Re: Os ataques de Feliciano contra a PLC 3/2013

imagem de Oswaldo Alves
Oswaldo Alves

"Eu tive muita dificuldade de entender o que o deputado estava falando, confesso. Não me passaria pela cabeça que hoje em dia alguém defenderia publicamente a ideia de que sexo sem consentimento é diferente de estupro. Ora, esta é exatamente a definição de estupro!"

Há essa dificuldade justamente porque Feliciano joga e aposta com a ignorância. Ele só defende suas posições na base da ignorância e da covardia. Em outra reportagem, dava-se a conhecer esse mesmo tom passivo-agressivo, dizendo algo do tipo "Fui ingênuo ao apoiar Dilma. Oh, como fui ingênuo. Só agora percebo. Fomos traídos, meu povo. Vejam, ela recebe os GLBT e nos trai. Mas em 2014 não seremos ingênuos novamente".  Ele faz uma política enrustida, adotando o tom do "bom religioso" que acredita na bondade, mas é traído pelas pessoas más. É bizarro. Prefiro Margareth Tacher a uma bizarrice dessas. Francamente.