Re: O Brasilianas.org especial sobre Consciência Negra

imagem de raf
raf

Ótima sugestão. Especialmente depois de ter se usufruído de anos e mais anos de lutas para que os negros, que lá representam 13% da população, chegassem onde chegaram: cargos de direção em empresas, farta representação no audiovisual mais poderoso do planeta e, ora vejam, reeleição de um presidente negro para o cargo mais importante da Terra. Sem falar de inúmeros prefeitos, governadores. Na terra da KKK (a que não tem a menor graça). Enquanto isso na nossa fundante Bahia, nada. Até os branquelos Rio Grande do Sul e Espírito Santo já nos deram governadores afrodescendentes. O Rio Grande também reelegeu um senador negro corajoso que segue uma luta contra aqueles que dizem que o racismo no país não é estruturante da nossa realidade.

 

Prova que os brasileiros não tem a legítima (porque refaz a história de cada um, necessidade básica de todo ser humano) concepção de pertencimento racial. Estás desafiado. O que existe na verdade é que todos têm esse direito, mas quando chega a vez do negro, vêm as perguntas de gênio: "quem é negro, afinal?", "qual a cor do negro?", e por aí vai. A negação do negro através de um viés pseudo-humanista e pseudo-emancipador...

Felizmente o Brasil está mudando e as pessoas não têm mais receio de reinvidicar  e reescrever a sua história.

 

P.S.: No momento que escrevo isso assisto ao seriado americano Private Practice. Muitos, muitos atores negros em posição de destaque. Parece o Brasil que virá.