As formas de corrupção nos municípios brasileiros

Por Adir Tavares

MORTE POR MIL MORDIDAS, CORRUPÇÃO MUNICIPAL NO BRASIL

Do site A Pública

Telegrama fala sobre formas de corrupção que acontecem nos municípios brasileiros. Segundo o texto, são como "picadas de formigas de fogo”.

No começo de 2004, a imprensa começou a repercutir denúncias feitas pela Controladoria Geral da União (CGU) a respeito de casos graves de corrupção nas prefeituras, que estariam desviando cerca de 20 bilhões de reais por ano dos cofres públicos.

A mensagem da embaixadora americana Donna Hrinak começa dizendo que as investigações da CGU identificaram “uma grave corrupção em mais de dois terços dos municípios inspecionados, enquanto a maioria dos restantes contabilizam inúmeras irregularidades” e chama as denúncias de “histórias de horror”.

O documento diz que o impacto financeiro das “formigas de fogo” na economia brasileira era impressionante mas que, apesar da campanha “louvável” da CGU, não havia planos por parte do governo brasileiro em atacar a corrupção. Uma reportagem da revista Veja embasa alguns números publicados no texto. “A revista Veja, de maior circulação no Brasil, falou sobre o assunto em uma matéria intitulada ‘Uma praga nacional – corrupção e inepcia nas prefeituras desviam mais de 20 bilhões de reais por ano’. Usando a analogia das formigas de fogo, a matéria lista um grande número de prefeitos, vereadores e outras autoridades corruptas que desviam recursos federais destinados aos seus municípios e diz que o montante é enorme. Mais de 107 bilhões de reais do orçamento federal foram destinados aos 5.560 municipios no Brasil, um número que aumentou quase 70% desde 1995. Desta quantidade, ao menos 20 bilhões desapareceram através de comportamento corrupto ou inepto”.
O texto explica o programa de fiscalização de municípios a partir de sorteios públicos da CGU criado em 2003, que usa o mesmo sistema de sorteio das loterias da Caixa Econômica Federal para definir as áreas municipais e estaduais a serem fiscalizadas. “Depois de completar auditorias em 200 municípios, a CGU identificou 139 (70%) como severamente prejudicados. Apenas sete (3,5%) foram considerados com gestão clara e precisa”.
As formas de corrupção usadas pelas prefeituras também são listadas no documento: pagamentos duplos de contratos, superfaturamento, empresas fantasma, bônus extra para funcionários, nepotismo, cheques borracha, desvio de dinheiro público para contas pessoais, uso pessoal de veículos oficiais e práticas de contabilidade falsas.

Uma das questões mais preocupantes para a embaixadora, parece ser o não funcionamento dos conselhos comunitários, que deveriam supervisionar os atos dos prefeitos de dentro das cidades. “Na maioria dos casos, os conselhos foram criados apenas formalmente, mas nunca existiram reuniões e muito menos uma conduta pública real de supervisão. Imparcialidade dentro dos conselhos é rara. Muitos membros, muitas vezes funcionários da prefeitura, foram selecionados pelos prefeitos, que também eram os responsáveis pela utilização dos recursos federais”.

O  documento aponta o norte e o nordeste do Brasil como as áreas com maior nível de corrupção e cita que há ligação estreita entre corrupção e “atraso político”, segundo Waldir Pires, então ministro-chefe da Controladoria-Geral da União. “Ele observa que as auditorias feitas em um pequeno número de municípios nordestinos identificou em apenas um mês o desvio de 17,7 milhões de reais da SUDENE, uma agência que foi finalmente dissolvida por corrupção endêmica e ineficácia.”

A “PRAGA” DOS VEREADORES

Em um segundo momento do telegrama, Hrinak diz que o governo federal também tem sua parcela de culpa. “Os municípios recebem 15% de todas as receitas ficais ao contrário das cidades do México, por exemplo, que recebem 3%. Existem mais prefeitos e vereadores do que nunca antes no país. Desde o início da década de 1990, mais de 1000 municípios foram criados, muitos sem justificativa legal, econômica ou social. O país teve de sustentar 60.276 vereadores. Uma decisão do Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) reduziu este número a nível a 8.500, um passo que muitos acreditam estar na direção certa. Mas o congresso está lutando para aprovar uma emenda constitucional que aumentaria o numero para 51.700”.

