As distorções da reunião da Mídia Ninja na matéria do Globo

Sugerido por Walter Serralheiro

Comentário ao post "Mídia digital e seu papel como escudo contra a desinformação"

Esta notícia encaixa direto aqui:

Do facebook da Ivana Bentes, diretora da ECO/UFRJ

"O Globo defende verbas oficias e verbas publicitárias do governo apenas para a sua empresa e para a midia corporativa" e "Repórter Chico Otavio de O Globo censura e omite as criticas contra empresa em que trabalha no seu texto" Essas poderiam ser as manchetes do lado de cá para a reportagem malversada de O Globo publicada neste domingo que resumiu uma reunião de mais de 3 horas sobre midiativismo na manchete "Ninjas querem verba oficial para sobreviver". 

Ou seja demonizam e reduzem uma das maiores demandas da Midia Livre, democratização das verbas publicitarias do governo e políticas públicas para a midia independente em algo "suspeito" e condenável, e isso numa reunião em que se falou de crowdfunding e inumeras outras formas de financiar os commons e ações autônomas de produção de midia.

O repórter critica na matéria a "parcialidade" da Midia Ninja que comemora a tomada da Alerj ao vivo assumindo sua vocação de midia de causas e de disputa de mundos, mas CENSURA toda a saraivada de criticas feitas na reunião a forma como a Globo e outros veiculos manipulam a opinião pública, ou seja omite as criticas a empresa em que trabalha!!! Essa é a midia "imparcial" que defendem : ) 

Na quarta feira passada o repórter de Chico Otavio me ligou perguntando se podia ir na reunião aberta do Ninja na ECO/UFRJ e se não seria "hostilizado" tendo em vista que a midia corporativa e a empresa onde trabalha é uma das pautas dos protestos e das manifestações em todo o Brasil. 

Lembrei que a reunião era aberta, em um espaço público e transmitida on line. Ele foi mas se manteve "incognito" sem se apresentar para o grupo de mais de 100 pessoas que debateram as manifestações, a midia livre, a disputa de narrativas e a crise dos mediadores clássicos, entre eles os jornalistas. 

A matéria tem erros factuais, como atribuir a sede da Universidade das Culturas, onde são feitas as reuniões do Midia Ninja como um espaço da ECO/UFRJ e da "Universidade das Quebradas" (!!!!!) quando se trata de uma sede do Fora do Eixo. 

E a matéria acaba com uma estranhissima suposição que quando grupos como o Midia Ninja surgem assim como as centenas de coletivos que produzem discursos diversos e heterogeneos e criticam a imprensa e a midia corporativa é "a democracia que está em risco" .

Nenhum voto
12 comentários
imagem de Cátia Guimarães
Cátia Guimarães

Eu também estava na reunião e também fiquei indignada com a falsa imparcialidade de uma matéria tão parcial. Escrevi um texto comentando para o observatório da imprensa. Está no link http://observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed758_o_globo_e_o_jornal....

 
 
imagem de fabiano pereira
fabiano pereira

Talvez a hipocrisia acabe no Brasil, mas por enquanto temos que aturar essa midia pobre e tendenciosa que se diz imparcial mas se comporta como PMDB sempre nas sombras,apóia quem esta no poder mas cobra um valor muito alto , corroendo o pais e sacrificando gerações de brasileiros com sarneys ,barbalhos entre outros já esta na hora da revolução ser feita com a cara limpa e sem recuar.

 

 
 
imagem de fabiano pereira
fabiano pereira
 
 
imagem de Miguel Luciano
Miguel Luciano

Ontem no programa RODA VIVA TV cultura os MIDIA NINJA deram um banho na bancada tucana, sobretudo na idiota de uma jornalista da FOLHA. Ela calou o bico depois que um deles a desmascarou.... Esta imprensa tradicional FOLHA, VEJA e GLOBO, CULTURA também pensa que o telespectador é burro e eles, os tais jornalistas arrogantes pensam que o público leitor é idiota! Tomou PAPUDA! O JORNAL DA CULTURA é outro que serve de escudo pras rouibalheiras do PSDB ALKIMIM, com uma bancada q. se julga detentores do saber ah, ah... FORA POLO, MARCOS VILA, PONDE , todos TUCANOS MALANDROS, mas o povo sabe disto!

 
 
imagem de Nilva de Souza
Nilva de Souza

Eles querem ser celebrities, então, toma !

Pelo jeito logo será convidados pelo programa do Jô.

 
 
imagem de Cristiana Castro
Cristiana Castro

Só tem uma coisa, como o Estado pode aportar recursos numa "entidade" que diz que é todo mundo e não é ninguém, etc... Para receber verbas vão ter que se assumir  e, pior, assumir responsabilidades, por enquanto tá tudo meio no oba-oba...

 
 
imagem de Marco Antonio Bergamaschi
Marco Antonio Bergamaschi

Esperava que as mídias alternativas tivessem mais apoio nos comentários aqui do blog. Para fazer o contraponto à grande mídia, não bastam os ditos "blogs sujos", este  coletivo "Mídia Ninja" também faz parte desta batalha.

Quanto à reivindicação de verbas públicas pelo coletivo, também não vejo problemas. Estas verbas devem ser democratizadas mesmo, descentralizando os recursos e contemplando um número cada vez maior de veículos.

Defendo o patrocínio das verbas públicas, tanto para o blog do Nassif como para a Mídia Ninja, e quem mais se dispuser a quebrar o monopólio da informação.

 
 
imagem de JoselitoSN
JoselitoSN

Chega a ser cômico.

