Os problemas de gestão das prefeituras

Por Murdok

Nassif, o caso da prefeitura de João Alfredo (PE) é mais um dentre centenas de outros. O prefeito saiu e deixou a prefeitura quebrada. Impressionate. Ontem o fantastico mostrou um caso em que a prefeita levou até os móveis do gabinete dizendo que eram todos dela. Em outra prefeitura levaram o aparelho de raio X do hospital,  as CPUs dos computadores. Numa conta corrente de uma prefeitura deixaram pouco mais de R$ 2,00. Casos de âmbulâncas e carro de gabinete quebrados e sem motores, servidores sem salários, contas que não fecham, prédios depredados caindo aos pedaços.

A folha online mostra esse caso da prefeitura de João Alfredo, em razão de ter sido o prefeito o ex deputado Severino Cavalcanti (PP).

Da Folha

Ex-deputado Severino Cavalcanti deixa prefeitura sucateada

FÁBIO GUIBU
ENVIADO ESPECIAL A JOÃO ALFREDO (PE)

Aos 82 anos e com a ficha suja até 2015, o ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti (PP) encerrou seu mandato de prefeito em João Alfredo (PE) sem pagar salários de dezembro dos servidores, devendo a fornecedores e sob denúncias de sucateamento de equipamentos públicos.

As contas do município estão bloqueadas pela Justiça.

Nos quatro anos em que administrou sua cidade natal (a 110 km de Recife, com pouco mais de 30 mil habitantes), ele nunca cumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Outro lado: em carta, Severino diz que bloqueio de contas impediu pagar as dívidas

Leo Caldas/Folhapress 

Unidade de saúde da comunidade do Cajueiro, em João Alfredo (PE), que foi abandonada na gestão Severino

Unidade de saúde da comunidade do Cajueiro, em João Alfredo (PE), que foi abandonada na gestão Severino

Foi multado duas vezes pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), por ultrapassar o limite de 54% de comprometimento da receita com o pagamento de pessoal.

No ano eleitoral de 2010, Severino chegou a comprometer 79% da receita municipal com esses salários.

Mesmo assim, os servidores não recebiam em dia. Havia indícios de que a prefeitura pagava fornecedores em detrimento aos funcionários, disse o promotor de Justiça Luiz Guilherme Lapenda.

Por esse motivo, em 2012, as contas da prefeitura foram bloqueadas duas vezes pela Justiça, a pedido de Lapenda.

Severino, que já havia comandado a Prefeitura de João Alfredo entre 1963 e 1966, tentou se reeleger no ano passado, mas a Justiça recusou a sua candidatura, com base na Lei da Ficha Limpa.

Ele está proibido de disputar eleições até 2015 porque renunciou ao mandato de deputado em 2005, após ser acusado de receber um mensalinho para manter ativo um restaurante da Câmara.

Severino apoiou a candidatura de sua vice na chapa, Anna Mendes (PSDB), mas a tucana foi derrotada por Maria Sebastiana (PTB).

Leo Caldas/Folhapress

Funcionária de hospital da cidade repõe vacinas que foram perdidas após corte de energia

Funcionária de hospital da cidade repõe vacinas que foram perdidas após corte de energia

CASO DE POLÍCIA

Logo após assumir, a nova prefeita reclamou do que viu e acusou o seu antecessor de sucatear a prefeitura.

Boletins de ocorrência foram lavrados na delegacia da cidade para registrar os problemas que ela encontrou.

Os mais graves estão no único hospital do município.

A sala de cirurgia foi interditada porque a porta que isolava o bloco do restante da unidade foi arrancada. A área de assepsia dos cirurgiões também ficou sem porta.

Na sala de vacinas, a energia elétrica foi cortada no final do ano, e 3.000 doses que estavam estocadas em geladeiras foram perdidas.

Postos de saúde foram desativados, e tratores e veículos da frota oficial, como ônibus escolares, estão parados por falta de manutenção.

As dívidas com fornecedores, segundo a prefeita, chegam a R$ 2,69 milhões, o equivalente a 6,3% do Orçamento municipal de 2013.

Os eleitores fiéis de Severino se dividem ao avaliar o que pode ter sido o último mandato de seu mais ilustre cidadão. Para o comerciante José Manço Ferreira, 74, o desempenho dele foi decepcionante. Não acredito que terá outra oportunidade.

Outro antigo eleitor de Severino, José Nemésio de Lima, 83, discorda. Para ele, o ex-prefeito foi injustiçado e é vítima de complô dos adversários desde o mensalinho.

