TelexFree: o golpe do século

Autor: 

Atualizado em 28/06/2013

Este artigo foi publicado originalmente em março de 2013. Já foi lida por mais de 398 mil pessoas. Todo esse material foi disponibilizado no Blog, com todos os elementos caracterizando a extensão do golpe. O Ministro da Justiça foi pessoalmente alertado por mim sobre a extensão do golpe. Só agiu depois da Justiça do Acre ter interrompido as vendas da TelexFree e ordenado o bloqueio das contas dos controladores. Se tivesse agido antes, a decisão do Ministério teria impacto sobre a corrente. Agindo depois, não houve nenhum impacto adicional. Só agiu quando entendeu que não havia nenhuma possibilidade de sobrevida para o golpe. Enquanto houve essa possibilidade, o Ministro José Eduardo Cardozo optou por não entrar no tema.

Atualizado em 03/06/2013

Ao Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo:

o material abaixo - com denúncias sobre o golpe da TelexFree - não foi produzido pela Polícia Federal, como deveria ser. Foi levantado pelo trabalho solidário das redes e de um jornal de Vitória, Espírito Santo.

Cumpre-se uma missão pública que =o Sr, Ministro recusa-se a assumir. Repito sua publicação para tentar, mais uma vez, despertar José Eduardo Cardozo para suas responsabilidades de Ministro de Estado.

Matéria

Nos próximos dias, provavelmente, o esquema de pirâmide da TelexFree será desbaratado e seus mentores detidos. É possível que seus bens (visíveis) sejam bloqueados. Mas terá sido em vão para mais de um milhão de pessoas que caíram no mais abrangente golpe financeiro da história do país. Apenas em 2012, o esquema movimentou R$ 300 milhões.

Durante semanas o Ministério Público ficou discutindo se o tema era da alçada federal ou estadual. A Polícia imersa em indagações se era crime contra a economia popular, portanto afeita à Polícia Civil, ou crime mais abrangente, de responsabilidade da Polícia Federal. 

Enquanto pipocavam notícias de todo o país, de famílias vendendo até casa própria para aplicar no golpe, o Banco Central indagava-se se deveria entrar na parada, já que a TelexFree mexe com poupança popular mas não é uma instituição financeira. E a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) dizia que, só após provocada, faria alguma manifestação. Desde janeiro a Secretaria Nacional de Direito do Consumidor está perdida, analisando um produto que é auto-definível: basta analisar o modelo de vendas para saber se é golpe.

Na era da Internet, há necessidade de se montar procedimentos rápidos para evitar a explosão dos prejuízos populares. Para tal, é importante entender como foi montado o golpe

Os golpes clássicos com pirâmide

Os golpes com pirâmides são antigos e obedecem, quase sempre, à mesma lógica.

1. Escolhe-se um produto qualquer . E monta-se uma primeira lista de supostos vendedores com 10 nomes. Como o trapaceiro está iniciando o processo, provavelmente os 9 primeiros nomes da lista são clientes fantasmas, criados por ele.

2. As dez pessoas que receberam a lista, pagam o bônus para o primeiro da lista. Depois, montam uma nova lista, na qual o primeiro nome é excluído e a pessoa coloca o seu próprio nome no 10o lugar.

3. A nova lista é vendida para novas dez pessoas que pagam o primeiro da lista e montam novas listas, incluindo seu nome no 10o lugar. E o nome de quem vendeu para elas no 9o lugar.

4. Portanto, a primeira pessoa a quem a lista foi vendida terá que esperar nove rodadas, antes de começar a receber o retorno.

5. Quando chega sua vez, os primeiros compradores conseguem ganhar bom dinheiro, à custa dos que entraram depois. Cria-se a fantasia de que todos ficarão ricos. Ocorre que o crescimento da pirâmide é insustentável. Chegará uma hora em que não haverá mais incautos para adquirir a pirâmide e ela quebrará, deixando grande parte dos usuários no prejuízo bravo. Estudos estatísticos estimam que, em cada pirâmide, 88% dos participantes perderão dinheiro.

