Autor: 

Em rápida entrevista ao jornalista Luis Nassif, o candidato a presidência pelo PSOL, Plínio Arruda, afirma que o desafio da esquerda será libertar a população pobre do medo de passar fome e, ainda, que o PT se afastou das vertentes socialistas.

“Você viu a resposta que eu dei para a Dilma? Ela disse que eu vim da direita para esquerda e que ela vinha da esquerda para a esquerda. Então eu respondia: o mérito então é meu!”, risos. O intelectual e ativista Plínio Arruda acusa o governo do Partido dos Trabalhadores de não resolver o problema da liberdade apesar das ações de repasse de recursos para famílias de baixa renda.

"Para se ter ideia, 35% da população brasileira tem medo de passar fome, não como a africana, mas em algum momento da vida. E isso é tão angustiante que vigiam em torno disso”, explica. Logo, na visão de Plínio, o governo Lula teria, com o Bolsa Família, assegurado o anseio desses brasileiros, mas sem resolver o problema da liberdade.

O candidato confirma que o socialismo sofreu derrotas brutais ao longo das décadas, não apenas no Brasil, mas no mundo. Por outro lado, acredita que o movimento pode se fortalecer a partir da utopia da igualdade, “que está no coração de todo o mundo”.

“Viver sem utopia termina na barbárie”, completa. E foi perdendo a “utopia da igualdade” que, ao seu ver, o PT se tornou igual aos demais partidos.  

Tags: 
Tags: 
Seu voto: Nenhum Média: 4.5 (2 votos)
3 comentários
imagem de Anônimo

O programa Bolsa familia não é uma panacéia, ele tem uma função estratégica do ponto de vista psicologico, politico, eleitoral e economico. Basta ler o artigo de Maria Rita Kehl: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/maria-rita-kehl-dois-pesos.html

 

 
imagem de verídico

;

;

vídeo imperdível do Lula falando sobre o Bolsa Família: em 2000 e em 2009

http://www.youtube.com/watch?v=83WUqpvddq8

 
imagem de Anônimo

 

tá aqui o próprio Lula falando sobre o Bolsa Família no ano 2000 e em 2009

http://www.youtube.com/watch?v=83WUqpvddq8

"É por isso que se distribui tanta cesta básica, porque isso, na verdade, é uma peça de troca em época de eleição. E assim você despolitiza o processo eleitoral. Você trata os pobres da mesma forma que Cabral quando chegou ao Brasil,, distribuindo espelho e dijuterias para ganhar os índios,,,,. Você tem como lógica manter a política de dominação que é secular no Brasil."

 

 

 

 

 

 

Postar novo Comentário

CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.