Donna Hrinak conclui o telegrama dizendo que embora seja impossível evitar que as “formigas de fogo” piquem o orçamento público, a campanha de inspeção da CGU tem um impacto positivo ao documentar tantos casos e mostrar a dimensão do problema antes das eleições de outubro (que aconteceram naquele para prefeito e vereadores). A embaixadora americana critica e elogia, colocando que a identificação da corrupção é apenas parte da batalha: “ainda não há evidências de um plano de ação do governo brasileiro para atacar o problema com processos eficazes, resistência e atos políticos, como restabelecer os conselhos municipais”.

Em 2011, casos de corrupção nos municípios ainda recheiam páginas de jornais. Em entrevista dada `a BBC Brasil em dezembro de 2010, o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage disse que as auditorias realizadas pela CGU junto aos municípios encontram “coisas assombrosas”.

A batalha do Supremo Tribunal Eleitoral para reduzir o número de vereadores também não deu certo. O Brasil tem hoje 51.992 vereadores e, segundo cálculos da Confederação Nacional dos Municípios, em 2013 o número deve subir para 59.708, por conta do aumento populacional registrado pelo censo do IBGE de 2010.

 


Nenhum voto
30 comentários
imagem de MinistraMiLi
MinistraMiLi

Acaba a discussão quando pessoas com horizontes bem estreitos saem com a máxima: "Vocês que criticam estão fazendo o quê aí? Se querem mudar porque não se canditatam e blábláblá"

Na verdade a resposta se faz desnecessária, mas como essa posição é de uma falta de esclarecimento atroz, lá vai a resposta:

Nós estamos AQUI "parados" trabalhando e exercendo nossa profissões...Somos advogados, professores, pedreiros, donas de casa..... Que pagam 40% de tudo que ganham ao governo só pelo direito de existir, sem retorno nenhum, e ainda sem o direito de exigir satisfações? Se nós fôssemos sair daqui para assumir a posição de políticos o Brasil iria a falência, pois não há profissão tão deficitária para os cofres públicos como essa. Salários irreais, custo benefício zero, e que ainda dão uma "mordida" extra no erário sempre que possível como uma bonificação pelo seu sacrifício descomunal...A contribuição dos políticos para a riqueza nacional é negativa. O dinheiro é nosso, dos trabalhadores, e os políticos por gerenciarem algo que não lhes pertence devem dar muita satisfação sim.

Espero que este tipo de comentário venha de um político. Pois se vem de um cidadão assalariado como todos nós...Aí se prepara pq é o fim do mundo mesmo!!!

 

"Ministra Michelly Limoeiro, sempre ácida e espinhosa!" - A ética dos canalhas tem a frente de uma Catedral Gótica e os fundos de um bordel !!!

 
imagem de João B. do Amaral
João B. do Amaral

A Frente Municipalista   está sempre  argumentando contra a injusta e desigual distribuição do bolo dos impostos entre a União , Estados e Municípios. Ora, mesmo ficando com a menor parcela do bolo , existem graves denuncias de irregularidades em 80% dos municípios . Então com certeza a coisa seria mais grave se os municípios abocanhassem uma fatia maior desse bolo . Exemplos de denuncias corriqueiras de fraude praticadas pelos prefeitos : Desvio das verbas da merenda escolar , superfaturamento e excesso  nas compras de material de consumo , superfaturamento e excesso  nas compras de combustíveis, irregularidades em licenciamento de obras , consertos fictícios da frota de veículos , de tratores e de máquinas, práticas de nepotismo, existência de funcionários fantasmas , superfaturamentos em obras civis de escolas , de hospitais , de ginásios de esporte  e de outros prédios públicos , compras de carros luxuosos que ficam a serviço do gabinete do prefeito e muitas vezes utilizados   para fins particulares, compras superfaturadas de medicamentos , material hospitalar  e de equipamentos hospitalares . Nas cidades grandes e de porte médio existem irregularidades nas concessões de transportes coletivos, nos aumentos de passagens dos transportes coletivos urbanos, fraudes na coletas de licho, fraudes nas desapropriações . Por outro lado existem também desvios de recursos oriundos de verbas federais provenientes de convênios específicos.  Na maioria dos municípios , os prefeitos , quando terminam seus mandatos passam a ter  sua situação financeira  financeira e  de  posse de bens patrimoniais  em um patamar infinitamente acima  em relação ao momento em que iniciaram  seus mandatos.


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 

 
 
imagem de Homero Pavan Filho
Homero Pavan Filho

Gente, pelamor, não é só nos municípios, não. Falem pro TCU fazer o mesmo com os estados ou com os ministérios e verão.

