Itaú vê empecilhos para bancos oferecerem crédito de longo prazo

O mercado bancário ainda enfrenta empecilhos e dificuldades para entrar no crédito de longo prazo, avalia o presidente do Itaú Unibanco, Roberto Setubal.

Segundo ele, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), o principal concessor de empréstimos de longo prazo no Brasil, tem liquidez e uma carteira de crédito fixo muito maior e estável que os bancos privados, cujos saques das contas podem ser feitos diariamente.

"Os bancos não têm o 'funding', os recursos para fazer isso a longo prazo. Não temos recursos estáveis como o BNDES tem", afirmou Setubal a jornalistas nesta quarta-feira.

"Se tivéssemos o mesmo 'funding' do BNDES, que tem recursos oficiais, a gente teria obviamente condições de fazer o repasse. Nosso problema é que os depósitos dos clientes têm liquidez e isso gera dificuldade para o empréstimo no longo prazo. Precisamos criar instrumentos que possam dar recursos aos bancos", acrescentou o executivo após evento da Câmara de Comércio França-Brasil.

Entre as medidas em estudo pelo governo para estimular a oferta de crédito de longo prazo pelo setor bancário está a desoneração de impostos e tributos cobrados sobre os bancos privados.

"Criar um mercado secundário de títulos é importante. Na medida que se cria e os bancos emitam títulos de longo prazo, o investidor não vai ficar obrigatoriamente nesse longo prazo. É importante criar um mercado que tenha negociação de forma organizada para os papéis de longo prazo. É preciso um mercado ativo", acrescentou Setubal.

EQUIPE ECONÔMICA

O presidente do Itaú Unibanco elogiou a escolha da equipe econômica da presidente eleita Dilma Rousseff e afirmou que o time escalado tem todas as condições de manter o país na trajetória de crescimento econômico sustentável.

"Juros menores são muito bem-vindos desde que sejam sustentáveis. O que os bancos não gostam são juros que sobem e descem, oscilam muito, porque criam dificuldades para os clientes e empresas, atrapalham o planejamento", afirmou Setubal ao ser questionado sobre o perfil mais desenvolvimentista da equipe econômica escolhida por Dilma.

 

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/839115-itau-ve-empecilhos-para-banc...

Nenhum voto

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.