Má Educação

Autor: 

 


Aqui nessa casa ninguém

quer a sua boa educação

nos dias que tem comida

comemos comida com a mão...

(Arnaldo Antunes)

  Leia mais »

Datafolha retrata o grito das ruas. Não era golpismo

A recente pesquisa de opinião, divulgada pelo Instituto Datafolha, indica que 62% dos entrevistados consideram, hoje, a gestão do governo Dilma Rousseff, ruim ou péssima. Segundo a pesquisa, a popularidade da presidente caiu em todas os segmentos sociais e em todas regiões do país. Conclusão; as manifestações populares do histórico 15 de março de 2015 não eram golpismo. Leia mais »

Uma solução simples para perda de peso rápida

Existem métodos eficazes para perder peso rapidamente. Normalmente, um dieter, muitas vezes, usar a fórmula de consumir menos calorias por dia, em um esforço para emagrecer. No entanto, esta traz consigo muitos dos efeitos que podem causar problemas duradouros.

Algumas destas questões incluem um aumento da angústia de fome, que tende a aumentar o desejo por açúcar e alimentos. Muitas vezes este tipo de método vai deixar o indivíduo fraco, porque os seus níveis de energia são extremamente baixos. Como resultado, eles tendem a iniciar compulsão incontrolavelmente, o que pode causar mais problemas, no final. Simplesmente reduzir a quantidade de calorias consumidas a cada dia vai desacelerar o metabolismo, e induzir o organismo a armazenar gordura adicional. Leia mais »

QUEM FOI ÀS RUAS ONTEM?

A despeito de poder ter tido de tudo, pois o movimento foi difuso e midiático, viu-se nas imagens, de todas as matizes e origens, uma ampla maioria branca, "eurodescendentes", e pouquíssimos mestiços, quase nenhum negro, indígenas, então, nem pensar... Leia mais »

Complexidade e Rede: Desafios da Liderança no Século XXI


A Complexidade e o Líder

Atualmente, pensar implica cada vez mais em distinguir, identificar as diversas partes que estão em jogo, as multiplicidades que compõem cada questão. Cada circunstância está relacionada, afeta e é afetada por cada parte que a compõe. Nenhum fenômeno é isolado, tudo é complexo. Aquele que cuida do aparente, do imediato, não é capaz de entender as relações de força que definem uma determinada situação. Leia mais »

COISAS QUE A MIDIA ESCONDE, NÃO DIVULGA

Autor: 

                                   

 

   Eis um trecho da entrevista de Stellan Skarsgard, um ator sueco muito rico.

“Vivo na Suécia porque o imposto é alto, e assim ninguém passa fome. A saúde é boa e gratuita, assim como as escolas e as universidades. O imposto alto é benéfico, por isso, prefiro pagar imposto alto. Se você ganha muito dinheiro, como eu, você tem que pagar taxas maiores. Assim, todo mundo tem a oportunidade de ir para a escola e para a universidade. Todos têm também acesso a uma saúde pública de qualidade. Impostos constroem hospitais, escolas, universidades. Pagam professores e médicos da rede pública, além de tantas outras coisas positivas para qualquer sociedade”. Leia mais »

A bioeconomia e os produtos-plataforma

Do Blog Infopetro

Por José Vitor Bomtempo

Desde que a indústria baseada em biomassa começou a identificar que as oportunidades mais interessantes e promissoras não se encontravam necessariamente ou exclusivamente nos biocombustíveis, mas em bioprodutos e biomateriais, surgiu uma pergunta chave: quais os “melhores” produtos que deveriam ser explorados a partir da biomassa ou dos açúcares? Num primeiro momento, algumas propostas adotaram a ideia de que produtos drop in deveriam ser o alvo da indústria. A receptividade que o PE verde da Braskem teve ao ser lançado, há cerca de quatro anos, é o fato marcante dessa estratégia de inovação. O dilema drop in ou não drop in vem sendo uma das incertezas na construção da bioeconomia. Algumas dimensões desse dilema estão discutidas no artigo Bioplastics tipping point: drop in or non drop in? (Oroski, Bomtempo, Alves, 2014). Leia mais »

Carta a uma grande Mestra, com carinho.

