Programa discute o desgaste das velhas mídias

Do Brasilianas.org

Programa discute o desgaste das velhas mídias como fontes de informação com o avanço das redes sociais

Nesta sexta-feira (19 de Julho), às 11 da manhã, será gravada a próxima edição do programa Brasilianas.org, apresentado todas as segundas-feiras, na TV Brasil. O apresentador Luís Nassif receberá o diretor de conteúdo do Portal Terra, Antonio Prata, o coordenador Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social –, Pedro Ekman e o Publisher do portal iG, Tales Faria, convidados para analisarem o consumo da mídia no país.

Clique aqui e encaminhe suas perguntas que poderão ser respondidas durante a gravação.

Segundo avaliação da seccional brasileira da agência Interactive Advertising Bureau (IAB) os meios de comunicação tradicionais (rádio, cinema, TV e jornais impressos) estão perdendo espaço entre os consumidores de mídias para a internet ano a ano.

Isso ocorre porque a internet, a base das novas mídias, se distingue dos demais meios por não apenas leva a informação como também permite interação e construção de ideias, aumentando assim o relacionamento entre as pessoas. O último relatório da IAB-Brasil, divulgado em maio, aponta que o Brasil tem 94 milhões de internautas e ainda, que mais da metade da população da classe C já usa a internet.

A última entrevista da instituição feita com cerca de 2 mil usuários mostra que sete em cada dez (70%) afirmam que fariam uma atividade online se tivessem 15 minutos de tempo livre no dia. Ao mesmo tempo a maioria dos brasileiros usuários da internet navega na web (85%) quando assiste TV (60%).

Mais de 40% dos entrevistados passam, pelo menos, duas horas por dia navegando na internet enquanto apenas 27% passam o mesmo tempo assistindo TV. 

OBS: essa edição irá ao ar na segunda-feira, dia 22 de Julho

Onde sintonizar a TV Brasil:

UHF Analógico Canal 62 (SP)
UHF Digital Canal 63 (SP)
VHF Canal 2 (RJ), (DF) e (MA)
Net - Canais 4 (SP), 16 (DF), 18 (RJ e MA)
Sky-Direct TV - Canal 116
TVA digital - Canal 181

Ou assista pela internet: www.tvbrasil.ebc.com.br

Nenhum voto
4 comentários
imagem de Avelino de Oliveira
Avelino de Oliveira

Caro Nassif e demais

Acredito que não é só a mídia que está ficando velha, mas a estrutura social do Brasil também.E os donos dos dois não querem isso.

Saudações

 
 
imagem de Bento
Bento

off topic, mas importante: Telexfree bloqueou o acesso dos membros a suas contas pessoais com a desculpa de que estava sofrendo ataque de hackers. O ator Sandro Rocha aproveitou a notícia como desculpa pra pular fora do esquema. Pelo visto foi dada a largada para a debandada do "andar de cima" da pirâmide:

http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/07/18/ator-de-tropa-de-elite-abandona-a-telexfree-apos-bloqueio-de-dados.htm

Ator de 'Tropa de Elite' abandona Telexfree após bloqueio de dados5

Do UOL, em São Paulo

18/07/201316h37

Comunicar erroImprimir 

  • Divulgação

    Sandro Rocha (debruçado sobre a mesa) durante participação no filme Tropa de Elite

    Sandro Rocha (debruçado sobre a mesa) durante participação no filme Tropa de Elite

O ator Sandro Rocha, que interpretou o personagem "Rocha" no filme "Tropa de Elite", publicou nesta semana um vídeo afirmando que vai deixar a Telexfree, empresa investigada por indícios de formação de pirâmide financeira --modalidade considerada ilegal porque só é vantajosa enquanto atrai novos investidores.

O ator foi um dos maiores divulgadores do negócio, por meio de vídeos na internet. Em uma dessas publicações, ele afirma ter ajudado parentes e amigos a entrarem no negócio.

O anúncio da saída do ator do negócio ocorre após o bloqueio do acesso dos associados da Telexfree ao escritório virtual da empresa, no qual era possível verificar as informações sobre ganhos. A empresa afirma que a medida foi tomada após a tentativa de invasão dos terminais por hackers.

Sobre o bloqueio, Sandro Rocha diz ser uma "sacanagem" com os associados. Ele cita o caso de pessoas que largaram o emprego para se dedicar integralmente à Telexfree.

Atuando no Brasil desde março de 2012, a Telexfree vende planos de minutos de telefonia de voz sobre protocolo de internet (VoIP, na sigla em inglês).

ATOR SANDRO ROCHA DIZ QUE VAI DEIXAR TELEXFREE; VEJA'Eu sou um divulgador como você'

O ator inicia o vídeo pedindo serenidade para os associados da empresa. "Não teve ninguém mais na Telexfree que quisesse que essa situação fosse desenvolvida de forma mais rápida do que eu. O que fizeram contra a empresa foi uma arbitrariedade, uma loucura", disse.

Sandro Rocha afirma que agiu "muito no emocional" durante o processo de bloqueio de contas da empresa. "Eu também tenho muito dinheiro lá parado, mas quando você convida mais pessoas para o negócio, você acaba se envolvendo com isso".

O ator declarou que não tem nenhuma responsabilidade sobre a situação jurídica da Telexfree. "Quem tem que tomar medida cabível é a empresa. Eu sou um divulgador como você".

Rocha afirma, ainda, que vai aderir a outra empresa, a Multiclick --ela também está sendo investigada pelo Ministério Público por suspeita de ser uma pirâmide financeira. 

Telexfree culpa hackers por bloqueio de dados

A Telexfree (Ympactus Comercial Ltda.) bloqueou o acesso de seus associados ao escritório virtual da empresa, no qual era possível verificar as informações sobre ganhos. A empresa afirma que a medida foi tomada após a tentativa de invasão dos terminais por hackers.

Segundo o advogado da empresa, Horst Fuchs, o bloqueio do site é temporário. "Foi detectada uma tentativa de invasão, em que algum hacker estaria tentando invadir o sistema, provavelmente para fazer uma transferência não autorizada", disse. 

Para o advogado da Telexfree, a medida pretende preservar os direitos dos associados e o cumprimento da ordem judicial. "Nós não vamos permitir que esse tipo de transação ocorra", afirmou.

Justiça proibiu movimentação financeira

A movimentação de dinheiro da empresa está proibida pela Justiça desde o final de junho. A Telexfree também continua proibida de realizar novos cadastros de divulgadores, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.

O Tribunal de Justiça do Acre, que julga o caso, decidiu que havia urgência em "paralisar-se crescimento da rede" para evitar "consequentes prejuízos que poderá causar a um sem número pessoas".

 
 
imagem de Frank
Frank

Terra e IG? Dois portais ligados a empresas de Telecom? (Vivo e Oi)

TEm que chamar gente diferente. Sugiro o Breno Altman do Opera Mundi.

 
 
imagem de Mauro Segundo 2
Mauro Segundo 2

As redes sociais se encarregam de propagar as idéias defendidas pelas velha mídia, foi assim que ele tomaram conta dos protestos que não eram deles.

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!