Na política é assim mesmo, disse ele.

Nenhum voto
13 comentários
imagem de Maria Carvalho
Maria Carvalho

Além de muitas coisas que considero "bárbaras", como: desviar dinheiro da saúde, da merenda escolar,  de obras de infra-estrutura, soube do caso de uma prefeitura (acho que deva ocorrer em outras, também) que se utiliza do dinheiro público para fazer "chacota com o candidato derrotado": as lixeiras e o carro do lixo são pintados da cor do partido do adversário/perdedor. É muita desfaçatez!

Para mim o problema deste país começa com a ausência do poder público municipal. Os prefeitos administram seus municípios como se fossem suas "fazendas". O dinheiro público é desviado para compra de imóveis, para a compra de carros ultimo modelo para os filhos os quais estudam em capitais de outros estados, etc.

Enquanto os governantes municipais "ladrões do dinheiro público" não forem fiscalizados e punidos (não com cadeia!), com a devolução do dinheiro surrupiado, nós vamos viver trabalhando para manter uma "casta de inimputáveis", que a cada eleição se elegem ou colocam a "parentalha" no poder.

Não tem "ficha limpa" que resolva!!

A "tartaruga poder judiciário" colabora com a lerdeza em julgar os processos contra esses bandidos!  e as penas prescrevem pela inércia do MP.

 
 
imagem de Daniel Ortiz
Daniel Ortiz

Bem feito para o povo dessa cidade, que votou nele. Povo que vota em candidato safado tem que sofrer mesmo....

 
 
imagem de Assis Ribeiro
Assis Ribeiro

Praticamente não há prefeituras e governos que não estejam quebrados.

Será mesmo um problema  do chavão neoliberal, a "gestão"?

Chavão utilizado juntos com outros motes como "reforma" e "eficiência" para disseminar na população a noção da ineficiência pública e com isso justificar o desemprego, a diminuição dos direitos trabalhista, e a transferência de serviços públicos para as empresas privadas.

São 5.564 municípios e mais os estados.

Será que neste imenso número, incluam aí os secretários de governo, não temos nem alguns "gestores"?

Os governantes "gestores" do PSDB passaram os seus governos sem enormes dívidas?



 
 
imagem de Andre Araujo
Andre Araujo

Absolutamente nada a ver com neoliberalismo. Roubar na merenda, em medicamentos, saquear verbas para enchentes, essa enxurrada de safadezas que varre o Brasil de norte a sul nas prefeituras é um problema suprapartidario, vem da cultura politica que está regredindo no Brasil, na Republica Velha, no Estado Novo, na Republica da 1946, a regra era de Prefeitos razoaveis, oriundos da elite de cada cidade, do melhor médico, engenheiro ou empresario, esse era o padrão. Getulio no Estado Novo criou um Departamento das Municipalidades em cada Estado e os Prefeitos eram nomeados pelo Governador, no geral eram nomes de expressão na cidade.

Da Nova Republica para cá o padrão é o ""esperto" da cidade, o Zé do Posto, a Neide da Farmcia, o Nézinho do Açougue, porcada magra com muita fome, ajudada por vereadores fajutos, o sujeito ganha 900 como retireiro de leite e vira vereador com 9.500 de salario, nunca mais quer perder a ""boca"", alem disso achacam o Prefeito sob constante ameaça de cassação, porque todos tem o rabo preso pelas roubalheiras Então o Prefeito precisa roubar na merenda e nas lampadas para pagar o pedagio na Camara, isso acontece em todo o Brasil.

Um começo de solução, prisão em flagrante de casos emblematicos como Natal e alguns municipios do Estado do Rio, onde o saque foi fora do normal.

O atual sistema politico está construido para evitar que as melhores personalidade de cada municipio entrem na politica, deixando o campo livre para as Neidinhas e seus maridos. Ninguem com um curriculo profissional sério se atreve a entrar no jogo sujo da politica municipal brasileira. Os escandalos vão se suceder numa metódica escalada, piorando a cada quatro anos.

 
 
imagem de Assis Ribeiro
Assis Ribeiro

AA. Seja bem-vindo. Senti a sua falta.

Mas, mais uma vez repito: Leia o meu comentário. Falo dos chavões, que são utilizados para; vou deixar mais claro, vou desenhar; favorecer a transferência da roubalheira do público para o privado, está bom assim? Ou você desconhece os problemas das concessionárias que desviam dinheiro, cobram preços caros, sucateiam o bem publico e depois devolvem para o patrimônio público? Você acha que desvio de dinheiro público só é feito por políticos?

