São Paulo no ranking de saneamento

Do Estadão

SP não avança em ranking de saneamento

Principal problema está na rede coletora insuficiente, que não permite tratar todo o esgoto; 18 milhões de litros são jogados por hora nos rios

Eduardo Reina - O Estado de S.Paulo

A Região Metropolitana de São Paulo coleta 97% de seu esgoto, mas, sem redes coletoras suficientes, despeja nos Rios Tietê, Pinheiros, Tamanduateí e afluentes 18 milhões de litros por hora de sujeira - volume suficiente para encher 17 piscinas olímpicas. Esse descompasso faz com que a cidade de São Paulo não consiga avançar no ranking nacional de saneamento.

Estudo do Instituto Trata Brasil, que analisa investimentos feitos no setor em 2009, aponta a 22.ª colocação para a capital entre 81 cidades brasileiras com mais de 300 mil habitantes. Em 2007, São Paulo ocupava o 21.º lugar; em 2008, foi para 22.º. A lista tem como base dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades.

E o que impede a cidade de avançar? Desde 1992, o governo estadual gastou mais de US$ 3 bilhões na despoluição do Rio Tietê, mas isso não bastou para eliminar seu aspecto de esgoto a céu aberto. Apesar dos milionários investimentos da Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp) na ampliação da rede coletora - R$ 1,2 bilhão entre 2008 e 2009 -, a falta de tratamento também continua sendo a "pedra no sapato" da cidade. E a meta é resolver o problema só em 2018.

Atualmente, são gerados na Região Metropolitana 61,2 milhões de litros por hora de esgoto - o equivalente a 24,4 piscinas olímpicas -, coletados 57,6 milhões de litros por hora (ou 23 piscinas) e tratados 43,2 milhões de litros.

Para o presidente do Trata Brasil, Raul Pinho, apesar de a Sabesp investir maciçamente na capital, é preciso um trabalho contínuo, que vá além do acompanhamento do crescimento vegetativo da população.

Moradora do Jardim da Saúde, Adriana Cavalcanti trabalha na Vila Mariana. Nos 10 quilômetros entre sua casa e o escritório, cruza o malcheiroso Córrego do Ipiranga, que recebe esgoto das casas do entorno. "O cheiro é muito ruim", lamenta.

Nenhum voto
26 comentários
imagem de Juliano
Juliano

Dizer o que? O acúmulo de incompetência gera o acúmulo de problemas, e de detritos.

 
 
imagem de sergio pinto
sergio pinto

E o investimento em propaganda, exibida até no Acre, não conta?

 
 
imagem de José Ayres Lopes
José Ayres Lopes

A SABESP é boa de propaganda! O negócio dela não é água e muito menos, esgoto. O negócio dela é sustentar, com muita propaganda, a mídia aliada.

 
 
imagem de Cláudia
Cláudia

O certo seria "sem estações de tratamento em número suficiente..."

 
 
imagem de Carlos
Carlos

Você já está "falando" que nem o Serra quando nãoi tem nada a dizer sobre determinado tema. Proponha a criação do Ministério dos Esgotos.

 
 
imagem de Tiago
Tiago

Eu imaginei mesmo que eles queriam dizer adução. Agora, se o problema é a rede de adução insuficiente, significa que existe capacidade ociosa nas ETE's? Se construir mais rede, tá tudo resolvido? Matériazinha muito mal feita.

 
 
imagem de Clério - JF/MG
Clério - JF/MG

Melhorando o ranking do saneamento em São Paulo melhora a qualidade do jornalismo de esgoto? Kassab o Serra responde, ou vice-versa.

 
 
imagem de José Luiz
José Luiz

O problema é rede coletora ou tratamento. A matéria não especifica isso. Eu acho que o problema são os dois: rede de esgotamento e tratar o esgoto.

 
 
imagem de marcelo batista
marcelo batista

SP sendo a maior economia do país, mais rico que a Argentina, com uma infrestrutura secular,~com problemas de Piauí, e já é o 3 mandato deles.Como falar que um cara desse é bom para administrar?