 
 
imagem de Spin in Progress1
Spin in Progress1

A corrupção nas prefeituras Brasil afora, em especial nos grotões, é uma coisa de louco, não há como controlar, os Tribunais de Contas são controlados pelo governador, o MP idem, a câmara municipal nem se fala, quando o prefeito não tem maioria na câmara, se ele(prefeito) for petista terá o mandato cassado de forma injusta e vamo que vamo.

 
 
imagem de Nisio
Nisio

" Por todo Brasil uma RALE DE 10ª CATEGORIA assumiu a politica municipal. Nao era assim na Republica de 1946."


Vamos tirar as cortinas do passado e acertar o óculos para enxergar melhor nossa História.


Assim como a doação de terras do estado, os cartórios pelo Brasil afora são exemplos de práticas de corrupção que foram iniciadas pelo império e continuaram no tempo. Muitos políticos e afilhados ganharam cartórios, esta praga que existe em apenas 3 paises no mundo.


É inegável que a corrupção continua, mas estamos caminhando para a redução, graças ao aparelhamento dos instrumentos públicos como Polícia Federal, CJU e MPF. Vai demorar muito porque acima de tudo, é uma sintoma cultural onde a "lei de gerson" é encarada pela população como normal. Atirar papel no chão, desrespeito no trânsito e outras práticas nefastas na coletividade são aceitas como normais.


Também não acredito que a instrução formal seja a panacéia deste mal, haja visto que a mercadoria "educação" hoje tornou-se um dos melhores negócios do Brasil, que o diga a Mirian Leitão que é sócia das FIC (Faculdades Integradas de Caratinga) e Walter Paulo Santiago dono da Faculdade Padrão de Goiana e envolvido com o Cachoeira.  


 


 


 

 
 
imagem de Andre-Luiz
Andre-Luiz

A se basear no caso do municipio de Taubaté-SP, grande culpa desse desvio aviltante está no judiciário local. O atual prefeito de Taubaté tem contra si denuncias feitas pelo MP local que simplesmente não caminharam na justiça. A quase totalidade dos processos emperrados esteve a cargo de um único juiz da Vara federal da cidade. O atual prefeito, Roberto Peixoto (ex-PSDB, ex-PMDB) já começou o segundo mandato com fortes acusações de compra de votos e abuso do poder econômico. É réu em processos de desvios de verba da Merenda e da Saúde (envolvendo as mesmas empresas que prestavam serviços para os grandes municipios e que tiveram repercussão nacional). Mas ele vai conseguir manter seu mandato, e vai conseguir esvaziar até o último centavo dos cofres municipais, porque mesmo nos casos em que a justiça aceitou abrir processos, recusou o pedido do MP para afastá-lo do cargo. Esse prefeito chegou a ser preso pela PF no ano de 2011, mas conseguiu, novidade, um habeas corpus no STF, depois que seu advogado fez uma reuniãozinha privê com dos supremos (o qual não me lembro).

Por sua vez, os vereadores do municipio rejeitaram um pedido de impeachement feito após a conclusão de uma comissão de inquérito que apurtou fraudes nos contratos de fornecimento de medicamentos.

 
 
imagem de Gldeus
Gldeus

A corrupção é enorme nos municipios. O prefeito compra todo mundo, servidores, vereadores, cidadãos etc.

Dobrar o numero de vereadores como os mesmos recursos, para evitar o conluio politico.

Deveria criar o plano diretor basico a nivel federal para os municipios. Atualmente as ruas das cidades pequenas e medias estão ficando mais estreitas e os passeios de tão estreitos nem segurança oferecem aos pedestres. Estão construindo predios e casas nas grotas e reservas legais das cidades, ou melhor, não sabem nem o que é reserva legal, não deixam vazão para aguas fluviais.

O Brasil é um país de doido, não se moderniza. Em pleno seculo 21 falta saneamento basico em todas as cidades e falta o tratamento dos residuos desse mesmo saneamento basico porque o meio ambiente é de quinto plano. Pode-se exterminar todo o meio ambiente em volta este não tem valor.

 
 
imagem de JB Costa
JB Costa

É estarrecedor o quando os recursos públicos são desperdiçados e desviados das pequenas comunas brasileiras. Afirmo isso com segurança e convicção porque sempre me relacionei com prefeituras ao longo da minha vida profissional.

