imagem de Lilian Milena

O levante dos secundaristas em São Paulo

Autor: 

Luis Nassif entrevista jovens que ocuparam escolas para entender por que enfrentam reestruturação educacional proposta pelo Estado

Nesta segunda (21/12), a partir das 23h, na TV Brasil, Luis Nassif recebe no programa Brasilianas.org Nicole dos Santos (17), Guilherme Botelho (16) e Luana Nardi (16). Três jovens de escolas ocupadas em protesto contra a reorganização que seria promovida no Estado de São Paulo.

O movimento começou no ABC Paulista, na cidade de Diadema e, em poucas semanas, cerca de 200 escolas já estavam ocupadas pelos jovens. O governador Geraldo Alckmin pretendia fechar 94 instituições, segregando 340 mil estudantes. Mas o projeto não foi bem recebido pela comunidade de alunos que tomaram como iniciativa ocupar as escolas com a realização de ações diretas nas principais vias da capital paulista. Leia mais »

imagem de Lilian Milena

Brasilianas entrevista jovens que ocupam escolas de São Paulo

Autor: 

Participe mandando sua pergunta, que poderá ser selecionada durante a gravação Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 

As transformações de São Paulo e dos paulistanos

A cidade que ensinava aos seus habitantes o medo e a desconfiança da rua está resignificando suas relações

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

A cidade de São Paulo, como tantas outras metrópoles do país, tem problemas sérios de abandono, pelo poder público e a iniciativa privada, do centro antigo.

Nos últimos anos, no entanto, alguns empresários enxergaram, nos aluguéis baixos e na atmosfera sombria da região central, oportunidades para atrair novos públicos.

Foi o caso de Facundo Guerra, que apostou na casa noturna Vegas Club, entre prostíbulos e terrenos baldios, no Baixo Augusta.

O que se deu foi uma reação em cadeia, de pequenos empresários que viram a viabilidade do local para o entretenimento.

A isso, se seguiu a valorização da região e um interesse renovado do grande capital, de grupos imobiliários, que acabou por elevar os aluguéis e expulsar a primeira linha de investidores.

O assunto foi tema de discussão no 66º Fórum de Debates Brasilianas.org Leia mais »

Tags: 
Cidade
Tags: 
cidadania
Tags: 
São Paulo
Tags: 
revitalização
Tags: 
renovação
Tags: 
comportamento
Tags: 
sociedade
Tags: 
66º Fórum de Debates Brasilianas.org
Tags: 
gentrificação
Tags: 
Baixo Augusta
Tags: 
Mirante Nove de Julho

Um sonho possível: A gestão suprapartidária das cidades

Na administração pública, é necessário continuidade; o poder político passa, mas o corpo técnico tem que ser mantido

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

Depois de anos de disputa ideológica e partidária, o Brasil está amadurecendo na gestão das cidades. O Estatuto das Cidades é política pública recente, de 2001. O próprio Ministério das Cidades foi criado apenas em 2003. Junto com a Política Nacional de Mobilidade Urbana, de 2012, o país finalmente tem instrumentos para elaborar planos continuados de desenvolvimento urbano. O importante é que a visão estruturante não se perca no momento em que o poder político trocar de mãos.

A cidade de São Paulo é um bom exemplo. A elaboração de um projeto macro urbanístico (o Plano Diretor), apoiado por uma série de projetos específicos e localizados (Arco do Futuro, Arco Tietê, Operação Urbana Água Branca, Operação Urbana Água Espraiada, entre outros), dá à cidade a visão de longo prazo que faltava para orientar a gestão, independentemente da inclinação político-partidária do administrador eleito. Leia mais »

Tags: 
Política
Tags: 
cidades
Tags: 
cidadania
Tags: 
gestão
Tags: 
gestão pública
Tags: 
arquitetura
Tags: 
Urbanismo
Tags: 
Plano Diretor
Tags: 
paris
Tags: 
São Paulo
Tags: 
Fórum
Tags: 
Brasilianas.org

A reconstrução do domínio público

Os investimentos no viário urbano vêm sendo substituídos por políticas que operam nas formas de uso das cidades

Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

Nos últimos anos, a cidade de São Paulo se tornou palco de um amplo debate sobre as formas de uso do espaço público. As dificuldades orçamentárias limitaram os investimentos em obras e o foco da administração mudou, por necessidade.