Confira na tabela.

Uma corrente na qual o membro do grupo precise vender para 10 pessoas, na 5a rodada exigirá 100 mil pessoas para não quebrar. Na 7a rodada, 10 milhões de pessoas. Na 10a rodada, 10 bilhões de pessoas.

Os golpes da pirâmide, ou corrente da felicidade, são antigos no Brasil. No caso de golpes, o produto ofertado pouco importava. A receita da corrente consistia no pagamento efetuado pelos novos aderentes aos que entraram primeiro.

Nos anos 60, houve uma corrente famosa com LPs de Johnny Mathis. E outra com sapatos Samello. Em 2006, a Irlanda foi vítima do golpe da pirâmide.

O esquema Ponzi

O mais famoso golpe da pirâmide do século passado foi o "esquema Ponzi", criado pelo criminoso norte-americano Charles Ponzi. Imigrante italiano, Ponzi chegou aos Estados Unidos em 1910. Descobriu que selos de carta de outros países poderiam ser utilizados nos Estados Unidos – e eram mais baratos. Montou uma pirâmide, então, para vender selos estrangeiros nos Estados Unidos.

Em fevereiro de 1920, o esquema tinha lhe rendido US$ 5 mil; em março, US$ 30 mil; em maio US$ 420 mil; em julho US$ 1 milhão. Foi uma febre que se espalhou por todos os Estados Unidos, levando famílias a venderem suas casas para entrar no jogo.

A corrente quebrou, Ponzi foi detido, pagou fiança e fugiu para o Rio de Janeiro, onde terminou seus dias como representante de linhas aéreas. Morreu em 1949, em um hotel para indigentes no Rio.

 

O esquema Madoff

O esquema Bernard Madoff foi mais sofisticado, pegando apenas milionários. Sua empresa oferecia oportunidade de investimentos que rendiam 1% ao mês - alto para os padrões internacionais, não tão alto que pudesse despertar suspeitas de golpe. Os fundos de Madoff não pagavam rendimentos todo mês. Os investidores acoampanhavam o saldo através de extratos. Só obteriam o saldo completo se resgatassem o dinheiro e saíssem do fundo.

Com os recursos que ia recebendo de novos clientes, Madoff ia pagando clientes que saíam da corrente.

Esses recursos eram administrados por um fundo não ligado diretamente ao banco de Madoff, para ficar ao largo da fiscalização das autoridades.

Estourou em 2009, levando prejuízo a muitos investidores, inclusive a brasileiros. No Brasil, seu fundo eram vendido pelo Banco Safra e pelo Santander.

O esquema Boi Gordo

O último grande golpe de pirâmide no Brasil foi o das Fazendas Reunidas Boi Gordo. Foi montada por Paulo Roberto de Andrade, de Santa Cruz do Rio Pardo.

Historicamente, a engorda de bois rende 10% em 18 meses. A Boi Gordo oferecia aos investidores a possibilidade de ganhos de 38% ao ano.

Era o velho esquema da pirâmide, na qual o dinheiro dos que entravam bancava os investimentos dos primeiros que entraram no jogo.

A diferença da TelexFree é que, no caso da Boi Gordo, havia alguns ativos - fazendas e rebanhos - de garantia, embora insignificantes perto do rombo que deixou no mercado. O prejuízo atingiu 30 mil clientes. Até abril de 2004, chegava a R$ 2,5 bilhões

O esquema TelexFree

O golpe da TelexFree só no ano passado pode  ter movimentado R$ 300 milhões. Se a Polícia Federal não atuar rapidamente, o golpe poderá ser de US$ 1 bilhão.

Esse golpe foi montado inicialmente no Brasil, com características próprias da era da Internet. Depois, conseguiu-se um parceiro norte-americano. O cabeça da operação foi o empresário capixaba Carlos Wanzeler.

