Andifes é favorável ao Programa Mais Médicos

Da Andifes

Nota da Andifes sobre o programa Mais Médicos

MAIS SAÚDE E MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior decidiu, após plenária realizada em Belém-PA, se posicionar a favor do Programa Mais Médicos e se colocar como um colaborador pró-ativo dos Ministérios da Educação e da Saúde, em interlocução permanente com a sociedade.

A Andifes entende que o Programa Mais Médicos Para o Brasil, no seu conjunto, tem o mérito de fortalecer o Sistema Único de Saúde, voltado para atender toda a população, principalmente as parcelas mais excluídas do país. A proposta tem um prazo para ser concluída e, durante esse tempo, a entidade vai colaborar para o aprimoramento e a implantação do projeto no país.

Considerando a necessidade do fortalecimento do SUS, o respeito aos profissionais de saúde, e uma especial atenção para a saúde básica, sobretudo, para a saúde familiar, a instituição entende como sendo natural que as universidades federais sejam interlocutoras destacadas desta política pública.

A Andifes também se posiciona favoravelmente à expansão e oferta com qualidade dos cursos de medicina, a universalização e modificação da estrutura de residência médica, o contrato entre a rede de saúde e o SUS, a revisão dos mecanismos e sistemas atuais de certificação, acompanhamento de avaliação dos cursos e a oferta regular de tutores para o acompanhamento integral dos alunos.

Nenhum voto
6 comentários
imagem de Rosana Stockler
Rosana Stockler

o problema foi a precipitação em dar uma resposta; acho que tem muita coisa positiva no programa; e esta ideia de serviço militar médico é excelente! agora, acho que a população deveria sair às ruas em defesa do plano; manifestação a favor é tão importante quanto as contra;

vamos às ruas em roupas vermelhas ao invés de brancas??

 
 
imagem de Marcos Antônio
Marcos Antônio

Lucidez é um santo remédio...

 
 
imagem de Mario Augusto Gomes
Mario Augusto Gomes

A Dilma complica demais algo muito simples.

dilema, querem mais medicos no sus, pois bem.

1- O exercito brasileiro convoca no ultimo ano de faculdade todos os profissionais da área de saude que não prestaram o serviço militar. Isto já acontece sem problemas. Sobretudo, os de faculdades publicas.

2- convênio do Exercito e Ministério da Saude, com repasse de verba para o Exercito dos custos de RH.

3- convênio das prefeituras com o exercito solicitando a presença em regiões e Ubs de difíceis assentamentos de profissionais.

pronto, sem baboseira de congresso, Sm mimimi de CRM, CRO, etc....

são convocados e são militares com permanência temporária de efetivo.

 
 
imagem de janes salete
janes salete

 

Só sendo irracional para ser contra esse programa que é tudo de bom para a população.

 
 
imagem de antonio francisco
antonio francisco

Hoje na UFMG compareceram mil e trinta e seis médicos formados no exterior para fazer a prova de revalidação de diploma.

Há 20 anos a UFMG oferece esta possibilidade de revalidação de diploma a médicos formados no exterior.

Na mesma página onde coloca esta notícia a Sociedade Brasileira de Neurologia informa também que

a Associação Médica Brasileira entrou com a segunda ação contra o programa Mais Médicos:

 http://www.sbn.com.br/index/noticias/2013-04-15-oltimas-noticias

 
 
imagem de Anarquista Lúcida
Anarquista Lúcida

É por essas e outras que o programa tem que incluir médicos estrangeiros, o povo nao pode ficar refém da covardia dos médicos brasileiros, que nao querem a universalização da saúde para que nao baixe sua alta renda. 

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!