Quando os interesses dos poderos estão sendo colocados em cheque, divergem com conceitos mais abstratos, como o texto diz que : "A democracia está em risco."

Aposto que a maioria dos leitores/espectadores desta mídia não saberia dizer o que é democracia a não ser falar: é votar na urna.

Ponto. 

 


 
 
imagem de mauricio moreira
mauricio moreira

kkk, eles mentem e a internet desmente, parece briga de gato e rato, so que o rato esta ganhando.

 
 
imagem de Ronaldo Souza
Ronaldo Souza

A máquina de criar e esconder escândalos 3

Por Ronaldo Souza

O Brasil é de fato um país muito peculiar. Como diriam os colunistas, sui generis.

Em qualquer canto do mundo, em todo processo de corrupção tem que existir corruptor e corrupto; não há outra possibilidade. O Brasil é exceção à regra.

No caso da sonegação fiscal da Globo, por exemplo, não há corruptor.

Para não pagar impostos na compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002, a Rede Globo abriu uma empresa de fachada em um paraíso fiscal (muito usados por sonegadores e conhecidos como off shore), as Ilhas Virgens Britânicas.

Autuada pela Receita Federal em R$183 milhões, consta que, devido a multa e correção, em 2006 a dívida já era de R$615 milhões. Tendo em vista que a Globo até hoje não teria pago, a dívida já teria passado de R$1 bilhão.

Ocorre que o processo da Receita Federal condenando a Rede Globo foi roubado no dia 02 de janeiro de 2007 pela funcionária da própria Receita Federal, Cristina Marins Ribeiro (veja as matérias e os vídeos aqui, aqui e aqui).

Filmada roubando os documentos, Cristina foi condenada a 4 anos e 11 meses de cadeia. Cinco advogados de um dos escritórios de advocacia mais renomados e caros do Brasil conseguiram um Habeas Corpus através do Ministro Gilmar Mendes (jornalistas independentes dizem – sempre ele) no Supremo Tribunal Federal e ela foi solta depois de passar 2 meses na cadeia.

A Receita Federal, o Ministério Público e a Polícia Federal investigaram, encontraram e condenaram a funcionária corrupta. Ela foi presa, demitida, ficou sem nenhum direito trabalhista (por exemplo, perdeu o direito a aposentadoria). Se em todo o processo de corrupção existe um corrupto e um corruptor, neste não existe o corruptor.

Quem teria “estimulado” a funcionária a correr tamanho risco? Teria agido ela por conta própria porque adora as novelas da Globo e achou uma injustiça o que estavam fazendo com ela, a Globo? Quem é beneficiado pelo sumiço do processo que condena a Globo, o SBT? Quem teria patrocinado o roubo do processo, a Rede Record? Ninguém se mexeu, ninguém se mexe, em busca de quem corrompeu. Um processo que dura mais de seis anos.

O Brasil quebra o paradigma de que onde há corrupto há corruptor.

Escândalo do propinoduto da Siemens nos governos de Mario Covas, Geraldo Alckmin e José Serra, todos do PSDB de São Paulo. De quebra, também nos governos de José Roberto Arruda (DEM) e Joaquim Roriz (PMDB) no Distrito Federal.

Em reportagem de quase três semanas atrás, a IstoÉ estimou inicialmente que o rombo é de R$425 milhões, porém, em sua matéria deste final de semana, o Estadão apontou para R$ 577 milhões.

Neste processo, sem margens para dúvidas, estão lá apontados pelas reportagens, inclusive na da Folha, todos os corruptores: Siemens, Alstom, Bombardier, CAF. Mas, lá não estão os corruptos. A Folha chega a pedir “dupla cautela” ao público no apontar os corruptos.

Há que considerar a investigação com dupla cautela. Os detalhes ainda são nebulosos, mas o que transpirou até aqui indica um conluio entre fornecedores para repartir encomendas e elevar seus preços de 10% a 30%, sem provas de envolvimento das autoridades.”

Detalhes devem ser observados. Quem descobriu, denunciou e apresentou os DOCUMENTOS foi a própria Siemens, em investigações feitas a partir da Alemanha. Mas, para a imprensa brasileira, não se sabe ainda dos corruptos.

O Brasil quebra o paradigma de que onde há corruptor há corrupto.

É ou não é um país sui generis?

Será que existe alguém por aí que lembra que tudo que acontecia/acontece com qualquer coisa ligada aos governos Lula e Dilma, TODOS, inclusive Lula e Dilma, sem qualquer investigação, sem qualquer documento, já eram/são declarados envolvidos e culpados?

Não há como negar a competência da máquina para, de acordo com a conveniência, criar e esconder escândalos.

Entretanto, ela está desmoralizada.

 

Ronaldo

 
imagem de Rodrigo C Moreira
Rodrigo C Moreira

Queridos Ninjas,

Sejam malandros e publiquem a íntegra da entrevista na internet.

Se vocês não gravaram, deram mole.

Mas que ficou feio esse lance de dinheiro público, ficou. Se virar mais uma ong chupa-sangue, eu paro de apoiar.

Se lançarem um crowdfunding e um esquema de assinaturas, eu contribuo e assino com prazer. Mas se for para mamar na teta da viúva, eu tô fora.

 
 
imagem de BRAGA-BH
BRAGA-BH

É a mídia corporativa agindo como sempre: modificando, entabulando, tergiversando quando tudo que está sendo dito se refere exatamente a ela.


É aquele negócio: pirão puco, meu prato primeiro e o resto que se dane!!

 

Deixar ir não significa desistir mas aceitar que há coisas que não podem ser!

 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!