O golpe se valeu de um modelo de marketing denominado de "multinível" - que é legítimo e adotado por empresas respeitáveis.

Trata-se de um modelo de vendas porta-a-porta, na qual há espaço para dois tipos de vendedores: o vendedor comum, que recebe um percentual sobre o que vende; e o chefe de equipe, o vendedor que logrou montar uma equipe trabalhando por ele, que recebe pelo que vende e pelo que vendem seus seguidores.

O que diferencia uma empresa séria da golpista é a receita auferida com a venda final do produto. Quando a remuneração de todos é função direta da venda de produtos, o modelo é auto-sustentável. Quando a forma de remuneração é o pagamento de quem entra, e a manutenção da rede depende do crescimento exponencial dos participantes, é golpe.

No caso da TelexFree, o golpe - óbvio, evidente - fundou-se em duas características da Internet.

A primeira, a de oferecer um produto que não existe fisicamente: a possibilidade de fazer ligações de VOIP (telefone através da Internet) pela empresa TelexFree.

A corrente consiste em colocar anúncios na Internet vendendo os serviços da TelexFree. Cada anúncio acarretaria um ganho de US$ 20,00 para o vendedor.

De cara, há dois furos evidentes. O fato de que anúncios em Internet custam muito menos do que US$ 20,00 e o total descasamento entre o faturamento da empresa de VOIP e o volume de vendas de anúncios.

Teoricamente, o faturamento das novas assinaturas de VOIP deveria bancar o lucro dos vendedores. Hoje em dia, o VOIP é oferecido por gigantes, como o Skype (da Microsoft), Google e Facebook. Uma conta Premium do Skype não sai por mais que US$ 5 dólares mês. Já a assinatura da TelexFree é de US$ 50. Ou seja, a empresa tem um produto que jamais competirá no mercado.

No entanto, a quadrilha valeu-se da segunda característica da Internet - a rápida propagação de informações -, para montar esquemas em várias partes do mundo. Acabou tornando-se uma franquia para trapaceiros de várias nacionalidades, a maior parte dos quais do Brasil.

Como o norte-americano James Merril entrou na história

O modelo da pirâmide TelexFree foi inteiramente desenvolvido por Wanzeler, através do site Disk à Vontade, já vendendo as ligações VOIP em 2009.

A dificuldade maior dos golpistas era passar credibilidade em relação ao negócio.

Quando percebeu a potencialidade do golpe, Wanzeler resolveu sofisticar. Localizou uma empresa norte-americana especializada em VOIP, a Commons Cents Communications, aproximou-se do dono James Merril, e entrou como sócio da companhia.

No site da empresa (www.telexfree.com) informa-se que ele entendeu a potencialidade do negócio quando conheceu brasileiros. No Brasil, Merril passou a ser apresentado como o gênio do marketing multinível e da VOIP.

O blog "Meu Dinheiro em Casa" fez um belo levantamento sobre o registro da empresa nos Estados Unidos.

Descobriu que, no registro da TelexFree nos Estados Unidos, pela Secretary Commonwealth Corporations Division (SEC), 1) a empresa se chamava Commons Cents Communications e foi alterada para Telexfree em 15/02/2012. 2) A empresa original não era de marketing multinivel (a especialização das empresas de marketing que trabalham com sistemas semelhantes, mas em cima de produtos reais). 3) No registro, Merril aparece como presidente. Mas o golpista brasileiro, Wanzeler, dono da Disk à Vontade e da Ympactus, é tesoureiro e diretor.

As conclusões do blog foram taxativas:

  • A Telexfree jamais existiu como marketing multinível nos Estados Unidos
  • O contrato é claramente celebrado entre o divulgador e a Ympactus Comercial LTDA e não com a Telexfree INC.
  • Se a Ympactus pertence a Carlos Wanzeler e ele é um dos proprietários da Telexfree INC e da Disk a Vontade, ele é o principal mentor do negócio.
  • Disk a Vontade, Ympactus e Telexfree são a mesma coisa, apesar de não o ser juridicamente.

