O pronunciamento de Dilma não basta

Autor: 

Sem entrar no mérito do discurso, ele não basta. Impossível que o governo não possua dados sobre os grupos que deram início aos atos. As redes sociais foram um instrumento fundamental nas manifestações. Elas não são tão democráticas e horizontais quanto se fala e pensa. Existem lideranças entre elas conseguidas através do número de seguidores, comentários feitos na página e número de compartilhamento das mensagens.

O governo não resolverá nada, exclusivamente, através de reuniões ministeriais ou conversas com lideranças políticas atropeladas pelo movimento das ruas. Ou de discursos, por melhor elaborados que sejam. Quem está na rua quer ser ouvido, não ouvir. Como não dá para receber todos para uma reunião, o gesto possível ao governo é localizar e receber estas lideranças.

Quantos jovens, que correspondem à maior parte das pessoas que deu início ao movimento, foram recebidos e consultados pelo Planalto até agora? Não será pedindo conselhos a Sarney, a Temer ou a lideranças políticas ou partidárias esvaziadas que se resolverá o assunto.

Gostaria de ver jovens recebidos no Planalto, numa reunião aberta e pública, o mais rápido possível.  É o único gesto simbólico possível ao governo neste momento que pode gerar algum resultado. Eles não estão a fim de discurso, por melhor elaborados que sejam... 

Nenhum voto

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.