O papel do Brasil em concretizar investimentos chineses na América Latina

A logística integrada do continente é interessante para a China, mas o Brasil precisa liderar projetos, com André Araújo

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

O governo chinês tem demonstrado bastante interesse na logística integrada da América Latina. Para eles, projetos como o da ferrovia bioceânica, que aqui são tratados como megalomaníacos, são estratégicos e viáveis.

No entanto, o Brasil precisa assumir o seu papel como líder regional e tomar a frente dessas negociações. Até o momento, o Peru tem assumido um protagonismo muito maior do que o nosso.

O assunto foi abordado por André Araújo, consultor da Companhia de Construções Ferroviárias da China para a América Latina, no 64º Fórum de Debates Brasilianas.org.

Ele falou sobre a importância de se resolver essas questões “a nível de governo”, e lembrou que em projetos de infraestrutura de longo prazo o investidor privado precisa de certas garantias.

Também defendeu que certos projetos são viáveis mesmo durante o período de ajuste fiscal, já que os empréstimos seriam feitos por bancos multilaterais e não sairiam do orçamento da União. Leia mais »

Tags: 
desenvolvimento
Tags: 
infraestrutura
Tags: 
logística
Tags: 
logística integrada
Tags: 
Política
Tags: 
América Latina
Tags: 
brasil
Tags: 
China
Tags: 
Relações internacionais
Tags: 
integração produtiva
Tags: 
Peru
Tags: 
Bolívia
Tags: 
Venezuela

Avanços e desafios da infraestrutura logística

Com todas as dificuldades, PAC e PIL representaram avanços importantes para a continuidade do desenvolvimento nacional

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

Apesar de muito criticado, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) ofereceu ganhos de capacidade ao país. Isso porque conseguiu definir ações conjuntas para todas as áreas de infraestrutura.

A participação da iniciativa privada em algumas áreas, no entanto, ficou aquém do esperado e o número de projetos a efetivamente sair do papel foi baixo. O insucesso mais flagrante foi no modal ferroviário, onde o governo não conseguiu realizar nenhuma licitação.

Ainda assim, o Programa pelo menos conseguiu definir os projetos. E, com tempo para trabalhar, a iniciativa privada está começando a demonstrar interesse.

Ao PAC, se seguiu o PIL, o Programa de Investimento em Logística, mais focado na questão dos transportes e com um olhar específico para cada um dos modais. Leia mais »

Tags: 
infraestrutura
Tags: 
logística
Tags: 
transportes
Tags: 
Política
Tags: 
governo
Tags: 
gestão pública
Tags: 
iniciativa privada
Tags: 
concessões
Tags: 
Portos
Tags: 
trem
Tags: 
PAC
Tags: 
ferroviário
Tags: 
rodoviário
Tags: 
hidroviário
Tags: 
Aeroportos
Tags: 
rodovia
Tags: 
PIL
Tags: 
arrendamentos
Tags: 
aeroviário

O déficit de infraestrutura e o desafio logístico do agronegócio

O escoamento da produção brasileira sofre desde o deslocamento rodoviário e ferroviário até o embarque nos portos

Por Luiz de Queiroz

A infraestrutura e a logística para o escoamento da lavoura são alguns dos principais desafios do agronegócio nacional. Os aumentos de produção nas regiões norte, nordeste e centro-oeste são positivos, mas evidenciam ainda mais os gargalos de transportes, seja no sobrecarregado modal rodoviário, seja na insuficiente malha ferroviária.

Quando as cargas chegam aos portos, então, a situação é ainda mais grave. Não importa se soja ou milho, as exportações do centro-oeste, norte e nordeste são feitas majoritariamente a partir de portos no sul e sudeste. Isso causa uma série de problemas, a começar pelo esgotamento da capacidade dos portos, que vai dar até na paralisação de lavouras para não produzir prejuízo.

O assunto foi tema de discussão no 63º Fórum de Debates Brasilianas.org.

O escoamento do agronegócio de norte a sul Leia mais »

Tags: 
Agricultura
Tags: 
Pecuária
Tags: 
agronegócio
Tags: 
Exportações
Tags: 
desenvolvimento
Tags: 
infraestrutura
Tags: 
logística
Tags: 
63º Fórum de Debates Brasilianas.org
Tags: 
Escoamento de produção
imagem de Lilian Milena

Brasilianas.org discute a MP dos Portos

Autor: 

Encaminhe suas perguntas que poderão ser respondidas durante o programa

O último ranking do Fórum Econômico Mundial, publicado em setembro de 2012, apontou o Brasil entre os dez países com a pior qualidade de infraestrutura em terminais portuários, num conjunto de 144 nações analisadas.

Perto de 94% do comércio exterior brasileiro passa pelos portos que, na sua maioria, não foram submetidos a reformas para atender a demanda de operação que dobrou nos últimos dez anos. Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de luisnassif

24o Brasilianas: Renato Pavan

Renato Pavan, da Macrologística

Tags: 
logística
imagem de luisnassif

24o Brasilianas: Reginaldo Cardoso, da DHL

Palestra de Reginaldo Lapa Cardoso, Gerente Geral de Transportes da DHL

Tags: 
logística
Tags: 
infraestrutura
Tags: 
Brasilianas
Tags: 
DHL
imagem de Anônimo

Ministra do Planejamento confirma presença no Fórum Brasilianas

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, irá participar do 24º Fórum de Debates Brasilianas.org, sobre os desafios da logística e infraestrutura, no próximo dia 30 de maio, em São Paulo. Realizado pela Agência Dinheiro Vivo o evento reunirá especialistas e entidades do setor para discutir o cenário da infraestutura logística no Brasil, a indução ao desenvolvimento regional e também os marcos regulatórios e os entraves burocráticos do setor.

Investir em logística e infraestrutura de transportes é fundamental para escoar a produção nacional e atender à crescente demanda do mercado interno, e também aumentar a competitividade dos produtos brasileiros para o comércio exterior. Além disso, há uma relação direta entre infraestrutura e crescimento econômico, e uma estratégia logística de grande porte pode ser indutora do desenvolvimento de regiões que estejam abaixo dos níveis nacionais.
Leia mais »

imagem de Anônimo

23º Fórum de Debates Brasilianas.org - Apresentação de Célio Mauro Almeida

23º Fórum de Debates Brasilianas.org - Apresentação de Célio Mauro Almeida, Professor da FIA nas áreas de Planejamento Estratégico, Logística e Gestão de Cadeias Produtivas.

Segundo ele, o custo de uma tonelada por quilômetro de grãos transportados por uma barcaça, quando bem administrada, corresponde a 20% dos recursos de uma tonelada/quilômetro transportada por caminhão. “Perdemos muito dinheiro dando preferência às rodovias, recursos que se não fossem utilizados reduziriam o valor dos alimentos na ponta”, avalia.

Arquivo: 
imagem de Anônimo

23º Fórum de Debates Brasilianas.org - Apresentação de Andréia Leda Ramos de Oliveira

23º Fórum de Debates Brasilianas.org - Apresentação de Andréia Leda Ramos de Oliveira, Pesquisadora da Científica da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA).

A doutora em desenvolvimento econômico participou do 23º Fórum de Debates Brasilianas.org, organizado para discutir os desafios para a internacionalização do agronegócio, na última segunda feira (14), em São Paulo. Andréa explica que o peso da logística em relação ao PIB no Brasil é de 11,6% contra 8,7% nos Estados Unidos.

Arquivo: 
imagem de Lilian Milena

Custo de produção da soja no país é de 34% contra 19% nos EUA

Autor: 

“Falta ao PAC visão integrada para juntar logística com fluxos de grãos”

Os ganhos de produtividade conquistados pelo agronegócio a partir de investimentos em inovação e tecnologia não são capazes de tornar o país mais competitivo que os Estados Unidos e a União Européia, em especial, porque tudo que se ganha “antes da porteira” se perde no percurso até a mesa do consumidor.

Especialistas apontam a falta de políticas públicas para transportes voltadas às grandes cadeias produtivas como o principal fator do aumento do custo de produção.

“Nós temos claramente vantagens competitivas na produção de soja, comparando Brasil e Estados Unidos, por exemplo, mas quando falamos em composição total, incluindo o custo de transporte no país, calcado em rodovias, a nossa vantagem cai. Assim, o custo de produção da soja no Brasil é de 34%, e nos Estados Unidos, de 19%”, revela Andréa Leda Ramos de Oliveira, Pesquisadora Científica da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA).
Leia mais »

Companhia anuncia investimentos na área de abastecimento em 2012

Do Blog da Petrobras

A Petrobras investirá R$ 8,26 bilhões em 2012 na modernização do parque de refino. É previsto crescimento de 56% na capacidade de hidrotratamento e 18% na conversão de resíduos. Os investimentos preveem a melhoria da qualidade de combustíveis e o aumento de margem de lucro. Em 2011, 18 novas unidades entraram em operação nas refinarias, visando à melhoria operacional, adequação ambiental das unidades, eficiência energética e flexibilização da produção de derivados. Leia mais »

Tags: 
logística
Tags: 
EBN
Tags: 
Refinaria Potiguar Clara Camarão
Tags: 
Petroquímica
Tags: 
Plangás
Tags: 
investimento
imagem de sergio.grisa

Ideologistica

Um site completo com a finalidade de debater as tendências de logística.

imagem de JoseValente

Empresas e autarquias estratégicas no setor Transportes: GEIPOT


A. Empresa Brasileira de Planejamento em Transportes - GEIPOT – a grande ausente Leia mais »

imagem de JoseValente

As Eclusas de Tucuruí

Tags: 
logística
Tags: 
transporte