Quais problemas um software pirata pode causar? – Confira os principais!

Quais problemas um software pirata pode causar? Quais são os tipos de danos que um software pirateado pode trazer a nossos computadores e smartphones? Devemos ter cuidados com esse tipo de programa somente em computadores ou também em smartphones? Onde encontrá-los? O que é middleware?

Os softwares para PC apresentam cada vez mais problemas em relação a segurança. É um caminho de duas vias: quanto mais a segurança na Tecnologia da Informação e a Internet se expandem, mais se expandem as formas de vulnerabilizar qualquer tipo de software, hardware ou outro componente da web, seja online ou offline.

Tanto é verdade que empresas como Google, Dell, Amazon, Microsoft e até mesmo Apple fazem desafios com hackers, fazendo concursos de em quanto tempo um desses conseguem invadir um sistema criptografado lançado pela própria empresa. A Apple é famosa por esse tipo de evento. Qual o intuito disso? Entender sobre as próprias vulnerabilidades.

Dessa forma, empresas como essas podem encontrar possíveis erros de segurança que, por algum motivo, deixaram passar despercebido ou simplesmente não sabiam que existia. Os softwares são, de longe, os que mais sofrem com esse tipo de pirataria, principalmente aqueles que são pagos para serem usados, sendo desenvolvidos de forma pirateada para uso gratuito.

No conteúdo de hoje, portanto, separamos informações que ajudam você a entender sobre quais problemas um software pirata pode causar. Então, caso queira entender sobre o assunto por medo e baixar algo gratuito que em sua versão original é pago, recomendamos que nos acompanhe até o final do conteúdo para saber mais. Vamos lá, leia conosco!

O que é um software pirata?

Afinal, o que é um software pirata? Como mencionado anteriormente, a pirataria de softwares consiste em refazer um programa, muitas vezes pago, e distribuí-lo de forma totalmente gratuita. O que o desenvolvedor hacker ganha com isso? Visibilidade, além de cliques em anúncios na página de download que geram dólares ao seu bolso.

Além disso, como veremos na seção dos problemas que podem ser causados pelo usado de softwares piratas, muitos hackers programas esses softwares piratas com algum tipo de código embutido que lhe permita acesso ao computador da pessoa que baixou o programa, seja em um sistemas operacional Windows, Mac, Linux, Android, iOS ou qualquer outro disponível para PC ou smartphone.

Portanto, um programa pirata nada mais é do que uma versão falsificada daquele que é original. É como acontecia no início dos anos 2000 com os camelôs que possuíam CDs piratas de tudo que se pode imaginar, além dos próprios jogos para PlayStation piratas que podiam ser encontrados a cada esquina por menos de R$5,00.

Quais problemas um software pirata pode causar?

E afinal, quais problemas um software pirata pode causar? Chegamos então ao tópico principal de nosso conteúdo, onde apontamos para você sobre quais problemas um software pirata pode causar. Abaixo, listamos quais são estes e de que maneira podemos lidar com eles. Leia conosco:

Roubo de dados

Como mencionado, a utilização de um software pirata pode afetar de forma direta os dados de seu computador ou smartphone. Dessa forma, é de suma importância que evitemos utilizá-los sempre que possível. Caso seja impossível, opte por baixá-lo em algum dispositivo a parte dos outros, ou seja, que não esteja sendo utilizado para o arquivamento de dados.

Ainda sim não é algo recomendado a se fazer, pois o roubo de dados pode ocorrer através da rede wifi em que o seu dispositivo (PC ou smartphone) esteja conectado. Dessa forma, por mais que utilizemos o software em um PC “limpo”, algum malware pode invadir a rede e os computadores e smartphones que nele estão conectados.

Danos ao processador

O processador, seja este de um celular ou de um PC, é a “máquina” que faz tudo rodar. É através do processador que podemos definir a potência que um dispositivo tecnológico possui: quanto melhor e mais potente for o processador, melhor os programas irão funcionar quando forem solicitados.

Muitos malwares contidos em softwares piratas causam sobrecarregamento proposital em processadores após roubarem dados (senhas, imagens, vídeos, arquivos de texto, etc.), para não serem rastreados em algum momento posterior. Em determinadas vezes, é uma peça tão cara que vale mais a pena comprar um dispositivo novo do que simplesmente trocá-la por uma nova.

Crime com pena prevista por Lei

Quais problemas um software pirata pode causar? Te levar até a cadeira. É claro, estamos exagerando um pouco: são mínimos os casos desde a criação da internet de usuários de algum programa pirata que foram indiciados pelo crime de pirataria: isso acontece com desenvolvedores, raramente com usuários.

Portanto, se você é um desenvolvedor de software pirata, saiba que está constantemente em dívida com a Lei, podendo ser preso a qualquer momento. Na teoria, o mesmo vale para usuários, porém como mencionado anteriormente, na prática isso é bem diferente, pois é quase impossível indiciar todos os milhões de usuários de um programa falso.

A Lei que embasa esse tipo de crime é a nº 9.609/98, que prevê pena de 6 meses a 4 anos de reclusão, multa para o Estado e ação cível indenizatória, em que o acusado precisa pagar determinada quantia para a empresa desenvolvedora original do programa por ter realizado a pirataria.

E então, o que achou de compreender um pouco mais sobre os problemas causados por um software pirata? Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Conte a nós, comente abaixo para que possamos lhe ajudar. Até a próxima!

Leia também: Tecnologia: saiba como avanços influenciam o mercado de trabalho