Há exceções? Há. Mas apenas para confirmar a regra. Uma situação vergonhosa e calamitosa. Nossas prefeituras se tornaram feudos de um número restrito de famílias que elegeram o erário como o grande norte das suas vidas. 

Não sei o percentual exatamente. Mas dou um chute: dos recursos geridos pelas prefeituras, se juntarmos a corrupção braba( a Câmara de Vereadores é uma mera homologadora das patifarias dos prefeitos; é não sai de graça, não), a incompetência e a incúria, deve chegar aos 40% o desperdício.

 
 
imagem de meiradarocha
meiradarocha

Corrupção: 80 bilhões de prejuízo por ano.

Sonegação: 200 bilhões de prejuízo por ano.

Algum telegrama sobre sonegação?

 
 
imagem de Municipalista
Municipalista

Qual a sugestão, acabar com os municípios? Fazer concurso público para os cargos de prefeito e vereador? Francamente, os argumentos andam fraquinhos, fraquinhos quando se trata de falar de prefeituras, viu?
Eu devolvo a pelota, a culpa é do cidadão que faz campanha na internet contra a política, que prega voto nulo em vez de fundar um partido e trabalhar.

Ninguém gosta de debater política, especialmente as políticas públicas municipais. É só reclamação, generelização, malhação de Judas, mesmo. Em vez de ajudar isso afasta da política pessoas que não gostam de ver seu nome achincalhado por aí.

Eu participo da eleição municipal aqui em minha cidade, e quando encontro alguém disposto a debater, logo recebo na cara, ante o menor argumento, que só defendo este ou aquele porque estou de olho em um cargo. E Deus sabe que não é essa a realidade, já tenho emprego e espero, até o final do ano, nem precisar mais de emprego, haja vista que estou pra iniciar um negócio próprio. 

Eu não tenho mais saco pra aturar certos "corajosos" que dizem ou escrevem o que querem numa rede social e depois se escondem. E acho que quer tem essa ambição, de ocupar cargo público, eletivo ou em comissão, só pode estar doente da cabeça ou completamente alienado da realidade. 

 

 
 
imagem de Marcio TT
Marcio TT

Oh, Maringá, Maringá, depois que tu partiste tudo aqui ficou tão triste que garrei a imagina... Oh, Maringá, Maringá.....

 

Bela, tão bela, tão vilipendiada...  Onde está tu, oh, Justiça...?

 
 
imagem de MinistraMiLi
MinistraMiLi

Excepcionalmente tentarei ser breve...

A luta contra a corrupção somente a nivel Federal é completamente ineficaz se nada for feito no município, é como querer matar uma árvore cortando-se os galhos. Ora, é no município que os cidadãos efetivamente vivem, é nele também onde estão os maiores ralos de dinheiro público, e onde este dinheiro se encontra mais suscetível nas mãos de governantes municipais despreparados e ou "espertos" mesmo. Outro engano é deixar a solução sistêmica para o governo federal, que logicamente é interessado nesta maior fiscalização, mas que gastaria tanto ou mais dinheiro com a instalação e custeio dos conselhos municipais do que o montante desviado, pagando duas vezes a conta. É como alguns dizem, familia e "compadres" de prefeitos de cidades pequenas nunca estão desempregados. Desocupados sim! Mas desempregados nunca!

Mais que só falar, já estou dando exemplo e encaminhando esta proposta ao candidato mais cotado ao pleito municipal em minha cidade Curitiba-PR, vou me inteirar da situação e continuo informando todos acerca deste assunto. Segura que aí vem bomba!! Por favor, colegas de Nassif online, podem ir mandando um "auxílio diazepam", tenho certeza que irei precisar!!!!

 

"Ministra Michelly Limoeiro, sempre ácida e espinhosa!" - A ética dos canalhas tem a frente de uma Catedral Gótica e os fundos de um bordel !!!

 
imagem de Jose de Almeida Bispo
Jose de Almeida Bispo

Só tem uma saída: a justiça parar de fazer política e arregaçar as mangas. Punir. Mas punir pra valer. Enquanto eventualmente houver juiz, desembargador ou ministro de tribunais superiores comendo bola nada sai do lugar. Indiferente pela certeza de que nada muda, o cidadão de bem não moverá um dedo em cobrar justiça e muito menos em cobrar honestidade do político. E os urubus continuarão se empanturrando.

 
 
imagem de MinistraMiLi
MinistraMiLi

Caro amigo José Bispo!!!