No entanto, a parceria com o norte-americano acabou fornecendo a capa de credibilidade de que o esquema necessitava no Brasil.

No site, a TelexFree é apresentada como uma multinacional norte-americana.

Tempos depois, a Gazetaonline descobriu que o prédio americano era um local de escritórios virtuais, no qual o TelexFree tinha apenas um endereço. Esses escritórios alugam endereços para empresas e locam salas para reuniões esporádicas.

Os esquemas de vendas

Todas as pirâmides tradicionais das últimas décadas - venda de ouro, Boi Gordo, Avestruz Master - contaram com a mesma estrutura de vendedores, em geral pequenos picaretas de mercado, dispostos a vender qualquer coisa.

Nos últimos anos, a Internet abriu espaço para aventureiros mais atrevidos, em geral ligados a esquemas de bingos ou de olho em novos negócios obscuros que aparecem de quando em quando.

Em cima da suposta parceria com uma "multinacional, a empresa montou seu esquema de divulgação na Internet, com vídeos, por si só, demonstrativos da baixa qualidade dos golpistas.

Para iludir os incautos, a empresa colocou na Internet alguns documentos banais, passando a impressão de ser uma atividade legalizada, como uma Certidão Negativa de débitos contra a União da empresa Ympactus, titular do golpe no país.

Em seguida, graças à Internet, foram se acoplando ao golpe diversos grupos espalhados pelo Brasil inteiro, constituindo, provavelmente, a mais extensa rede de golpistas que o mundo já viu. Picaretas de toda sorte, junto com incautos, abriram sites na Internet, usando o nome TelexFree na URL, entrando nos mais distantes rincões do país, espalhando vídeos e sites pela Internet. Surgiram www.suportetelexfree.com.br, www.brasiltelexfree.com.br e outras.

A guerrilha na Internet

Para impedir as denúncias pelo Google, a quadrilha recorre a dois tipos de ação.

A primeira foi bombardear os blogs que denunciavam o esquema através de ataques DoS. Os ataques tomavam como base os links no Google. Os dois primeiros links, aliás, eram do meu Blog e do Acerto de Contas, do Pierre Lucena, denunciando o golpe - no meu caso, republicando o artigo do Lucena.

A segunda ação consistiu em inundar o Google e o Youtube com conteúdos utilizando a palavra "denúncia", mas levando a vídeos enaltecendo o trabalho da quadrilha.

Graças ao esquema de franquia, diversas subquadrilhas entraram no jogo, misturadas a incautos, dificultando a identificação e o mapeamento dos diversos elos. Com tantos empreendedores associados, a Internet ficou abarrotada de publicidade do grupo.

O trabalho do governo

Informações dos leitores do Blog indicam que o esquema entrou nas mais distantes cidades no país, chegou a Portugal e começa a entrar na Inglaterra.

Há vários elos da quadrilha em todo lugar. Ao mesmo tempo, muitos incautos misturados ao grupo.

O trabalho da Polícia Federal deverá ser mapear os elos da corrente, identificar os cúmplices, separar os incautos e acionar a Polinter, já que o golpe envolve vários países em um sistema em que o dinheiro pode ser transferido para paraísos fiscais em dois tempos.

Mas é evidente a lentidão dos órgãos de controle. Desde janeiro a Secretaria Nacional de Direito do Consumidor está analisando o golpe. Ora, bastaria uma mera análise do modelo de venda para constatar o golpe. O passo seguinte seria interromper imediatamente a corrente. Só então, partir para as investigações e para a responabilização penal dos transgressores.

Mas enquanto a malandragem voa pela Internet, o aparelho regulador anda de máquina de escrever.

 

Média: 3 (1 vote)
575 comentários
imagem de Renato Nogueira
Renato Nogueira

Mais duas pirâmides desmoronam deixando milhares "desabrigados"...

