Estima-se que do volume de esgoto que as estações de tratamento recebem diariamente, 1% transforma-se em lodo durante o processo de recuperação da água. Esse resíduo tem alto valor como adubo orgânico, dada sua concentração de nutrientes (nitrogênio e fósforo) e micronutrientes essenciais (zinco, cobre, ferro, manganês, entre outros). O lodo também tem alta capacidade de retenção de água e de recuperação do solo, por sua composição orgânica.