Eu também sou da antiquada opinião de que o Poder Judiciário tem que incriminar, julgar e condenar políticos corruptos, com a mesma rigorosidade e peso. E não flertar com o Executivo e o Legislativo. Mas, como aqui no Brasil tudo é "relativo"... e a verdade vira mentira rapidinho...o final ELES DECIDEM!

Tomando o Ministro Joaquim Barbosa como exemplo, sem dúvida o membro do Judiciário em maior evidência no momento, merecidamente na minha opinião; sua irredutibilidade na convicção de que "Crime é crime e merece punição!", está lhe rendendo o status de inquisidor Torquemada do Brasil contemporâneo (se ainda não viu dê uma olhadinha nos comentários sobre), que entrará para história por ter levado os mensaleiros a fogueira injustamente. A extrapolação está tão fantástica como tenho dito, que beira o delírio de considerar que este juiz, que assume a presidência do STF em novembro, pretende um golpe de Estado impondo violentamente sua supremacia a pobre e frágil Srª Dilma. Dentre outras, temos denúncias inflamadas de que este "carrasco" arquitetou e reformou maldosamente a AP/470 para garantir a condenação dos pobres acusados, como se ele dentro de um colegiado fosse voto único e os outros ministros simples alegorias. Se ele declara a um inoportuno repórter que os " ministros não devem satisfação a ninguém sobre seus atos" em um processo, se levantam os ufanistas entorpecidos invocando máximas constitucionais como "Todo poder emana do povo!" e " O povo é o dono do erário, portanto patrão de todos os funcionários públicos!". Lógico que são princípios legítimos indiscutíveis! Mas qual o interesse e a  lucidez em se usar uma caixa dágua cheia para se apagar um vela?

Nós, saídos da Matrix, os cidadãos "awake", sabemos que esta campanha fantástica de apresentar  ao povo o Min. JB como o primeiro "Negro Nazista" da história, seguirá até que o Sr.  José Dirceu seja declarado "Mártir Vivo" da república brasileira. Em mais um capítulo de o Mundo Fantástico do PT, oferecimento do PIG , Sindicato dos Ladrões de Brasília e União dos Cidadãos Alienados "Aguardando a Copa!"...

 

"Ministra Michelly Limoeiro, sempre ácida e espinhosa!" - A ética dos canalhas tem a frente de uma Catedral Gótica e os fundos de um bordel !!!

 
imagem de jucemir rodrigues da silva
jucemir rodrigues da silva

Que exagero!

Não existe corrupção nos municípios, é tão somente CAIXA 2...

 
 
imagem de claudio coimbra
claudio coimbra

Por isso nas eleições sou  a favor de trocar todo mundo, não reeleger ninguém, pois até que os novatos aprendam a roubar a gente economisa pelo menos uns 3 meses de desvios de recursos públicos.

 
 
imagem de Andre Araujo
Andre Araujo

Historicamente a politica municipal era a grande escola dos politicos brasileiros desde a Independencia. Era a formaçao

preparatoria para o nivel estadual e este para o federal. As biografias dos politicos da Republica Velha começavam no municipio. O Estado Novo de Vargas fez um excelente trabalho na montagem desse filtro seletivo atraves dos Departamentos da Municipalidades criados nas Interventorias. No Estado Novo escolhia-se o melhor medico da cidade ou o melhor engenheiro ou o comerciante de melhor reputaçao. Tambem eram muito escolhidos juizses e promotores para Prefeitos, todos faziam o melhor que podiam, o periodo 37 a 45 foi dos melhores da administraçao municipal brasileira.

Conheci de perto esse processo na historia escolha de um tio avo para prefeito de uma pequena cidade, nao conhecia ninguem na politica e foi escolhido pelo "cadastro", um nome de bem com com bom preparo na cidade. Dessa safra do Estado Novo sairam excelentes nomes, como Juscelino Kubitschek, Abrao Ribeiro, Samuel das Neves, Pedro Ernesto, Prestes Maia, por todo o Brasil se revelaram bons administradores que depois foram os lideres da Republica de 46;

Nesse ciclo corrupçao municipal era rarissima, os escolhidos se esmeravam no capricho de uma boa administraçao, Sao Paulo teve uma otima gestao, o Departamento de Cultura da Prefeitura era chefiado por Mario de Andrade, obras grandes para a epoca como os tuneis 9 de julho, grandes avenidas, como Ipiranga, Nove de Julho, Anhangabau, Sao Paulo teve seu esqueleto urbano montado na Prefeitura de Prestes Maia.