 

- Winner Manager

 

ADS Gold (Nordeste)

 

 
 
imagem de benny
benny

Será que a telexfree vai voltar a funcionar?

http://bncanal.blogspot.com

 
 
imagem de Faraó
Faraó

Dicas de MMN sem fanatismo

 

http://faraommn.blogspot.com.br/2013/06/tudo-sobre-piramides-financeiras...

 
 
imagem de osnir lima
osnir lima

Há uma característica básica para técnicas de persuasão, quando você é acusado de algo, ao invéz de se defender você ataca. Todos os membros da Telexfree que postam algo vem com o mesmo papo de que o governo é corrupto, os banqueiros isso, os traficantes aquilo e blablabla. Senhores, se esse esquema realmente não é uma pirâmide bastaria mostrar gráficos e cálculos matemáticos para que todos constatassem que o negócio é sustentável. Na realidade, quem está ganhando dinheiro com isso não tá nem aí se daqui alguns meses quem entrar vai ficar no prejuízo, brasileiro só quer saber de garantir o seu.

 
 
imagem de veras
veras

Do IG

Juíza que bloqueou pagamento da Telexfree é ameaçada de mortePromotor também denuncia ataques ao site do Ministério Público do Acre, autor da ação

Vitor Sorano - iG São Paulo | 28/06/2013 21:37:30 - Atualizada às 28/06/2013 21:49:09

 Divulgação/MP-ACAmeaças à juíza Thaís Khalil em uma rede social

A juíza Thaís Khalil, que em 18 de junho determinou a suspensão dos pagamentos da Telexfree, está sendo ameaçada de morte. Segundo o promotor Rodrigo Curti, do Ministério Público do Acre (MP-AC), anônimos também promteram matar os filhos e o marido da juíza.

"Foram ameaças diretas, de morte e sequestro, por e-mail, telefone, Facebook", diz Curti, do Grupo Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-AC, ao  iG . "Nós já estamos tomando todas as providências cabíveis para rastrear o autor, ou os autores, para que possam ser responsabilizados. A Justiça não vai se calar diante desses fatos."

Um inquérito policial foi aberto nesta sexta-feira (28) para apurar os crimes de coação e ameaça. Segundo Curti, as intimidações começaram no início da semana, mas ganharam força nos últimos dias, e chegaram oficialmente ao conhecimento do Gaeco na manhã desta sexta-feira (24).

A suspeita é que os responsáveis sejam divulgadores da Telexfree que temem perder o dinheiro investido no sistema, considerado uma pirâmide financeira pelo MP-AC.

"Eram ameaças do tipo 'sua esposa vai morrer' e 'morte é o de menos que vai acontecer com vocês'", conta ao iG Pascal Khalil, marido de Thaís. "E o que me deixou mais preocupado é que alguns dos amigos da pessoa que fez a ameaça pelo Facebook também são amigos meus [na rede]."

Khalil diz ser a primeira vez que ele recebe ameaças de morte.

 

A Associação dos Magistrados do Acre (ASMAC) emitiu nota de repúdio aos ataques sofridos pela juíza e ressaltou que  "eventual insatisfação com o teor de ato decisório judicial deve ser combatido única e exclusivamente por meio do recurso próprio dirigido ao tribunal competente"

A Telexfree, nome fantasia da Ympactus Comercial LTDA, informa usar o marketing multinível para vender pacotes de telefonia por internet (VoIP, na sigla em inglês). Os divulgadores ganham dinheiro não só com a venda do produto, mas também por indicar outros promotores para rede.

Para o MP-AC, a maior parte do faturamento vem das taxas de adesão dos divulgadores e não da comercialização dos pacotes de telefonia. Por isso, o sistema seria uma pirâmide financeira.

No dia 18 de junho, a juíza Thaís Khalil aceitou o pedido de liminar e determinou a suspensão dos pagamentos e o cadastramento de novos divulgadores. Os bens de Carlos Costa e Carlos Wanzeler, sócios administradores da Telexfree, foram bloqueados.  A decisão foi mantida pelo desembargador Samoel Evangelista, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). 