 
 
imagem de Flavio Patricio Doro
Flavio Patricio Doro

Se falta controle externo sobre a atuação do Executivo municipal, isso significa que o Legislativo, incluindo o tribunal de contas, não fiscaliza. Qual será o motivo? Falta de vontade, de conhecimento ou de transparência?


Os conselhos municipais de políticas públicas, estabelecidos em um grande número de municípios, poderiam ser o elemento novo nesse cenário. Entretanto, é justamente no âmbito municipal que esses conselhos apresentam as maiores falhas. Acabam sendo controlados pelos donos do poder local e servindo apenas para referendar decisões tomadas em outras instâncias. (Para os interessados, essas conclusões estão em um estudo do IPEA publicado em 2010, que pode ser baixado gratuitamente. O volume se chama Estado, Instituições e Democracia: democracia - livro 9, volume 2, e o artigo que trata mais diretamente do tema está nas pp. 285-299.)


Penso que o fortalecimento e aperfeiçoamento desses conselhos, com a elaboração e aprovação de mecanismos que busquem assegurar a efetiva participação dos setores interessados da população, seja o melhor caminho para melhorar a administração municipal.

 
 
imagem de drigoeira
drigoeira

A maioria das prefeituras são o buraco negro do dinheiro público. O que nos conforta é que o prefeito e os vereadores são eleitos pela população. Assim como os servidores na maioria das vezes são moradores dos municípios.

O mais interessante é que tudo fica tranquilo, é só mudar o prefeito, passar os problemas adiante.

 
 
imagem de Chico Pedro
Chico Pedro

A nossa justiça continua aquela mesma de sempre que corre atrás dos bagres e libera os tubarões..? Normalíssimo então, nenhuma surpresa. É assim toda vez que os jornalistas precisam de matéria pra publicar nos jornais. Daqui a quatro anos eles voltam com o mesmo conteúdo.  

 
 
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

"Nos quatro anos em que administrou sua cidade natal (a 110 km de Recife, com pouco mais de 30 mil habitantes), ele nunca cumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal":

QUATRO anos, e o problema eh a prefeitura?  Ou a prefeitura eh sintoma?

Falta de judiciario eh isso mesmo.

 
 
imagem de dgnovaes
dgnovaes

Confesso Ivan, há algum tempo atrás eu achava que isso era paranóia sua, afinal, tudo era culpa do judiciário.

O tempo passa e só não dou o braço a torcer porque tenho problemas de coluna e isso vai doer.

É, de fato, o poder onde tudo acaba para ficar tudo na mesma, ou pior.

Zona Leste da Grande São Paulo é terra de ninguém. A cidade que eu moro não tem prefeito, tem "coronel", não tem secretários, tem uma gangue. Não pegam os caras porque NÃO QUEREM, ninguém vira dono de latifundio (com direito a denúncia no fantástico, da globo), mansões em cidades vizinhas, na praia e no campo com salário de prefeito (isso o que se sabe, que ele não esconde).

Tudo sócio.

Pensava que você adotava aquele famoso lema: Só os paranóicos sobreviem.

Mas não é paranóia, é realidade.

 
 
imagem de sergio m pinto
sergio m pinto

Esse é o Brasil real, onde ninguém controla polla nenhuma. Cadê a mídia, por exemplo, para ir pra cima desse povo, para, no mínimo, tornar sua vida política dificil? Onde andam os Tribunais de Contas estaduais? 

No caso da cidade de João Alfredo - será que Severino Cavalcanti, passado o período de "quarentena" não consegue se eleger para qualquer cargo?

E isso deve ocorrer em número bastante significativo de cidades pelo interior a fora. Não só em pequenas cidades, mas também em outras, consideradas "grandes".

Afinal, para que serve a propaganda política?

 
 
imagem de Tio Almir da Bahia
Tio Almir da Bahia

No caso de João Alfredo-PE, o povo merece mesmo sofrer: reelegeu um pilantra da melhor qualidade!!

Dizem que lá, o esporte preferido da galera  é ser chicoteado em praça pública !!!

Êita povinho alienado este brasileiro, sô !!!

 

"A democracia é o pior sistema de governo, à exclusão de todos os demais” Churchill.

 
imagem de Spin in Progress1
Spin in Progress1

Os novos prefeitos começam assim: Querendo mostrar serviço. Logo logo percebem que não há qualquer controle externo sobre sua atuação. Ai a coisa desanda, que nem cachorro amarrado com linguiça

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!