Brinquedos para criancinhas de 2 a 3 anos: quais são os mais indicados?

Brincar representa uma atividade fundamental para o desenvolvimento infantil. Através de atividades recreativas, as crianças aprendem a conhecer seu ambiente e os objetos que as cercam, permitindo que desenvolvam habilidades diferentes. Mas quais os melhores brinquedos para criancinhas de 2 a 3 anos?

O brinquedo é ideal para fazer a criança se relacionar com outras pessoas e estabelecer os primeiros laços emocionais. Além disso, torna possível desenvolver habilidades mentais e aprimorar a formação de conceitos. 

Assim como o lazer é importante para a construção social da criança, como por exemplo, sair para uma sorveteria em São Paulo, os brinquedos também proporcionam um desenvolvimento das funções neuronais delas.

Embora tudo isso aconteça graças à atividade lúdica, os brinquedos são as principais ferramentas que um menino ou menina usará para brincar.

Do ponto de vista da neurociência, as atividades recreativas fortalecem duas áreas da massa cinzenta: o cerebelo, que coordena os movimentos, e o lobo frontal, associado à tomada de decisão e ao controle de impulsos. 

O brinquedo, por outro lado, desempenha um papel fundamental nesses processos de maturação, uma vez que serve para que as crianças mais novas aprendam a relação causa-efeito. Por exemplo, “se eu empurrar a bola, ela se move”. 

Para ajudar você a entender mais sobre as melhores opções de brinquedos para criancinhas de 2 a 3 anos, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Quais os benefícios dos brinquedos para as crianças?

Eles são um veículo para desenvolver habilidades como atenção, memória, representação, simbolização ou resolução de problemas. 

É importante ter em mente que, para as crianças, o que é mais bem-sucedido são muitas vezes aqueles brinquedos mais simples, sem uma estrutura definida, pois isso permite a liberdade de ação.

Aqui estão os principais benefícios dos brinquedos:

  • Estimula o aprendizado, permitindo que a existência de várias formas, cores, tamanhos e texturas seja descoberta.
  • Desenvolve habilidades motoras grossas e finas, além de aumentar a capacidade visoespacial.
  • Permite que a criança descubra as funções dos objetos ao seu redor.
  • Ajuda a melhorar o equilíbrio, a coordenação e estimular o controle muscular.
  • Facilita o amadurecimento de três funções mentais básicas: assimilação, compreensão e adaptação à realidade.
  • Incentiva a criatividade e a imaginação, especialmente quando se trata de brinquedos não convencionais, como uma caixa de papelão, potes ou algumas garrafas simples.
  • Estimula a autoconfiança da criança. Com o brinquedo, ela se sente a protagonista da atividade e sabe que é capaz de dominar a tarefa e os brinquedos que usa.
  • Melhora o controle das emoções e ajuda a descobrir novas sensações e sentimentos.
  • Promove a socialização e a criação de laços emocionais com as pessoas.
  • Melhora as habilidades de comunicação e expressão. Através de brinquedos, ela pode expressar o que pensa, sente ou quer fazer.
  • Ajuda a lidar com os problemas da vida cotidiana e facilita a resolução de conflitos, já que através da brincadeira ela modela suas preocupações e possíveis soluções.

O que ter em mente ao escolher um brinquedo?

Um dos aspectos mais importantes ao escolher um brinquedo é conhecer a criança a quem ele se destina. Devemos investigar como está o desenvolvimento neurológico, já que não é o mesmo, por exemplo, dar um brinquedo a um menino de 1 ano que já anda do que a um que não anda. 

Com isso em mente, a escolha de um brinquedo deve ser feita pensando em qual habilidade específica ele pode estimular, de tal forma que o que a criança já é capaz de fazer seja aprimorado, mas também permita que ela adquira uma nova habilidade.

Por exemplo, se dermos alguns blocos de construções a uma criança que está começando a empilhar coisas, permitiremos que ela brinque fazendo construções.