Mesmo na Republica de 46, ja mais aberta, a regra eram prefeitos de bom nivel, com poucos recursos faziam muito mais que hoje.

A caisa foi para o vinagre a partir da Nova Republica. Hoje o Prefeito razoavel e uma grata exceçao. A regra e o assaltante que vem com uma corja esfomeada, tivemos exemplos dantescos nas ultimas tragedis da Serra Fluminense, em Teresopolis, Nova Friburgo, roubas de donativos, saques de comida e remedios para os flagelados, mais de 150 milhoes de reais para consertar os estragos foram surrupiados, Prefeitos em sequencia escorraçados e o substituto tambem  roubando,  alguns trocaram tres Prefeitos em um ano, por causa de corrupçao,  nos municipios beneficados com mega royalties de petroleo no Estado do Rio  e um saque descarado, , bilhoes da Petrobras que nao serviram para nada, tudo roubado. A CGU corre atras do prejuizo mas o problema e anterior, vem do sistema politico brasileiro, esse mesmo que o STF finge desconhecer e ninguem quer reformar.

 
 
imagem de Edmilson Fidelis
Edmilson Fidelis

Como manter um padrão de excelência com trinta partidos disputando uma eleição?

Em BH temos mais de mil candidatos a vereador. 1287 para ser mais exato.

Dividir para conquistar. Já dizia Napoleão.

A maioria dos eleitos serão aqueles que os partidos querem e os que tem maior poder economico para fazer uma campanha.

E os interesse da maioria dos partidos não é eleger candidatos sérios. É eleger candidatos que sirvam ao partido e aos donos dos partidos.

E a culpa sempre será do povo que não sabe votar.

 

A única coisa que os senhores de bom grado dão aos escravos é a esperança. (Albert Camus)

 
imagem de Jose de Almeida Bispo
Jose de Almeida Bispo

A questão é que até 1946 não havia muito dinheiro em jogo; só cargos divididos entre os amigos "iluminados" geralmente com diplomas fajutos com muitos poucos realmente digno de serem considerados intelectuais. Em 1946, os Municípios passaram a ter mais margem de manobra com alguns impostos passando dos Estados para eles. Foi uma farra. Em 1967 a farra acabou e até vereador de cidade pequena ficou se nada ganhar. Em 1988 a nova Constituição manteve o que de melhor e funcional houve na de 46, mas também um maior controle central como em 1967 retornando ao estilo Pombal da era colonial. Em 1994 com a estabilização da moeda e depois com o crescimento da arrecadação, o dinheiro começou a jorrar e aí a ladroagem encostou. Faltou - e falta - o quê? Justiça pra prender e tomar o produto do roubo. Aí estamos com a mais alta corte de Justiça do país fazendo na prática mera politicagem enquanto senadores e deputados ladrões continuam tranquilos em seus cargos... vale à pena roubar, desde que se seja amigo da Rede Globo, da Veja... e tenha juízes amigos.

 
 
imagem de Schell
Schell

Aumentar o número de vereadores, em si, não acarreta mais despesas. É só o executivo manter o mesmo percentual de repasse (a lei diz sobre o máximo a ser repassado). O problema é que (a) quase todos os municípios repassam ao legislativo o máximo permitido; (b) que, obviamente, mais vereadores significa mais assessores (aspones).

 
 
imagem de Andre Araujo
Andre Araujo

O ""vereador"" nao que so o jeton ou o vencimento. Quer MUITO MAIS, quer o mensalao que o Prefeito tem que arrumar rouando na merenda, nos remedios, na pavimentaçao. Quanto mais vereador, mais ""roubo"", eu estou sendo muito comedido, a coisa e muito pior do que se pode imaginar, e uma tragedia nacional.

 
 
imagem de Marcelo Albagli
Marcelo Albagli

Pode ser que a maioria esteja no Norte / Nordeste - mas duvido que algum município mova mais dinheiro com corrupção do que no Rio de Janeiro. Junto as Olimpiadas com uma coligação de 20 partidos e tente imaginar porque a campanha de reeleição do atual Prefeito do Rio será a mais cara do Brasil.

 
 
imagem de Andre Araujo
Andre Araujo

A corrupçao municipal e o vestibular da ""grande corrupçao" estadual e federal. Começa pelo roteiro do sistema politico brasileiro construido pela Constituiçao de 1988, porque antes, na Constituiçao de 1946 NAO ERA ASSIM.

