Re: Cortiços: o mercado habitacional de exploração da pobreza

imagem de Fuhgeddaboudit™
Fuhgeddaboudit™

Aproveite, e peça a Ministra Tereza Campello (que ontem esteve em um POST, aqui), para dizer onde os 40 milhões de brasileiros que ganham menos do que dois Salários Mínimos poderão encontrar para compra, pelo menos 1.000.000 de imóveis financiados pelos Programas Sociais do Governo. Mas, observe, não vale o subterfúgio de dizer que existe no interior da Bahia, 500 casas disponíveis para os 10 milhões que moram em favelas e nas periferias do Rio, São Paulo e BH. Grande parte dos R$ 75 bilhões, desviados no governo LULA (e reconhecidos em prestação de contas pela CEF - quer ver ???) para outros segmentos que não o Minha Casa Minha Vida, como o que foi inescrupulosamente aplicado em imóveis para a NOVA CLASSE MÉDIA BRASILEIRA (mesmo que com ágios e over-prices de 80 a 200%), em lugar dos "carentes e de baixa renda".  

 

Ou eu encontro um caminho ou eu o faço! Philip Sidney.