Se dermos uma bola a uma criança que começou a andar, aumentaremos as habilidades motoras grossas convidando-a a chutar a bola. Ou, por exemplo, se oferecermos uma cozinha compacta a uma criança que já demonstra interesse em brincadeiras referenciais, daremos a ela a oportunidade de desenvolver sua imaginação e montar um restaurante e preparar um jantar imaginário. 

Escolher um brinquedo não deve ser muito complicado se soubermos o que a criança pode fazer naquele momento (desenvolvimento neurológico) e no que queremos que ela aprimore (novas habilidades).

Outro aspecto importante é escolher brinquedos que sejam evolutivos, ou seja, que estimulem a criança durante vários estágios de seu desenvolvimento neurológico. Para ter um momento ainda mais divertido é importante a criança usar uma roupa confortável para brincar, por isso a sugestão é um kit calça infantil ideal para esse momento.

Mas quais os melhores brinquedos para criancinhas de 2 a 3 anos?

Agora que você já sabe mais sobre a importância dos brinquedos para as crianças, eu fiz uma lista de alguns brinquedos para criancinhas de 2 a 3 anos:

Brinquedo Educativo Casinha da Vovo Encaixe Formas, Elka, Sortido, Tamanho Único

brinquedos-para-criancinhas-2-3-anos

Ver detalhes

Esse é um brinquedo muito comum, mas que possui uma excelente qualidade. Por isso, se você deseja que os brinquedos dos seus filhos durem um bom tempo, essa é uma excelente opção.

Brinquedo Pedagógico Madeira Cade Meu Par Brincadeira de Criança

brinquedos-para-criancinhas-2-3-anos

Ver detalhes

Esse é outro brinquedo que ajudará o seu filho ou filha a se desenvolver enquanto se diverte. Além disso, você pode jogar junto!

Tapete para Colorir Bilíngue Play Doh

brinquedos-para-criancinhas-2-3-anos

Ver detalhes

Esse é um excelente brinquedo para as crianças desenvolverem habilidades motoras e a criatividade. Com esse tapete, a criança poderá colorir da forma que acha melhor e aprenderá a seguir as linhas.

Brinquedo Educativo Cubo Didático com Blocos Merco Toys

brinquedos-para-criancinhas-2-3-anos

Ver detalhes

Esse é um brinquedo recomendado para crianças acima de 2 anos de idade. O objetivo é fazer com que a criança aprenda a identificar as formas e ter paciência para encaixá-las.

Os brinquedos eletrônicos são melhores do que os tradicionais?

Certamente você está pensando que tudo isso que estou lhe dizendo é muito bom, mas que na televisão a única coisa que anuncia são brinquedos de última geração com mil luzes e sons. Vivemos em um mundo cercado por tecnologia, então não deve nos surpreender que muitos dos brinquedos vendidos hoje tenham incorporado parte dessa tecnologia ao brinquedo. 

A pergunta que devemos nos fazer é: esses brinquedos tecnológicos são realmente melhores do que os brinquedos tradicionais? A resposta é clara e contundente: não, eles não são.

Muitos estudos mostraram que brinquedos que incorporam tecnologia não permitem que a criança experimente e jogue livremente. Muitos deles incluem botões de luz e gravações de voz das quais a criança é um mero espectador. 

Esse tipo de brinquedo não permite que a criança interaja com o brinquedo além de apertar um botão para ver o que acontece a seguir. Nem aumentam a imaginação da criança, pois são brinquedos repetitivos com um padrão que não realiza novas ações. 

Além disso, enquanto uma criança brinca com um brinquedo eletrônico, geralmente acontece que ela para de interagir com os adultos ao seu redor, o que leva à perda dessa reciprocidade e afeto.

Gostou de saber mais sobre os melhores brinquedos para criancinhas de 2 a 3 anos? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

 

Veja também: Qual o leite ninho indicado para bebê de 6 meses? Entenda como escolher