Autor: 

Os recentes casos de intolerância religiosa, incluindo o da menina de apenas 11 anos apedrejada a caminho de um centro espiritualista de Candomblé, no Rio de Janeiro, exigem novas e profundas reflexões das mudanças sociais no Brasil. Afinal, por que o fenômeno do desrespeito religioso em um país que abraçou o sincretismo, na construção de sua história?

Chama a atenção, também, dados do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, mostrando que, só na Bahia, a cada mês pelo menos duas pessoas são agredidas ou desrespeitadas por conta da religião. As mais atingidas são aquelas que professam os credos de matrizes africanas.

Para discutir a intolerância no Brasil e formas de evitar novos casos de violência, Luis Nassif recebe hoje (22), a partir das 20h00, no programa de debates Brasilianas.org (TV Brasil) o representante da organização Liga Humanista Secular do Brasil, de ateus e agnósticos, Marcos Rosa; o representante das religiões de matrizes africanas e membro da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, professor Ivanir dos Santos e o coordenador da página do Facebook, Igreja Povo de Deus em Movimento, Padre Paulo Bezerra.

Participe do debate mandando perguntas que poderão ser selecionadas e respondidas ao vivo. Clique Aqui.

Quando: Hoje, segunda-feira (22 de junho), ao vivo. 
Horário: 20h00 às 21h00
Saiba como sintonizar a TV Brasil: Clique aqui.


Imagem: Lavagem do Cais, de Tomaz Silva/ABr

Seu voto: Nenhum Média: 1 (1 vote)

Postar novo Comentário

CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.