis. Não era qualquer pessoa sem dinheiro ou desempregado que investia neste pseudonegócio, mas também, ninguém conseguia ficar rico vendendo filtros d’água, como eram iludidos a pensar as vítimas no momento em que investiam na compra de uma franquia, pois seria preciso vender muitos filtros só para recuperar o dinheiro investido, mesmo acreditando na suposta e falsa margem de lucro “altíssima” oferecida pela Hailiving. Porém, quando a vítima caia na realidade, e analisava seu campo de vendas, percebia que seu círculo de amizades e de parentes era finito e limitado e que um dia iria acabar, então, a vítima entendia que precisava mesmo era vender franquias para tentar recuperar seu dinheiro investido, e assim, era induzida a se comportar desta maneira, e fazia de tudo para trazer novos franqueados para a Hailiving. Assim, prosperou o sistema da pirâmide financeira, disfarçada na venda de franquias em marketing multinível. A comissão paga pela Hailiving era muito alta, em torno de R$ 50.000,00 com a venda de Franquia Máster; R$ 30.000,00 com a venda de Franquia Store; R$ 15.000,00 com a venda de Franquia Premium; e R$ 5.000,00 com a venda de Franquia Classic. Entretanto, como a maioria dos franqueados não conseguia vender franquias, muitos acabavam amargando fortes prejuízos e poucos se davam bem no negócio.


        O que a Hailiving desenvolveu não foi Marketing Multinível, como dizia o Presidente da “empresa”, José Edson Ayusso e seus leais seguidores, e sim, uma estratégia ardilosa e muito sutil para fazer os franqueados – vítimas – incidir e se manterem em erro, e assim, obterem vantagem econômica ilícita em prejuízo destes. Tratava-se de uma organização criminosa que desenvolveu um sistema mafioso para enriquecer um pequeno grupo de sócios à custa do engano do povo brasileiro.


        No pouco tempo em que estive envolvido no negócio vi algumas pessoas venderem de tudo para investirem em franquias da Hoken e da Hailiving. Teve um senhor que vendeu seu táxi para comprar uma Franquia Premium no Valor de R$ 45.000,00 e dois anos depois vi o mesmo senhor abandonar o negócio e comprar um carrinho de lanches para sobreviver. Soube do caso do marido que convenceu sua esposa a vender a casa e morar de aluguel para investirem em uma franquia Premium, meses depois se separaram. Hoje, vivem amargando uma situação financeira muito difícil. Esses são apenas alguns dos muitos casos tristes de fracassos escritos na vida dos franqueados da Hailiving e da Hoken.


        Em algumas cidades a competição entre franqueados chegava a ser patética, pois eles viviam se esbarrando pelas esquinas das ruas ou chegando ao mesmo tempo na casa de um mesmo cliente, tudo isso pela multidão de pessoas que tinha no sistema, pois não havia limites para a saciedade dessas empresas, pois eles vendiam franquias todo dia, toda semana e para qualquer um que aparecesse com o dinheiro acreditando no negócio, mesmo que fosse uma velhinha aposentada ou um velhinho deficiente.


        Resumindo, esses espertalhões idealizaram um senhor negócio de venda de filtros para o Brasil inteiro, ganharam rios de dinheiro vendendo franquias sem ter uma única indústria própria instalada no País, não possuíam tecnologia própria, nem patenteada para fabricar nada, não precisaram contratar um único vendedor sequer de carteira assinada e ainda conseguiam recrutar multidões de pessoas que eram iludidas pelas promessas de ganhos elevados, e quando elas compravam uma franquia estavam na prática pagando para trabalhar para a Hailiving. Dessa forma, os vigaristas eliminam, teoricamente, o vínculo empregatício, fizeram fortunas no golpe da pirâmide financeira, disfarçada pelo sistema de "Marketing Multinível", e de quebra, enganam a população brasileira (clientes) com benefícios à saúde que nem sempre eram verdadeiros, além de submetem esses cidadãos a um escandaloso assalto praticado dentro de suas próprias residências, através do esquema da venda de produtos super faturados por meio do sistema de vendas familiar. Hoje, esse negócio está desacreditado e a empresa falida, mas os estelionatários estão muito bem e já estão tentando aplicar um novo golpe através da empresa chamada BlackDaver. Atenção autoridades, milhares de pessoas vão cair nesse NOVO golpe chamado BlackDever, assim como aconteceu no caso TelexFree, Hoken e Hailiving.


       E atenção! A BleckDever foi criada em abril de 2013 e está prometendo pagar até 5X mais que a TelexFree. Como?


      De conformidade com o Código Penal brasileiro o estelionato é capitulado como crime econômico (Título II, Capítulo VI, Artigo 171), sendo definido como "obter para si ou para outro, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento”.