O ódio como herança de 2010

Autor: 

É preocupante a construção de um ódio que vem sendo concretado nessa reta final da campanha presidencial. Como petista, claro que estou feliz com o desenrolar da eleição e com a derrocada de José Serra e seu grupo político, se é que isso existe.
Mas tanto da parte do candidato - não vi uma proposta sequer de Serra, um pensamento completo, uma formulação de nada que possa resultar como idéia para debate. Apenas raiva contra o PT e falas de desqualificação de Dilma Roussef. Na verdade o Serra ainda não mostrou porque quer ser presidente e a se basear no que ele vem apresentando e da forma como vem se comportando, seria realmente preocupante se ele estivesse na frente nas pesquisas e tivesse chances reais de ganhar. O que seria um pessoa assim na presidência?

Da parte dos petistas idem. O ódio que prolifera contra PSDB, DEM e a mídia é algo preocupante. Nçao será com a bílis e sim com a razão que os preconceitos serão vencidos. Avançar na democracia brasileira e dar continuidade no governo Dilma de tudo que foi realizado no governo Lula vai demandar equilíbrio. Oposição é necessária sim e se for o caso é preciso até ter condecendência e ensinar aos destemperados do PSDB que o Brasil é maior que todos nós e que o Lula merece respeito por tudo que fez. mas não será pedindo o pescoço de quem quer que seja que vamos aperfeiçoar aquilo que foi conquistado, mesmo à revelia do PSDB e da elite brasileira. Equilíbrio. Agora e no futuro. Com certeza é isso que o Lula diria a todos nós.

Nenhum voto

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.