Entre os prodígios que Deus nos presenteou, um deles é a capacidade humana de poder recordar o passado e refletir sobre a nossa história no tempo e no espaço. O passado é sempre uma realidade sentida e vivida, de alegria ou de tristeza. As experiências ficam registradas na memória. Muitas vezes, o tempo nos encarrega de valorizar pequenos atos que numa determinada época, situação e contexto não tinham tanto valor. Acontecimentos ou gestos simples marcam a nossa existência e relembra-las nos emocionam.

Hoje, prestes a completar 65 anos, bem vividos, o meu pensamento retorna ao ano de 1960. Na época, eu tinha 09 anos e a protagonista dessa história é minha professora primária Dona Inah. Leia mais »

A SECTI não é merenda, Zé!

Autor: 

 

Exceto pelos frágeis argumentos do governador do Amazonas, José Melo, defendidos por ele e seus aliados, sem muita convicção, com tom de desculpa esfarrapada, ninguém mais é capaz de entender a razão para a medida que, no pacote de uma reestruturação geral do executivo estadual, extingue a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI).

                O argumento usado para justificar a reestruturação, extinção de secretarias e de cargos comissionados é fazer economia, frente à crise econômica global. O argumento utilizado particularmente para o caso da referida pasta é o de que ela não está sendo extinta, mas reestruturada para, pasmem, dar ao setor “mais substância”, ou “o status adequado”. Segundo o “inovador” governador, que já propôs desviar o curso do Rio Solimões para combater a seca do nordeste, será criada uma “super secretaria”, que fundirá a SECTI à Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. Leia mais »

UMA DECLARAÇÃO DE AMOR A MINHA CIDADE

Eu te amo Rio de Janeiro não somente por ter nascido de seu útero.
Eu te adoro não apenas por ter me parido nas Laranjeiras.
Justamente em março, trinta dias após seu aniversário, na sua mais bela estação. Leia mais »

Os 450 anos de uma cidade nem tão maravilhosa

  

O Rio chega aos seus 450 anos de fundação. Sinceramente, no auge dos meus 66 anos de puro carioca da gema, sem querer dar uma de estraga festa, não sei o que há pra comemorar, a não ser as belezas naturais e a hospitalidade,  irreverência, calor humano e  alegria do carioca.  Que o Rio continua lindo, do centro à Zona Sul, do Leme ao Pontal e da subida do Alto à Grumari, também não há dúvida.  Leia mais »

DITADURA E TORTURA NUNCA MAIS

Li em algum lugar alguns militares de pijama dizendo que o exército é de Caxias. A começar, a bem da verdade e da razão, o Exército Brasileiro, e todas as demais Forças Armadas, a briosa e mais antiga Marinha Brasileira e a honrosa, "senta a pua", Força Aérea Brasileira são do Povo Brasileiro, da nossa Nação. Manifestar-se é um direito democrático de todos os cidadãos brasileiros, civis e militares, mas não se deve utilizar a democracia para distorcer palavras, atos, ações, atitudes e fatos. Leia mais »

Quinze anos de Infopetro

Autor: 

Por Ronaldo Bicalho *

Do Blog Infopetro

Ao final do mês de Fevereiro, o Blog Infopetro completará cinco anos no ar. Os três primeiros textos foram postados no dia 1 de Março de 2010. Na verdade, o projeto Infopetro é de muito antes dessa data.

primeira publicação do Infopetro se deu na forma de boletim eletrônico em Novembro de 2000. Leia mais »

A Bunda

Autor: 

 

                Não havia quem não olhasse: aquela bunda firme, bem destacada da cintura, arrebitada. Por baixo de calças jeans, vestidos, camisões largos, roupas pretas, saias, shorts e, claro, de biquíni, olhares indisfarçáveis, deleitados. Só uma pessoa a odiava: Luciana, a dona.

                Filósofa, com doutorado em uma das mais importantes instituições do país, pós-doutorado na Inglaterra, autora de inúmeros livros, consultora do Ministério da Cultura, capoeirista, baterista, integrante de um grupo de maracatu, cozinheira de mão cheia, capaz de fazer pratos europeus sofisticados e feijoadas comparáveis às da Vicentina. Para sua desgraça, nenhum destes atributos era capaz de desviar a atenção das pessoas de sua bunda. Leia mais »