 
 
imagem de Adriana
Adriana

Mas a Sabesp continua firme e forte em seu propósito que é fazer propaganda como ninguém. Na Maratona de SP, a água distribuída durante a prova, em copinhos, era "marca" Sabesp...não sabia que a gloriosa estatal engarrafava água. Só espero que eles não tenham usado a água do Rio Tietê, que já foi despoluído umas 100 vezes nos filmes de propaganda.

 
 
imagem de Carlos
Carlos

Puxa, mas nas propagandas que insere ininterruptamente na TV tudo parece tão limpinho...

O legal é o início da matéria: SP não avança. Quando se lê o texto, descobre-se que SP CAIU de 21° para 22° lugar.

Ah, se fosse governo do PT... "SP CAI NO RANKING DO SANEAMENTO"

 
 
imagem de artur cartacho
artur cartacho

Saneamento é um problema de saude pública do Brasil do Oiapoque ao Chui ,todas as cidades padecem do mesmo mal,esgoto sem tratamento ,redes de esgoto mal feitas,e a poluição de rios e lagoas , a muito o governo Federal deveria ter entrado nesta área ,porque a população atingida não quer saber de quem é a responsabilidade ,ela quer solução.

 
 
imagem de Robledo Duarte
Robledo Duarte

O que realmente o serra fez no governo de São Paulo? Olha que material interessante a Dilma poderia colher. Outro dado interessante: ver obras em São Paulo que pertencem ao PAC, e o que fêz serra para que o programa não andasse no estado, para não dar voto a Dilma.

 
 
imagem de rino
rino

..."e o que impede a cidade de avançar?"... parei a leitura, para variar...

 
 
imagem de Gilberto Marotta
Gilberto Marotta

Não falou isso na campanha que veiculou aqui no Nordeste...

 
 
imagem de Marcos Costa
Marcos Costa

Gostei do "não avança da manchete". Seria mais correto dizer: São Paulo cai uma posição (21a para 22a). Engraçada a matemática do Estadão.

 
 
imagem de Luiz
Luiz

Tiago,

Acho que queriam dizer interceptores. Faltam intercepetores e estações de tratamento. Assim a Sabesp faz a coleta e depõe no rio mais próximo. Não é possível pensar tratar o esgoto da grande São Paulo nos velhos moldes do SANEGRAN com grandes centrais de tratamento distantes umas das outras e custo absurdo de interceptores.

 
 
imagem de Hamilton
Hamilton

Ainda bem que o Serra não deixou nenhum deputado fazer indicações para os cargos da Sabesp.

 
 
imagem de Hamilton
Hamilton

Redes coletoras para tratamento.

 
 
imagem de eduardo
eduardo

Essa matéria é ótima para os ambientalistas de boutique da Vila Madalena se ligaram que meio-ambiente está embaixo d nariz deles.

 
 
imagem de Jura
Jura

Nós já percebemos isso. Nossos melhores cartões postais - já publicados aqui - não conseguem esconder a merda em que estamos metidos.

Nosso novo centro financeiro e a sede da Globo foram construídos com vista para ela. Eles devem gostar, deve ser chique, saudades da "casinha", sei lá...

 
 
imagem de Tiago
Tiago

Confesso que não entendi..."coleta 97% do seu esgoto, mas sem redes coletoras suficientes, despeja nos rios..."

Afinal, tem rede ou não tem???

 
 
imagem de Tiago
Tiago

Dinheiro do BID é dívida. Vai ser pago pelo estado de qualquer forma.

 
 
imagem de Marcel Moreira
Marcel Moreira

Ah se isso fosse questão federal. Estariam fazendo o maior forfé.

 
 
imagem de Gustavo Cherubine
Gustavo Cherubine

Isso é abominável.

E me pergunto: onde SP avança?

Um certo grupo político está acabando com SP, estado, cidade, símbolo, esperança. Precisamos varrê-los até um imenso biorreator para ao menos aproveitarmos o metano da digestão feita por nossas bactérias amigas.

 
 
imagem de Vicente
Vicente

"...governo estadual gastou mais de US$ 3 bilhões..." "...milionários investimentos da Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp) ..."

Verifiquem de onde vem o dinheiro, se do governo do estado mesmo. As maiores fontes de investimento são o BID, o PAC, a FUNASA e pardcerias com empreendedores.

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!