A dissertação levanta problemas que estão na área do gerenciamento do desastre de enchentes, descreve os processos sociais e urbanos, demonstra as vulnerabilidades e as ações tomadas para minimizálas, verificar quais são as perspectivas futuras para as vulnerabilidades e qual é o discurso coletivo das representações sociais dos afetados para as questões do risco, dos danos imateriais, o entendimento da política aplicada para as áreas de enchente, buscando a dimensão do desastre nas percepções dos atingidos pelas enchentes e inundações.