Ao invés dos tradicionais investimentos na expansão do viário urbano, o Executivo municipal tem buscado repactuar as relações das pessoas com a cidade para qualificar os espaços existentes.

Apesar das posições contrárias, grupos até então marginalizados têm se apropriado das transformações e garantido parcela importante de apoio às políticas públicas que buscam devolver às pessoas o domínio do espaço público.

O assunto foi tema de discussão no 66º Fórum de Debates Brasilianas.org, onde o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano de São Paulo, Fernando de Mello Franco, falou sobre as estratégias que irão direcionar a administração da cidade. Leia mais »

Tags: 
cidades
Tags: 
cidadania
Tags: 
gestão
Tags: 
gestão pública
Tags: 
administração municipal
Tags: 
São Paulo
Tags: 
Políticas Públicas
Tags: 
66º Fórum de Debates Brasilianas.org
Tags: 
formas de uso

As mudanças de paradigmas na gestão das cidades

Em palestra, Fernando Haddad fala sobre mobilidade, uso e ocupação do solo, educação, política e comportamento

Por Luiz de Queiroz e Pedro Garbellini

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, esteve presente no 66º Fórum de Debates Brasilianas.org, evento promovido pelo jornalista Luis Nassif para discutir a agenda de desenvolvimento nacional.

Nessa edição, eles falaram sobre como preparar as metrópoles para serem cidades inclusivas, democráticas e humanas. Haddad abordou temas como mobilidade, uso e ocupação do solo, educação, política e comportamento.

“Como 12 milhões de pessoas - 22 milhões se contarmos a área metropolitana - podem aprender a conviver?”, questionou o prefeito da maior cidade da América Latina.

E falou sobre seus esforços para democratizar o viário urbano e demarcar terras para populações mais pobres. “Quanto menos misturados os distritos, os bairros, mais disfuncional vai ser a cidade”, defendeu. Leia mais »

Tags: 
Fórum
Tags: 
Brasilianas.org
Tags: 
Política
Tags: 
gestão
Tags: 
gestão pública
Tags: 
cidadania
Tags: 
democracia
Tags: 
Mobilidade
Tags: 
São Paulo
Tags: 
cidades
Tags: 
Plano Diretor
Tags: 
uso e ocupação do solo

A gestão Haddad e a mudança de paradigmas

Para o prefeito, se não for para testar hipóteses e correr riscos, não há porque seguir a política

Por Luis Nassif

Nas últimas semanas, a gestão de Fernando Haddad, na prefeitura de São Paulo, foi objeto de reportagens elogiosas no Wall Street Journal, no New York Times e em evento da prefeitura de Paris.

Ontem, no Seminário Brasilianas "Cidades Saudáveis", Haddad explicou sua gestão.

O grande desafio das grandes cidades será trabalhar em mudanças comportamentais e quebras de paradigmas. “Até 50 anos atrás, ninguém imaginaria conglomerados urbanos com mais de 10 milhões de habitantes. Hoje, existem dezenas delas, exigindo uma nova ciência. Será necessária uma quebra de paradigmas. A maneira como os americanos conceberam, cidades e subúrbios não vai prevalecer por questão material: a menos que inventem carros que voam”. Leia mais »

Tags: 
Brasilianas.org
Tags: 
Fórum
Tags: 
metrópoles
Tags: 
São Paulo
Tags: 
Fernando Haddad
imagem de Lilian Milena

Hoje Brasilianas.org discute política de redução de danos relacionada ao uso de drogas

