3 Etapas de Reabilitação de um Paciente Queimado

3 Etapas de Reabilitação de um Paciente Queimado

Uma das primeiras coisas que aprendemos ao longo da vida é como cuidar de nós mesmos. Agora, esse processo evolui à medida que amadurecemos e, em algum momento, nos tornamos aqueles que ensinam. É o processo básico da vida e como o conhecimento é transmitido através das gerações, mas para algumas situações, por mais bem educados e preparados que estejamos, simplesmente não estamos preparados para isso. É claro que tomar precauções é necessário, pois é a primeira coisa que se aprende em qualquer trabalho, em qualquer curso e até na escola. O velho ditado diz: “Uma pessoa saudável tem mil desejos, uma pessoa doente apenas um”, e isso não poderia ser mais verdadeiro, pois nosso bem-estar está em primeiro lugar em nossa lista de vida.

Grau de queimaduras

Fonte: goodshepherdrehab.org

Alguns de vocês provavelmente sabem que existem três graus principais, e a maioria das pessoas já sofreu queimaduras superficiais ou, medicamente falando, queimaduras de primeiro grau. Agora, esses tipos de queimaduras são comuns, pois muitas vezes acontecem por negligência, e a recuperação dessas queimaduras é bastante rápida. Claro, eles ainda causam dor, mas na maioria das situações, não há bolhas.

As queimaduras de segundo grau são muito dolorosas, e o tempo de recuperação não precisa ser tão longo, mas isso depende da porcentagem de pele danificada e, se estiver acima de 10%, a reabilitação é obrigatória.

Quanto às queimaduras de terceiro grau, elas são mais graves, o que significa que não apenas afetam uma área maior do corpo, mas também são muito mais profundas, pois há danos tanto na derme quanto na epiderme. Dependendo do percentual, essas queimaduras são extremamente dolorosas, e o processo de recuperação pode levar vários meses e, na maioria das situações, cirurgia plástica e reconstrução.

O que saber em caso de lesão

Ninguém quer se machucar, independentemente do tipo e da gravidade da lesão, mas, em algumas coisas, simplesmente não temos influência, e as lesões infelizmente acontecem. Sim, ter controle a cada momento seria ótimo, mas a vida não funciona assim, e é por isso que todos devem saber quais ações podem tomar em caso de lesão. Além disso, todos nós devemos ter uma compreensão muito melhor do processo de reabilitação em geral, pois não é o mesmo para todas as fraturas. Dependendo do tipo de lesão, o processo de reabilitação pode levar vários dias, vários meses e, em alguns casos, até anos, e, para pacientes queimados, esse processo é dividido em três etapas principais.

1. Cuidados críticos

Fonte: wise-geek.com

É fundamental entender que a reabilitação sempre começa desde o primeiro dia, e não é algo que deve esperar porque a reabilitação adequada é a única maneira de ajudar as pessoas com queimaduras a ter uma vida normal novamente. Como qualquer outra recuperação, a recuperação de queimaduras também tem o prazo ideal para o tratamento, e é necessário começar imediatamente se quisermos obter os melhores resultados possíveis. Não se trata apenas de quando vai começar, porque também precisa acompanhar todo o processo, e continuar por ele, mesmo alguns meses ou anos após o acidente. Não importa se o paciente está móvel ou deitado, é necessário começar com uma reabilitação física ajustada às suas feridas e condições.

A primeira coisa crucial é reduzir os riscos de possíveis complicações e preveni-las. Por isso, precisamos pensar em elevar a cabeça e o tórax do paciente para facilitar a respiração e evitar o inchaço do pescoço ou da cabeça, que pode ser bem grave. Também é necessário verificar se há edema, que pode ser facilmente reduzido, mas também bastante perigoso se não for visto a tempo. Uma das formas mais rápidas de reduzir o edema é a elevação de todos os membros, podendo salvar a vida de um paciente em algumas situações.

2. Fase de cicatrização de feridas

Fonte: healtheuropa.eu

A fase de cicatrização da ferida é bastante dolorosa e pode ser um verdadeiro desafio mesmo para especialistas experientes, porque cada queimadura é diferente da outra. Depois que o paciente estiver estabilizado, é hora de verificar as feridas e movimentar o tecido necrótico e a escara, para que as feridas possam iniciar o processo de cicatrização. Se não for feito, pode facilmente levar a infecções que podem ser perigosas enquanto o paciente estiver nessa condição.

Os pacientes precisam tomar analgésicos porque a dor é uma parte normal dessas lesões, e é necessário fazer todo o possível para facilitar para eles. Há também muitas intervenções dolorosas que precisam ser realizadas, e algumas atividades regulares, como troca de curativos ou exercícios, podem ser muito dolorosas para pacientes com feridas. O trabalho dos médicos é facilitar muito as atividades regulares desses pacientes e fazê-los realizá-las sem analgésicos o mais rápido possível.

3. Estágio pós-cura

Fonte: mayoclinichealthsystem.org

Muitas pessoas pensam que uma vez que as feridas estão curadas, é feito com reabilitação, mas não é completamente verdade. Uma etapa pós-cura também é importante como todas as outras, e nessa fase o foco é ajudar o paciente a voltar às atividades regulares e continuar com a vida. Durante esta fase, os médicos tentam minimizar as cicatrizes e torná-las menos visíveis, e melhorar a força muscular do paciente para ajudá-lo a realizar as atividades cotidianas sem qualquer ajuda. A fase pós-cura é a fase em que os médicos se concentram na saúde mental do paciente e tentam ajudá-lo a se integrar à sociedade. As queimaduras podem deixar marcas graves no campo emocional e causar alguns traumas graves.

Como você pode ver, mesmo aqui, tudo depende da gravidade das queimaduras e da porcentagem da pele danificada por ela. Sim, algumas coisas desta lista são obrigatórias, pois a reabilitação de queimaduras é um processo que, por mais graves que sejam as queimaduras, exige atenção precisa e grande, principalmente para feridas profundas. O tempo necessário para um processo de reabilitação tão delicado também pode variar, pois depende do tipo de queimaduras e sua classificação. Consultas ao médico e check-ups regulares também fazem parte desse processo, mas, claro, se você ainda tiver dúvidas sobre reabilitação após queimaduras, é melhor consultar profissionais.

Compartilhar este post:

Quem Somos?

AdVivo é um blog com publicações diárias, sobre temas diversos, com o propósito de responder as mais diferentes perguntas dos usuários na internet.

Você vai gostar também

what you need to know

in your inbox every morning