Quais as funções de quem trabalha com computação?

Gostaria de conhecer o trabalho dos técnicos de informática e entender suas funções? Conhecer esse mercado de trabalho promissor é muito importante para os estudantes com formação em tecnologia da informação e tem boas perspectivas de desenvolvimento profissional.

Neste artigo, você compreenderá como os técnicos de informática trabalham, os seus salários e conhecerá as melhores maneiras de seguir dentro dessa carreira.

O que faz um técnico em informática?

Comece com a primeira pergunta: Afinal, o que os técnicos de informática fazem todos os dias? Por se tratar de uma ocupação onde o trabalho vai envolver computadores e internet, existe uma grande demanda por esses profissionais que atuam na parte técnica em diversos setores (públicos ou privados). O mercado dessa área está aquecido e tende a necessitar de mais profissionais qualificados.

Aqui estão alguns recursos importantes para técnicos de informática:

• Configuração e programação de sistemas informáticos;

• Montar e instalar o computador;

• Auxiliar na correção de defeitos ou mau funcionamento da rede ou equipamento;

• Desenvolver e instalação de software;

• Desenvolver sistemas informáticos;

• Desenvolver sites na Internet.

Dessa forma, os técnicos de informática podem atuar em empresas que utilizam a tecnologia ou prestam algum tipo de serviço, podendo atuar em redes públicas com facilidades e serviços e equipamentos de Internet.

Além disso, também é possível, como autônomo, prestar serviços a clientes de pessoas físicas ou jurídicas (empresas) que requeiram algumas das suas funções, como, por exemplo: suporte técnico, instalação de rede e desenvolvimento de software e páginas na Internet.

Salário de um técnico de informática

Segundo levantamento de Cursos de Computação, o salário médio dos técnicos de informática está entre R$ 1.110,00 e R$ 1.900,00 por mês.

Veja a seguir alguns salários por estado, de acordo com a pesquisa feita:

• Brasília (DF): 1.924,26 reais (maior média salarial mensal);

• Amapá: 1.177,71 reais (menor média salarial mensal);

• São Paulo: 1.891,61 reais.

Segundo a pesquisa, o estado de São Paulo foi o estado com maior saldo de contratações de técnicos de TI no ano de 2021, com mais de 1.563 contratações relacionadas.

O que é preciso para trabalhar como um técnico de informática?

Com o objetivo de se tornar um técnico de informática, é preciso ter conhecimento técnico e estar constantemente atento às mudanças no campo da tecnologia da informação, cujas funções têm sempre novidades.

Mesmo que não seja uma ocupação regulamentada e não exija treinamento, para ingressar neste mercado é recomendável que você tenha feito um Curso de Informática e que seja pelo menos o nível intermediário.

É recomendado que você tenha pelo menos 16 anos para iniciar sua carreira.

No entanto, existem diversas empresas que exigem dos profissionais formação superior na área de tecnologia da informação (TI) durante o processo seletivo. No setor público, quase todos os concursos abertos para cargos relacionados a técnicos de TI selecionam apenas aqueles com diploma de um programa na área.

Portanto, destacamos que uma das principais formas mais eficientes e eficazes para ingressar dentro do mercado de trabalho e buscar cargos e salários mais elevados é matricular-se em cursos superiores. Confira os mais comuns:

• Sistema de informação;

• Gestão de tecnologia da informação;

• Ciência da Computação;

• Engenharia de software.

Um dos cursos mais comentados e procurados nessa área é o curso de Sistemas de Informação.

Que tal um curso de sistemas de informação?

Os cursos de sistemas de informação são uma das formas de preparação dos técnicos de informática para o sucesso dentro do mercado de trabalho. Segundo algumas pesquisas, esta é uma das licenciaturas mais procuradas em tecnologia da informação, ocupando o terceiro lugar na lista das mais procuradas da região.

Destacamos que a graduação poderá ser oferecida de duas formas: bacharelado (duração média de quatro anos) e técnico (média de dois anos para conclusão).

Em algumas possibilidades, os cursos contam com disciplinas específicas na área técnica. Confira algumas das disciplinas graduadas em Sistemas de Informação:

• Arquitetura e organização de computadores;

• Base de dados;

• CG;

• Empreendedorismo dentro do nicho de sistemas de informação;

• Gestão de dados e informações;

• Inteligência artificial e inteligência computacional;

• Linguagem de programação;

• Matemática;

• Sistema operacional;

• Teoria geral dos sistemas;

O bacharelado envolve uma gama mais ampla de disciplinas que podem ser repassadas por diversas áreas de conhecimento, os cursos técnicos são específicos para a prática profissional e para o mercado de trabalho com foco nessa área.

Os cursos podem ser ministrados de forma presencial ou à distância (EaD), com a mesma validade em ambos os formatos.

Onde estudar?

Mesmo com todas as ofertas disponíveis, é preciso ter cuidado na hora de escolher onde estudar sistemas de informação. Para que uma universidade emita um diploma de ensino superior adequado ao mercado de trabalho, ela deve ser credenciada pelo MEC.

Como objetivo de ajudá-lo no assunto, procure sempre por empresas que são reconhecidas entre as principais empresas de cursos online e que tenham uma boa avaliação e aceitação por parte dos alunos