1.A politica municipal e considerada ""Meio de se arrumar na vida"".

2.Quem e atraido para o "negocio" e uma rale do municipio, com algum capital de exposiçao ao conhecimento publico, locutor de radio, pastor de igreja, dono de posto de gasolina, dona de farmacia, medico de clinica popular,, dirigente de clube, dono de bar, etc.

3.O "empresario da politica"" monta um grupo igual ou pior que ele, fazem campanha, ganham a prefeitura. Ai o negocio e ""se arrumar"" e partem para o saque, na merenda escolar, na pavimentaçao, na compra de remedios, em qualquer coisa que de para roubar.

4.A Camara de Vereadores e parte da quadrilha, em municipios pauperrimos vereadores se pagam 10 mil por mes de vencimentos, conheço gente que ganhava 900 Reais em uma fazenda e eleito vereador passa a 8.500, em cidade pequena. O esperto NUNCA MAIS vai querer largar essa boca.

5. Por todo Brasil uma RALE DE 10ª CATEGORIA assumiu a politica municipal. Nao era assim na Republica de 1946.

Os Prefeitos eram ilustres medicos, o advogado mais conhecido da cidade, diretores de colegio. Hoje e """Nezinho do Posto"", ""Neide da farmacia"", ""Elias borracheiro"", ""Ze do Boteco"", alo, alo esquerdolandia, ISSO NAO E DEMOCRATIZAÇAO DA POLITICA, nada a ver, isso e BANDIDAGEM, nao e o pobre no poder, e o POBRE QUE VIRA LADRAO, quem diz nao sou eu, e a Controladoria Geral da Uniao, um Ministerio que tem feito excelente trabalho.

6.Por fim NOTA ZERO para os partidos politicos, parte da pilantragem dessa politica rasteira, de ratazanas, em cada municipio os partidos criam ""esquemas"", tem Prefeito que controla 15 legendas na cidade, as mais estranhas combinaçoes, PC do B com DEM, casamento de tatu com morcego, tudo para evitar que outro grupo lhe tome o poder, vende-se e compra-se legenda como Fusca velho, e um balcao descarado, SANCIONADO PELOS PARTIDOS, nao tem inocente nesse jogo, voce pode imaginar o PIOR nessa politica e nao chegara perto da realidade, QUE E MUITO PIOR.

 
 
imagem de Edmilson Fidelis
Edmilson Fidelis

Você dá um diagnóstico errado para o problema.

A culpa não é dos "Nezinho do Posto"", ""Neide da farmacia"", ""Elias borracheiro"", ""Ze do Boteco"",  que são usados pelos partidos para obterem votos.

Embora alguns destes eventualmente consigam se eleger, que comanda a farra não são eles.

O índice de renovação nas camaras municipais não é muito alto e que se mantem lá não são os mencionados.

Não são os citados que comandam a estrutura partidária.

Mas, resta uma esperança: O STF vai resolver o problema condenando os mensaleiros e voltaremos a ser um país governado por políticos honestos, "ilustres médicos", "conhecidos advogados" (Arghhhh) e representantes da "direitolandia".

E colocar os Nezinho do Posto"", ""Neide da farmacia"", ""Elias borracheiro"", ""Ze do Boteco"" em seus devidos lugares.


 

A única coisa que os senhores de bom grado dão aos escravos é a esperança. (Albert Camus)

 
imagem de Jose de Almeida Bispo
Jose de Almeida Bispo

" Por todo Brasil uma RALE DE 10ª CATEGORIA assumiu a politica municipal. Nao era assim na Republica de 1946."


De onde diabos você tirou essa certeza?


O primeiro grande comprador de votos em meu município foi justamente um comerciante  que ingressou na UDN trazido por um juiz de direito que, entre outras coisas mandou matar um amigo e adversário político de meu pai e dele, e, claro, ficou por isso mesmo. O juiz veio à minha cidade com a firme incumbência de dar a vitória à UDN nas eleições de 1950 e se não o fez geral foi porque tempo não houve; mas em 1954 ganharam "de cancela fechada" quando o mesmo já era desembargador. Enquanto isso o cidadão por ele içado ao posto de chefão político tornou-se um coroné sanguinário e o que recebeu de presentes das multinacionais empenhadas na derrubada de Vargas não está no gibi. Tantas aprontou que outros coronés iguais a ele tramaram sua execução que se deu em 08 de agosto de 1963 juntamente com seu filho provocando uma CPI da Câmara já que o dito cujo era deputado federal.