Autor: 

Convidados avaliam cenário de uma possível legalização da maconha, além da descriminalização que tramita no STF

Hoje (05), em novo horário, a partir das 23h00, na TV Brasil, o programa Brasiliana.org exibe debate sobre políticas públicas para a redução e combate aos efeitos nocivos no uso de drogas. O professor do Centro Brasileiro de Informações Sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid) da Unifesp, Dr. Elisaldo Carlini, o antropólogo, diretor e pesquisador da Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD), Maurício Fiore e o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Alexandre Padilha avaliam o programa De Braços Abertos, da prefeitura de São Paulo, a descriminalização do porte de maconha, que pode ser aprovada pelo Supremo Tribunal Federal, e a tênue linha entre o uso recreativo de outras drogas e a dependência que podem causar. Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de Lilian Milena

A crise hídrica em São Paulo

Autor: 

Hoje (26), a partir das 20h00, na TV Brasil, o programa Brasilianas.org discute as cartas que São Paulo tem em mãos para gerenciar seus recursos hídricos e passar pelos próximos períodos com baixas em seus reservatórios. Desde setembro de 2014, pelo menos 01 a cada 20 habitantes do Estado de São Paulo são submetidos a racionamento de água devido ao baixo volume do Sistema Cantareira, responsável pelo atendimento de mais de 8,1 milhões de pessoas.

A Sabesp e o governo do Estado de São Paulo responsabilizam o clima, alegando que as chuvas acumuladas entre janeiro e agosto de 2014 foi 42% menor que a média histórica. Por outro lado, técnicos criticam a falta de planejamento da administração pública apontando que em 2003 estudos já previam o esgotamento das reservas que abastecem as regiões mais populosas do Estado. Para discutir quais medidas precisam ser tomadas para enfrentar esse quadro, Luis Nassif recebe o coordenador do Laboratório de Hidrologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Paulo Canedo e o coordenador da Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental, Edson Aparecido da Silva. Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de Lilian Milena

Os desafios da cidade de São Paulo

Autor: 

Nesta segunda-feira (27), às 20h, o programa Brasilianas.org, na TV Brasil, convida o prefeito Fernando Haddad e a urbanista Paula Santoro para debaterem os problemas e possíveis soluções para o município. Participe mandando perguntas aos entrevistados, clicando aqui.

Aos 460 anos a cidade de São Paulo, o principal centro financeiro e corporativo da América do Sul, ainda enfrenta desafios para se transformar numa cidade segura e socialmente equilibrada. Segundo dados do Índice Paulista de Vulnerabilidade Social, desenvolvido pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), cerca de 13% dos domicílios paulistanos recebiam não mais do que meio salário mínimo em 2010. Como pensar em políticas públicas para reduzir o grau de pobreza e, ainda, como melhorar as condições de milhares de paulistanos que vivem em habitações precárias ou sofrem com a difícil mobilidade urbana da região? Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de Lilian Milena

38º FDB - Subsecretário de Petróleo e Gás, da Secretaria de Energia do Estado, Ubiraja Sampaio de Campos

Apresentação do Subsecretário de Petróleo e Gás, da Secretaria de Energia do Estado, Ubiraja Sampaio de Campos, realizada durante 38º Fórum de Debates Brasilianas.org, em 30 de Abril de 2013, sobre os impactos do pré-sal na região metropolitana de Santos. 

imagem de Lilian Milena

República e Sé terão habitação de interesse social

Autor: 

Dentre as estratégias para viabilizar financeiramente o projeto está a exploração comercial de pavimentos inferiores em novos prédios

Em entrevista ao programa Brasilianas.org, na TV Brasil, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou que a proposta habitacional para o centro da cidade será “de tipo novo” e atenderá todas as classes sociais.

Para atingir o objetivo Haddad adiantou que pretende selar parcerias com os governos estaduais e federais, além de realizar acordos com a iniciativa privada. Os distritos Sé e República estão no alvo das intervenções que dependerão da desapropriação de áreas degradadas, onde serão construídos edifícios de uso misto.

