imagem de Lilian Milena

Luiz Felipe de Alencastro é o entrevistado do Brasilianas.org

Autor: 

Historiador e cientista político analisa quadro da atual crise política e institucional

Brasilianas.org - O programa Brasilianas.org entrevista hoje o historiador e cientista político Luiz Felipe de Alencastro. Aos 20 anos, na década de 1970, Alencastro ganhou uma bolsa de estudos e se mudou para a França. Sua decisão de sair do Brasil também foi pautada pela perseguição do regime militar que o fez responder diversos inquéritos policias militares, quando ainda estudava na Universidade de Brasília.

Alencastro viveu na França por 37 anos, onde se formou em história e ciências políticas e fez doutorado em história contemporânea. Hoje tem livre docência em história econômica pela Unicamp, é professor de uma das principais universidades do mundo, a Paris-Sorbone, e também do instituto de economia da Fundação Getúlio Vargas. Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 

O papel do Brasil em concretizar investimentos chineses na América Latina

A logística integrada do continente é interessante para a China, mas o Brasil precisa liderar projetos, com André Araújo

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

O governo chinês tem demonstrado bastante interesse na logística integrada da América Latina. Para eles, projetos como o da ferrovia bioceânica, que aqui são tratados como megalomaníacos, são estratégicos e viáveis.

No entanto, o Brasil precisa assumir o seu papel como líder regional e tomar a frente dessas negociações. Até o momento, o Peru tem assumido um protagonismo muito maior do que o nosso.

O assunto foi abordado por André Araújo, consultor da Companhia de Construções Ferroviárias da China para a América Latina, no 64º Fórum de Debates Brasilianas.org.

Ele falou sobre a importância de se resolver essas questões “a nível de governo”, e lembrou que em projetos de infraestrutura de longo prazo o investidor privado precisa de certas garantias.

Também defendeu que certos projetos são viáveis mesmo durante o período de ajuste fiscal, já que os empréstimos seriam feitos por bancos multilaterais e não sairiam do orçamento da União. Leia mais »

Tags: 
desenvolvimento
Tags: 
infraestrutura
Tags: 
logística
Tags: 
logística integrada
Tags: 
Política
Tags: 
América Latina
Tags: 
brasil
Tags: 
China
Tags: 
Relações internacionais
Tags: 
integração produtiva
Tags: 
Peru
Tags: 
Bolívia
Tags: 
Venezuela

Avanços e desafios da infraestrutura logística

Com todas as dificuldades, PAC e PIL representaram avanços importantes para a continuidade do desenvolvimento nacional

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

Apesar de muito criticado, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) ofereceu ganhos de capacidade ao país. Isso porque conseguiu definir ações conjuntas para todas as áreas de infraestrutura.

A participação da iniciativa privada em algumas áreas, no entanto, ficou aquém do esperado e o número de projetos a efetivamente sair do papel foi baixo. O insucesso mais flagrante foi no modal ferroviário, onde o governo não conseguiu realizar nenhuma licitação.

Ainda assim, o Programa pelo menos conseguiu definir os projetos. E, com tempo para trabalhar, a iniciativa privada está começando a demonstrar interesse.

Ao PAC, se seguiu o PIL, o Programa de Investimento em Logística, mais focado na questão dos transportes e com um olhar específico para cada um dos modais. Leia mais »

Tags: 
infraestrutura
Tags: 
logística
Tags: 
transportes
Tags: 
Política
Tags: 
governo
Tags: 
gestão pública
Tags: 
iniciativa privada
Tags: 
concessões
Tags: 
Portos
Tags: 
trem
Tags: 
PAC
Tags: 
ferroviário
Tags: 
rodoviário
Tags: 
hidroviário
Tags: 
Aeroportos
Tags: 
rodovia
Tags: 
PIL
Tags: 
arrendamentos
Tags: 
aeroviário

Um sonho possível: A gestão suprapartidária das cidades

Na administração pública, é necessário continuidade; o poder político passa, mas o corpo técnico tem que ser mantido

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

Depois de anos de disputa ideológica e partidária, o Brasil está amadurecendo na gestão das cidades. O Estatuto das Cidades é política pública recente, de 2001. O próprio Ministério das Cidades foi criado apenas em 2003. Junto com a Política Nacional de Mobilidade Urbana, de 2012, o país finalmente tem instrumentos para elaborar planos continuados de desenvolvimento urbano. O importante é que a visão estruturante não se perca no momento em que o poder político trocar de mãos.

A cidade de São Paulo é um bom exemplo. A elaboração de um projeto macro urbanístico (o Plano Diretor), apoiado por uma série de projetos específicos e localizados (Arco do Futuro, Arco Tietê, Operação Urbana Água Branca, Operação Urbana Água Espraiada, entre outros), dá à cidade a visão de longo prazo que faltava para orientar a gestão, independentemente da inclinação político-partidária do administrador eleito. Leia mais »

Tags: 
Política
Tags: 
cidades
Tags: 
cidadania
Tags: 
gestão
Tags: 
gestão pública
Tags: 
arquitetura
Tags: 
Urbanismo
Tags: 
Plano Diretor
Tags: 
paris
Tags: 
São Paulo
Tags: 
Fórum
Tags: 
Brasilianas.org

As mudanças de paradigmas na gestão das cidades

Em palestra, Fernando Haddad fala sobre mobilidade, uso e ocupação do solo, educação, política e comportamento

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, esteve presente no 66º Fórum de Debates Brasilianas.org, evento promovido pelo jornalista Luis Nassif para discutir a agenda de desenvolvimento nacional.

