Analistas preveem que Android vai superar Windows até 2016

Do Terra

Android irá superar Windows até 2016, prevê análise

Dentro de quatro anos, o sistema operacional Android, do Google, já será mais utilizado em dispositivos do que o Windows, da Microsoft. Esta é a previsão da empresa de análises Gartner, que estima que até 2016 haverão cerca de 2,3 bilhões de computadores, tablets, smartphones e outros aparelhos com Android, enquanto o Windows deverá rodar em 2,28 bilhões de dispositivos.

Ao final deste ano, o sistema da Microsoft deverá estar rodando em 1,5 bilhões de aparelhos, e o do Google deve chegar a cerca de 608 mihões. Entretanto, o Android vem crescendo com velocidade - lançado há apenas quatro anos, já domina o setor de smartphones, detendo dois terços do mercado, e já é o segundo mais popular entre tablets.

No terceiro trimestre deste ano, a venda de PCs caiu 8% à medida que mais consumidores optam por dispositivos móveis. Durante décadas a Microsoft dominou o setor de computadores pessoais, mas a companhia tem encontrado problemas para migrar para os aparelhos móveis. Atualmente, sua fatia no segmento de smartphones representa 3% do mercado.

Nenhum voto
15 comentários
imagem de foo
foo

Windows 8 é grande demais para falhar

Apple e Google estão muito à frente da Microsoft no celular, mas seu domínio histórico da plataforma PC vem com algumas vantagens 

 

Ao contrário de seu evento típico da Apple, há muito raramente surpresas no lançamento de um produto Microsoft. Todo mundo suspeita a Apple iria lançar um mini-iPad novo na terça-feira, mas o novo MacBook, iMac e Mac mini surpresas.

Compare isso com Microsoft Windows 8 anúncio de ontem : o sistema operacional estava disponível para download gratuito por quase um ano e opiniões dos sistemas on-line tinha sido por semanas. Esta foi a primeira vez que a maior parte do mundo tem que ver um tablet superfície de trabalho, mas o resto do Windows 8 lançamento parecia previsível. Minha única surpresa foi que saí do evento prevendo Windows 8 sucesso inevitável.

 

 

Há duas razões para essa afirmação. Primeiro, embora a participação de mercado da Apple está crescendo, ele ainda tem apenas cerca de 13 por cento do mercado dos EUA. É incrivelmente lucrativo de 13 por cento, com quase todas as vendas 1.000 dolares-mais unidades, mas ainda é um jogador minoria. Isso significa que a Microsoft vai continuar a dominar o laptop e espaço de trabalho. Este tradicional "PC" mercado está em declínio, mas as pessoas continuam a comprar um monte de laptops e desktops.

 

CEO da Microsoft, Steve Ballmer , disse ontem que já há "670 milhões PCs com Windows à espera de ser atualizado para o Windows 8", enquanto os analistas estão prevendo vendas de outros 400 milhões de novos PCs no próximo ano. A maioria desses novos PCs "irá executar o Windows 8", disse Ballmer.

E ele está certo. Windows 8 é o novo padrão, a partir de hoje. As empresas podem demorar um pouco para ir a bordo, mas o Windows é muito profundamente enraizada em infra-estrutura corporativa a ser evitado. (Embora eu acho que a Microsoft pode ter que repensar seriamente como ela os preços e licenças tanto OS sua e aplicações.)

Dada a sua posição dominante no segmento laptop e desktop, é impossível para o Windows 8 não atrair muitos milhões de usuários no próximo ano. Como um executivo da Microsoft secamente discreto, "Vai vender alguns exemplares do próximo ano."

É claro que isso não será suficiente para a Microsoft para crescer e inovar. O mercado de laptop e desktop estão em declínio, enquanto o segmento móvel é balonismo. E é aqui que a Microsoft tem estado em queda livre. Em 2008, o Windows foi executado em 70 por cento de todos os dispositivos de computação pessoal, de acordo com a Forrester Research. Em 2012, após a revolução do smartphone e tablet, o Windows é de apenas 30 por cento dos dispositivos.

 

 

Windows 8 foi projetado para resolver este problema. Ele não foi projetado para laptops e desktops, ele foi projetado para telefones e tablets. O Metro, Moderno, ou o que você quiser chamado a interface ativa de azulejos, foi levado diretamente a partir do Windows Phone. Windows 8 não foi feito para o seu laptop atual, que foi projetado para o mais estranho híbrido que você vai comprar a seguir.

Microsoft é suave vendendo esta transição porque não quer assustar os usuários convencionais. De fato, os executivos vão te dizer tudo isso foi por design. "Com o Windows 8, reunimos o melhor de todos os mundos, o PC eo tablet, seu trabalho e sua vida", disse Ballmer na estréia em Nova York. Isso simplesmente não é verdade.

Compensações têm de ser feitas. "Ter o melhor de dois mundos" é algo que um vendedor vai dizer, mas um engenheiro vai dizer que é impossível. Quando você está projetando uma interface de computação, você se depara com múltiplas escolhas. Algumas opções irá funcionar melhor com uma interface sensível ao toque, outros vão trabalhar melhor com um mouse e teclado. Quando a Microsoft acertar os cruzamentos no Windows 8, ela optou por toque, e dada a forma como as coisas estão indo, você pode culpá-lo?

App Gap 

O grande ponto dolorido por Microsoft neste momento é a sua escassez de apps. Google Play tem agora 675.000 e App Store da Apple tem 700.000. A Microsoft pode, na melhor das hipóteses, ter 10K quando a loja abre hoje. Ele claramente tem algumas recuperar o que fazer.

Mas isso é totalmente normal. Aplicativos são tipicamente a última coisa a cair no lugar para uma nova plataforma. Até há usuários, não há incentivo para que os desenvolvedores criem apps. Uma vez que ninguém na terra comprou um sistema Windows 8, no entanto, os únicos usuários desenvolvedores poderiam chegar eram jornalistas do setor e um punhado de pioneiros que baixaram o código de visualização. (E nós estamos muito bem fraquinho.)

Como Steve Sinofsky disse, "a loja Windows tem mais aplicativos do que qualquer loja de aplicativos competindo teve na sua abertura."

Não há dúvida de que a Microsoft é tarde para o jogo móvel, mas não é tão pouca dúvida de que venceu o jogo de PC. Que vem com todos os tipos de vantagens. O Windows gerou US $ 18 bilhões em receita no ano passado e fez 11,5 bilhões dólares de lucro puro. Ele também tem uma base instalada de 1,5 bilhões de usuários. Concedido, um bilhão não é o que costumava ser, mas certamente é bom ter quando você está jogando catch-up. Mesmo que a Microsoft não chega a pegar a Apple eo Google, certamente este é o suficiente para torná-lo um forte jogador de n º 3.

A Microsoft tem alguns desafios reais pela frente. A verdade é que as pessoas vão ser confundido com o Windows 8 e RT Windows. Windows 8 é um pouco estranho com um mouse e teclado e interface de toque exigirá que os usuários de aprender uma nova maneira de interagir com os seus dispositivos. Isso não vai ser bonito.

Coloque de lado o que você pensa sobre um PC hoje e tentar imaginar o que pode parecer amanhã. O que você vê? Baseada em toque, de baixa potência, informações ativamente streaming, e compatível com milhares de periféricos.

Pode parecer muito com o Windows 8.

 

http://www.pcmag.com/article2/0,2817,2411443,00.asp

 

 
 
imagem de fabio pada
fabio pada

Lá vem o Gartner com suas previsões pagas. 

Essas empresas  de dispositivos móveis prostituiram  o mercado de TI. Obrigando os consumidores a trocarem de dispositivos toda vez que muda a versão do S.O. Isso é sacanagem um retrocesso para década de 70...!

Só de sacanagem estou esperando os lançamentos da Microsoft na area de  Dispositivos Móveis...!

 
 
imagem de Marcos Cury
Marcos Cury

Acho que são dois mundos diferentes. Não da pra comparar o mercado de PC's e de dispositivos móveis. E acho uma bobagem acreditar que os PC's serão substituídos por tablets, basta ir à qualquer empresa e perguntar aos funcionários se trocariam os dispositivos para realizarem seus trabalhos. 

Possuo um tablet Android e acho o sistema incrível (assim como a grande maioria dos produtos oriundos do Google). Mas não troco o windows eu meus computadores por nada. Esse discurso Linux x Windows sobre estabilidade e segurança já caiu por terra há muitos anos. Esse argumento talvez fosse válido na época do XP, não agora...

Vale lembrar que com o lançamento do Windows 8, a Microsoft vem com muita força para o mercado de tablets e smartphones, incorporando o modelo de negócio dos "Apps", inclusive para as versões para PC. Na minha opinião a única falha da Microsoft foi a demora em abraçar este modelo. 

No mais, acredito até na recuperação deste mercado, justamente pelo ponto em que a Microsoft é líder, que é no desenvolvimento de aplicativos. Quem desenvolve software sabe muito bem a diferença entre as plataformas, e nesse sentido, o desenvolvimento de aplicativos para Windows 8 (que pude comprovar na prática) é muito, mas muito mais simples do que para Android e IOS (os quais também já tive a oportunidade de trabalhar).

Só para completar, com relação à valores, a licença do Windows 8 caiu drasticamente, custando apenas (sim, apenas) R$ 269,00, ou R$ 69,00 para atualização de outra licença de Windows existente. Aqueles que acreditam que é "burrice" pagar para usar um sistema operacional (e até mesmo software em geral) certamente não fazem uso intensivo de seus dispositivos e/ou não tem a noção dos recursos e facilidades que cada um oferece.

 
 
imagem de meiradarocha
meiradarocha

"Aqueles que acreditam que é "burrice" pagar para usar um sistema operacional (e até mesmo software em geral) certamente não fazem uso intensivo de seus dispositivos e/ou não tem a noção dos recursos e facilidades que cada um oferece."

Eu faço uso intensivo dos meus dispositvos, tenho a exata noção do que eles oferecem e continuo achando burrice não usar software livre. Não apenas porque é gratuito, mas porque é aberto. Em se tratando de software de uso no serviço público, chega a ser criminoso usar software proprietário quando desnecessário.

 
 
imagem de foo
foo

"Só para completar, com relação à valores, a licença do Windows 8 caiu drasticamente, custando apenas (sim, apenas) R$ 269,00, ou R$ 69,00 para atualização de outra licença de Windows existente. Aqueles que acreditam que é "burrice" pagar para usar um sistema operacional (e até mesmo software em geral) certamente não fazem uso intensivo de seus dispositivos e/ou não tem a noção dos recursos e facilidades que cada um oferece."

 

Eu comprei um laptop que veio com Windows 7 preinstalado.

Achei o Windows 7 muito bom, tanto e' que mantive-o em uma particao separada, depois de instalar o Linux.

No dia-a-dia eu uso o Linux, porque ele e' a melhor ferramenta para quem trabalha com software livre -- que e' a lingua franca da web.

A Microsoft foi a grande empresa de tecnologia dos anos 90, e atingiu seu auge por volta do ano 2000. Ela certamente continuara' existindo por muitos e muitos anos, mas seu auge ja' passou, e ela encontra-se estagnada ha' quase uma decada.

Para resumir, entao: eu nao uso Linux porque e' "gratis", mas porque ele e' a melhor opcao para o meu trabalho. (E para quem quer trabalhar com o Google, Facebook, Twitter, e inumeras startups que poderao se tornar "the next big thing" no vale do silicio...)

 
 
imagem de Edsonmarcon
Edsonmarcon

Foo, lembra do MOTIF ?

Agora ele é LGPL.

http://sourceforge.net/projects/motif/

 

¨Liberdade é a liberdade dos que pensam diferente¨ -- Rosa Luxemburgo

 
imagem de foo
foo

Eu tenho um celular Android, um iPad, um PC rodando Linux e um MacBook Air.

Eu acho o Android melhor do que o iOS, sem a menor sombra de duvidas.

Ja' nos laptops... o OS X parece mais bem acabado do que o Linux, e acho que a Canonical esta' dando um tiro no pe' (ou mais precisamente -- uma serie de tiros no pe') com a interface Unity.

Alias -- ontem mesmo eu resolvi testar o GNOME 3, no lugar do Unity. E' impressionante!

Para todos aqueles que usam Linux, eu recomendo testar. Aqui vao alguns screenshots para que voces possam ter uma ideia:

 

 

 
 
imagem de Edsonmarcon
Edsonmarcon

 Tente o Kubuntu, KDE é melhor que Gnome.

Re: Analistas preveem que Android vai superar Windows até 2016
 

¨Liberdade é a liberdade dos que pensam diferente¨ -- Rosa Luxemburgo

 
imagem de Roberto Grossi
Roberto Grossi

O problema é que até bem pouco tempo, todas as pessoas que quisessem ir à uma livraria, para comprar apenas um livro, só podiam fazê-lo de caminhão. Mais ou menos como fazem hoje os que vão à padaria da esquina de SUV.

E todos seguiam com seus caminhões, que deviam ser trocados por um modelo até então fora-de-estrada, a cada lançamento de um novo M$-Rwindow$.

Quem usa o separador de orelhas vai de mundo livre, quem prefere usar a carteira vá de M$ ou Apple.

 
 
imagem de Whatever
Whatever

Falou o jênio da TI... Quanta presunção, afe...

 
 
imagem de Claudio Augusto
Claudio Augusto

Esses consultores de empresas de investimento que misturam alhos com bugalhos e saem por ai fazendo previsões bombasticas.

Provavelmente nem noção do que é um Sistema Operacional ele tem ou o que são dispositivos eletronicos.

Como um comentarista falou, o Android (ou melhor dizendo, uma versão do Android) roda até em uma torradeira. Será mesmo que dá para compara isso com um sistema operacional completo? Acho que não.

 
 
imagem de Jorge Luis
Jorge Luis

PCs e dispositivos portáteis com Android são coisas bem diferentes, com usos e capacidades distintas. Não sei se podemos jogar todos esses dispositivos em um grande caldeirão como se todos fossem iguais. É como dizer que existem mais automóveis do que caminhões. Com certeza! Mas quero ver você carregar um container com um automóvel.

Android roda em muitos dispositivos. Eu mesmo tenho um smartphone e um tablet com Android. Mas não abro mão de maneira nenhuma do meu notebook com Windows para trabalhar. Um celular ou tablet com Android, conseguimos comprar com R$ 300,00. Um notebook minimamente usável vai sair por pelo menos R$ 1.000,00. Programas para Android custam alguns reais. Programas para PC podem custar centenas ou milhares de reais. Então, o número de dispositivos não é a única variável, mas o quanto cada um gera de faturamento também é importante.

Além disso, existe uma grande expectativa com o Windows 8, que vai rodar tanto em PCs, quanto em tablets e smartphones. Creio que ainda é cedo para prever o resultado que essa nova versão vai ter no mercado.

 
 
imagem de José Ruiz
José Ruiz

O Android é um sistema operacional baseado no Linux - só por isso, muito mais estável e seguro que a solução da Microsoft. Todavia, foi preciso "privatizar" o Linux para "cair no gosto popular".. de qualquer forma, a inteface natural entre o Android e o Ubuntu, por exemplo, vai alavancar soluções com o software livre. Em tempo: tem muita coisa que eu não consigo entender na humanidade: a fome, a dor, o egoísmo, a indiferença com as pessoas e também pagar para usar o Windows.. rs..

 
 
imagem de Zorzo
Zorzo

Penso que isto ocorrerá principalmente pela diferença do modelo de negócios do Android em relação ao Windows. Este último, apresenta um modelo fechado e teve dificuldades para evoluir rapidamente para adaptar-se aos dispositivos móveis. O outro, ao contrário, um verdadeiro camaleão, adaptando-se rapidamente às necessidades dos novos dispositivos e usuários da geração conectada. Além do que, trata-se de software livre, cujo processo de desenvolvimento é aberto e apresenta um sistema com muitas personalizações.

 
 
imagem de Renato_DCD
Renato_DCD

Com certeza isso vai acontecer. Android roda até em torradeira.

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!