Uma das estratégias para viabilizar financeiramente esse projeto é a exploração comercial dos pavimentos inferiores dos novos prédios. “Os recursos pagos na desapropriação serão compensados pela venda dos espaços comerciais. Já as residências de interesse social serão subsidiadas pelo programa Minha Casa e Minha Vida”, explicou Haddad. Leia mais »

imagem de Lilian Milena

Brasilianas.org entrevista Fernando Haddad

Autor: 

Em comemoração ao aniversário de São Paulo, que acontecerá no dia 25 de Janeiro, o Brasilianas.org desta segunda-feira (21), ao vivo, às 20h, contará com a participação de Fernando Haddad, recém-empossado prefeito da maior cidade do país.

A capital, hoje com 11,3 milhões de habitantes, viu nos últimos meses aumentar vertiginosamente o número de homicídios e chacinas. Segundo dados do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em São Paulo, em 2012, ocorreram 14 homicídios múltiplos na cidade.

Esse é um dos desafios que a nova gestão terá que enfrentar, além dos velhos transtornos em relação à mobilidade e saúde pública. Nessa edição, mediada pelo jornalista Luis Nassif, não ficarão de fora questões quanto as estratégias administrativas propostas pelo Partido dos Trabalhadores (PT) para solucionar o déficit orçamentário de São Paulo.

Não perca hoje (21), às 20h, na TV Brasil!

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUAS PERGUNTAS, que poderão ser lidas durante o programa. Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: 
Tags: 
imagem de Lilian Milena

Incêndios em favelas e a especulação inflamável

Guilherme Simões*

Casos tão gritantes provocaram a criação de uma CPI dos incêndios em favelas na câmara municipal de São Paulo. Pra inglês ver. Em cinco meses de “funcionamento”, a CPI se reuniu apenas 3 vezes.

Nos últimos 20 dias, cinco grandes incêndios atingiram favelas em São Paulo. Esse tipo de incidente cresce a cada ano em proporções assustadoras. Entre 2008 e 2011 foram mais de 500 incêndios em favelas. Em 2012, segundo o corpo de bombeiros, já são 32. A destruição é enorme, quando não é fatal: móveis, eletrodomésticos, barracos inteiros. Pessoas feridas e até mortas. Por que isso ocorre com tamanha frequência? Quais são os reais motivos para tantos “acidentes” e tragédias? Que setores da sociedade se envolvem com essa situação? Qual é a condição das famílias que perdem tudo a cada incêndio?
Leia mais »

imagem de Mariana Ruivo

Análise: Russomanno e Haddad buscaram se preservar

Com todas as restrições legais impostas pela lei no Brasil (sobretudo a obrigação de que vários nanicos sejam convidados), a regra básica para políticos em debates na TV é simples: entrar para empatar ou para não perder. Até porque é muito difícil alguém ganhar votos nesses encontros. A vitória fica com quem sai do mesmo jeito que entrou.

 

O que era esperado entre os oito candidatos à Prefeitura de São Paulo que participaram do debate organizado pela Folha e pela RedeTV! eram ataques generalizados aos dois políticos que mais se fortaleceram nas pesquisas nas últimas semanas, Celso Russomanno (PRB) e Fernando Haddad (PT).

 

Mas eles acabaram sendo os quem mais conseguiram evitar demonstrar irritação, esquivando-se das armadilhas feitas pelos adversários.

 

No meio de uma pergunta sobre o mensalão para Haddad, coube a Russomanno fazer observações. "Não quero comentar ataques pessoais."

 

Haddad foi pressionado a falar sobre sua aliança com o PP, do ex-prefeito Paulo Maluf. Não passou recibo e disse que não faz política fulanizando: "Quem tem de explicar o apoio é quem deu". Leia mais »

Tags: 
Tags: 
Tags: