O presidente do CREA-SP destacou que, até meados da década de 1970, ser engenheiro era sinônimo de quem ganhava bem. "Mas daí veio a crise econômica do país, no final da década de 1970 e durante a década de 1980, foi quando ser engenheiro passou a ser sinônimo de desempregado. Isso porque engenheiros são executores de investimentos, ligados às áreas de produção. Quando o país está recebendo muito investimento, a profissão fica em alta".

Ele participou do 37º Fórum de Debates Brasilianas.org - A Formação de Engenheiros no Brasil.


Tags: 
Brasilianas.org
Tags: 
Formação
Tags: 
engenheiros
Tags: 
Fórum