Haddad orienta equipe para reduzir gasto de custeio

Por Demarchi

Do Valor

Haddad pede redução de gasto de custeio e lança pacote contra enchente

Por Cristiane Agostine | Valor

SÃO PAULO - Em seu primeiro dia como prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) orientou sua equipe de governo a reduzir gastos com custeio para tentar elevar os investimentos na cidade. Haddad, no entanto, não estabeleceu metas para o corte de gastos. Após reunir-se por quatro horas com secretários na tarde desta quarta-feira, o prefeito lançou um pacote emergencial para combater as enchentes na capital.

Haddad disse ter pedido a seus secretários a revisão dos gastos da prefeitura. “São Paulo hoje compromete praticamente todo o seu Orçamento com o custeio”, disse o prefeito, em entrevista na sede da Prefeitura de São Paulo.  “O nosso investimento hoje, per capita, é a metade do Rio de Janeiro”, afirmou. Segundo a equipe de Haddad, o investimento per capita da capital paulista é de R$ 264,30, enquanto no Rio é de R$ 526,72. “Há uma orientação no sentido de buscar economia de custeio”, afirmou.

Ao falar sobre a dívida municipal com a União, estimada em R$ 50 bilhões, Haddad disse que apresentará ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, a situação “dramática” da capital, em reunião a ser realizada nos próximos dias. Será o terceiro encontro com o ministro para tratar do tema desde que Haddad foi eleito. O prefeito afirmou que o governo tem sinalizado com mudanças no indexador da dívida já neste ano. O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) mais 9% deve ser substituído pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 4% ou pela Selic. “Isso vai ser levado ao Congresso, porque não pode ser feito sem o aval dele. Exige mudança na lei”, disse.

O prefeito recebeu um diagnóstico de sua equipe sobre a situação dos piscinões e das bocas de lobo da cidade e anunciou 16 medidas emergenciais para evitar problemas em decorrência das chuvas. “Não são medidas onerosas”, afirmou. “Haverá mudança na gestão”, disse. Entre as propostas está a redução de dois meses para 15 dias na periodicidade para a limpeza de bocas de lobo em 132 pontos em que sempre há alagamentos.

Outra medida será a contratação do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para fazer o monitoramento diário das áreas de risco na temporada das chuvas fortes, ao custo de R$ 400 mil. “Vamos aproximar o conhecimento da academia dessas regiões [que alagam]”, disse Haddad.

Depois de reunir-se com secretários, o prefeito anunciou o nome de Marcos Vinícius Spinelli para comandar a recém-criada Controladoria-Geral do Município, que funcionará nos moldes da Controladoria-Geral da União (CGU). Secretário nacional de combate à corrupção, Spinelli integrava a CGU.

O prefeito criou um grupo de trabalho para identificar terrenos para a construção de 172 creches e três hospitais — que foram promessas de sua campanha —, em reunião com os secretários Antonio Donato (Governo), Luís Fernando Massonetto (Negócios Jurídicos) e João Antonio (Relações Governamentais). O grupo prestará contas ao prefeito a cada trinta dias.

Nenhum voto
5 comentários
imagem de Começo bem
Começo bem

Ao invés de fazer como gente da oposição que bastou tomar posse bloqueou todos os pagamentos, Haddad ja´negocia como o governo federal para assumir e pagar toda dívida. E o pIG já começou com as suas por esse ter nomeado gente citado em escândalo, como se fosse possível governar  preenchendo  os cargos só com gente obscura, porquanto, nunca citado antes

 
 
imagem de zéluiz
zéluiz

Começou a caçada: vamos desconstruiur Haddad!

Prefeito de Sampa lança programa de monitoramento de enchentes e diz que vai contar com IPT.

Técnico geólogo especialista do IPT convocado pela Globo diz que está a disposição , mas, a prefeitura tem mais recursos humanos que o IPT.

Jornalista?comentarista? globonews conclui que o prefeito não sabe o que está fazendo nem falando.

E, vamos    por aí....

 

A propósito , alguém sabe onde a Globo escondeu o técnico especialista do INPE que correu para todos os microfones disponíveis para desmentir o governo sobre a ocorrência de um raio que teria provocado um apagão e, claro, seria mais um dos escândalos do péssimo governo Lula às vésperas da eleição de 2010?

 
 
imagem de Vinicius Carioca
Vinicius Carioca

"O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) mais 9% deve ser substituído pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 4% ou pela Selic. “Isso vai ser levado ao Congresso, porque não pode ser feito sem o aval dele. Exige mudança na lei”, disse."

Deveriam mudar por aqueles juros de mãe cobrados pelo BNDES.

 
 
imagem de Raí
Raí

Não são medidas pontuais. A ordem do prefeito, terá que ser entendida, e cumprida ao pé da letra, e terá que sair do papel, sem que a inércia e a pouca vontade política de realizar, seja a tônica.

Tambem com a criação da CGM, o prefeito vai tentar acabar com o conhecido "jeitinho" dos funcs. municipais, de continuar com a criação das dificuldades(administrativas) para a venda das facilidades.

Em tempo: Aquele departamento que autorizava o funcionamento irregular dos shoppings, mediante a caixinha para o "chefão" Assef, foi extinto.  

 

Sempre ficamos mais experientes, após perdermos algumas batalhas, na guerra diária da vida.

 
imagem de Falso
Falso

[Deveriam mudar por aqueles juros de mãe cobrados pelo BNDES.]  Basta que se atrase uma prestação que isso é cobrado usando até as maiores taxas possíveis. Além disso, como o tempo de carência é longo o normal é até se esquecer quando tinha que pagar tal prestação.

 

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!