Nessa edição, eles falaram sobre como preparar as metrópoles para serem cidades inclusivas, democráticas e humanas. Haddad abordou temas como mobilidade, uso e ocupação do solo, educação, política e comportamento.

“Como 12 milhões de pessoas - 22 milhões se contarmos a área metropolitana - podem aprender a conviver?”, questionou o prefeito da maior cidade da América Latina.

E falou sobre seus esforços para democratizar o viário urbano e demarcar terras para populações mais pobres. “Quanto menos misturados os distritos, os bairros, mais disfuncional vai ser a cidade”, defendeu. Leia mais »

Tags: 
Fórum
Tags: 
Brasilianas.org
Tags: 
Política
Tags: 
gestão
Tags: 
gestão pública
Tags: 
cidadania
Tags: 
democracia
Tags: 
Mobilidade
Tags: 
São Paulo
Tags: 
cidades
Tags: 
Plano Diretor
Tags: 
uso e ocupação do solo
imagem de Lilian Milena

Carlos Araújo concede entrevista exclusiva ao Brasilianas.org

Autor: 

Hoje (10), a partir das 20h00, na TV Brasil, acompanhe a entrevista especial do político, advogado trabalhista e ex-marido da presidente Dilma Rousseff, Carlos Franklin Paixão de Araújo ao apresentador do Brasilianas.org, Luis Nassif.

Nos últimos anos, Carlos Araújo converteu-se em um dos mais argutos analistas políticos do país. Em sua casa, à beira do rio Guaíba, Araújo tem recebido os melhores protagonistas da política brasileira.

Filho do conceituado advogado trabalhista de Porto Alegre, Afrânio Araújo, Carlos seguiu os passos do pai, incluindo o posicionamento político de esquerda. Nos anos 1950 ingressou na Juventude Comunista e, mais tarde, ajudou a formar uma organização contra a ditadura militar ao lado de colegas de militância, dentre eles a então companheira e atual presidente da República, Dilma Rousseff.
Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de Lilian Milena

As políticas fiscal e monetária: uma conta que não fecha

Autor: 

Brasilianas.org discute política econômica e suas consequências na estabilidade

A política econômica é a intervenção do governo sobre a economia com o objetivo de manter alto o nível de emprego e as taxas de crescimento, evitando uma inflação exagerada. Esse trabalho se desdobra em dois eixos chamados de política fiscal e política monetária.

Na política econômica fiscal o governo gerencia e estabelece a arrecadação de impostos administrando, através desses recursos, os seus gastos. Já na política monetária há um controle da emissão de moedas e definição de juros, através do Banco Central, que também regulamenta outras atividades do setor bancário. Leia mais »

imagem de andrelevy

EM DEFESA DE FELICIANO

Temo a unanimidade. Alem de ser burra, como já nos ensinava o Prof. Rodrigues, é também tirânica. Por isso venho aqui defender o deputado Marco Feliciano. Por isso e porque prezo acima de tudo o direito à liberdade de opinião e expressão. Não compartilho de todos os seus valores nem tampouco sigo a sua fé. Mas, prezo a pluralidade de pontos-de-vista e a diversidade de tradições. Por isso venho aqui defendê-lo.

Feliciano se tornou o símbolo de todo um setor da população brasileira. Muitas das críticas que a ele são dirigidas valem para os brasileiros que ele representa. Ele é um ícone, um avatar. Da mesma forma, defendê-lo é defender essas pessoas. Não necessariamente advogar em favor de seus interesses, mas sim defender o seu direito de fazê-lo. Leia mais »

imagem de andrelevy

Evolução da Psiquê Política do Homo Brasileirus

"Os partidos não nos representam!"

A que ponto chegamos? De onde viemos? E para onde queremos ir?

Entendendo a evolução da consciência política do brasileiro...


H0MO ECONOMICUS

Neste estágio primário, o H0mo Brasileirus está preocupado com necessidades básicas: casa, comida, roupa lavada, viagens ao exterior... Empenha-se no seu crescimento econômico a qualquer custo. O H0mo Economicus escamba suas liberdades individuais, de expressão, opinião, manifestação, participação... por confortos materias. É a hora de "fazer crescer o bolo para depois dividir". Afinal, para se ter um povo forte, é necessário antes uma nação forte. Ou pelo menos assim ele acredita.

H0MO SALVATORIUS Leia mais »

imagem de Álvaro

A Economia e as Crises Políticas

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de Lilian Milena

Brasilianas.org discute a crise do sistema político representativo

Autor: 

Edição desta segunda-feira (24), às 20h, na TV Brasil debate declínio das relações de identificação entre cidadãos e partidos políticos

Clique aqui para enviar suas perguntas, que poderão ser lidas ao vivo, durante o programa. Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 

Blog Palavras Diversas

O Blog Palavras Diversas surgiu em 2010, como mais uma opção para juntar-se a blogosfera independente e progressista.  Acesse outros conteúdos, conheça outros pontos de vista e opiniões.  Deixe suas impressões, colabore com suas críticas, sugestões ou textos. Obrigado pela sua visita e, se puder, divulgue e compartilhe com seus amigos.