A RALÉ a que desprezivelmente você se refere somente se diferencia dos doutores ladrões por serem primários. Mas os doutores ladrões são tão ou piores que "A RALÉ".


Não é com santos do pau oco e caudais de hipocrisias com ranços escravocratas que se constrói uma nação. Desde 29 de março de 1549 que se tenta atalhos e sempre dá em besteira.

 
 
imagem de Martin.
Martin.

 

...Alguém AINDA acredita na IDEOLOGIA por trás dos partidos "políticos" ?? 

Se assim o fosse, o PSDB por exemplo, realmente OBEDECERIA seu estatuto e LUTARIA pela  "prevalência do trabalho sobre o capital, buscando a distribuição equilibrada da riqueza nacional entre todas as regiões e classes sociais"...

A grande verdade é que esse Sistema Político (Internacionalmente PARECIDO) serve p/ LEGITIMAR os interesses dos Grupos Financeiros  ACIMA dos interesses populares e nacionais, no momento em que o DINHEIRO é FUNDAMENTAL p/ o sucesso de uma candidatura !!

Como CONCRETIZAR esse AFASTAMENTO entre os “políticos” e os Grupos Financeiros ??

 => Quebrando essa relação íntima  entre ambos (que ocorre porque os “políticos” dependem, a cada 4 anos, de polpudas contribuições financeiras para SUAS CAMPANHAS, obtendo assim => VENDENDO A ALMA - sua “estabilidade” na função !!)

 Na PRÁTICA  :

 => Concurso Público para Deputado Estadual, Federal e Senador !

 Poderíamos definir 2/3 das vagas p/ candidatos formados EXCLUSIVAMENTE em escolas públicas, incentivando assim a valorização do professor e a melhora de nossa educação !! E afastando o viés elitista desta seleção, da mesma forma que o ENEM vem fazendo com maestria !!

 => Estabilidade na função = S I M !   ... Mas :

 A)  Proibidos de serem sócios de Organização Comercial/Industrial ;

 B) Aliado ao Endurecimento das leis Anti-Corrupção, enquadrando como CRIME HEDIONDO os delitos de:

 - Lavagem de Dinheiro;

- Formação de Quadrilha;

- Evasão de Divisas;

- Corrupção Ativa ou Passiva.

 C) ...e  FIM do Foro Privilegiado !

Quanto aos Vereadores (incubadora de políticos), bastaria sua simples indicação pela Associação Comunitária ou Entidade Sindical (SEM gastos com campanha), com um salário simbólico, compatível com 1 reunião noturna semanal (a grande maioria dos municípios brasileiros têm 1 reunião semanal apenas!) aliado a ênfase aos Funcionários Municipais de Carreira nas áreas Jurídica e Contábil!!

Obteríamos ASSIM,  melhores Funcionários Públicos para defender os interesses dos BRASILEIROS, e não de seus “financiadores de campanha” !! Ou de suas “empresas”...

Att.

Martin

 

 
 
imagem de Jose de Almeida Bispo
Jose de Almeida Bispo

Mas uma vez o ataque aos políticos como forma de resolver um problema da sociedade, também aqui falada: não existem conselho municipais. Os conselhos são compostos de situacionistas e, quando por acaso existe algum oposicionista, este ali só faz o que o político de oposição faz: oposição a qualquer custo e nada mais. Nunca há pessoas isentas e descontaminadas partidariamente. Além do mais, existem cidades que não tem gente suficiente pra dar conta de cinco ou dez conselhos sem que se enquadrem na situação de serem políticos ou servidores, ou exerçam a função em vários conselhos.


Definitivamente, nossa colonização não foi igual a das treze colônias inglesas. Aqui o Rei ainda tem de mandar o ouvidor e alguém mais atrás desse para o vigiar.

 
 
imagem de Gardenal
Gardenal

Fora de pauta mas dentro do tema. Agora é OFICIAL. Justiça decide que PSDB é o partido MAIS CORRUPTO do país.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1150363-justica-barra-317-candidatos-...

 
 
imagem de Mônica Santos
Mônica Santos

Vamos compartilhar esse link no FB, em todo lugar!

 
 
imagem de Marcelo Albagli
Marcelo Albagli

Verdade, e o PMDB está bem coladinho neles...

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!