Os representantes da Telexfree sempre negaram irregularidades.

O Tribunal de Justiça foi procurado, mas disse que não poderia confirmar a informação na noite desta sexta-feira (28).

Ataques ao MP

Segundo Curti, hackers atacaram nesta sexta-feira (28) o site do Ministério Público. A polícia civil, diz o promotor, tem informações de que uma caravana estaria sendo organizada para engrossar as manifestações que diariamente têm sido feitas junto à sede da promotoria.

"Todos os dias nós estamos sendo impedidos de trabalhar, são constantes os bloqueios em frente à nossa sede.", diz o promotor.  "Tudo leva a crer que são divulgadores dessa empresa, para tentar intimidar a ação da ação da Justiça."

 
 
imagem de lucianohortencio
lucianohortencio

AGORTA É VTARDE! A INÊS É MORTA!

 

lucianohortencio

 
imagem de jota
jota

O golpe da pirâmide é mais velho que a minah avó, fico impressionado como as pessoas caem neste golpe. Avestruz, mister colibri, etc, o velho golpe. Não venham com marketing multinível que telexfree não tem produto.

Quem entrou merece !

 
 
imagem de antonio francisco
antonio francisco

Na Alemanha também? 

http://www.telexfree.gravy-train.net/language/de/aber-telexfree/

Dieses ist eine basierte Firma Vereinigter Staaten, wenn ein Werbebüro in schönem Brasilien angesiedelt ist, also sehen möglicherweise Sie einige englische Fehler auf dem Standort, den sie an jetzt korrigieren arbeiten. Rückgrats-Telekommunikation Service Provider, im Geschäft für 11 Jahre in USA 12/31/2002 und es geänderte Namen von den allgemeinen Cent-Kommunikationen zu Telexfree auf 2/15/2012. Nicht zur Übertreibung über Telexfree, das hören eine ist, brasilianische Firma. Sie sind NICHT. Ihr Markt war der brasilianische Markt und der Marketing-Arm wird in Brasilien angesiedelt. Telexfree hat eine strategische unternehmerische Entscheidung getroffen, den nordamerikanischen Markt im Hinblick auf das MLM-Geschäft anzuvisieren. Sie haben Kunden auf der ganzen Erde einschließlich die USA!

Mais, no link

 
 
imagem de Lair Amaro
Lair Amaro

Nassif, nesse vídeo um dos diretores da Telexfree defende a empresa.

 

Lair Amaro

 
imagem de Renan H.
Renan H.

Posso rir de quem se lascou????

 
 
imagem de tiago20132013
tiago20132013

lá se vai mais um protesto pras ruas, os telexfria todos vão protestar contra o fim da empresa E todos vão dizer que a Juiza é que está errada e eles estão todos certos,vão comecar o bla bla bla de que a justiça devia estar preocupado é com os politicos e não com esses que pensam que trabalham na telexfria

 
 
imagem de tiago20132013
tiago20132013

a casa caiu,ateção tripulação telexfree preparar para pouso forçado

 
 
imagem de Zé Carlos
Zé Carlos

Imagens da queda do vôo!

 

https://www.facebook.com/pages/Afunda-Telexfria/525636634150400

 
 
imagem de davi ap silva
davi ap silva

se que quem esta patrcinando esses absurdos contra a empresa são na maioria das veses outras que perderao espaço e tambem pessoas ipocritas que disem estar preucupadas com os outros mais que na verdade sao medrasos homens sem coragem que para tar bom para eles outros tem que permanecer por baixo . mais vale apena se arrepender de ter tentado  do que viver de braço crusado esperando cair do ceu cambada de invejosos  quere se promover encima de coisas montadas nao conceguem ter nem se quer suas proprias ideias turma de sanguisuga.

 
 
imagem de tiago20132013
tiago20132013

O nivél do português de alguns membros que faziam parte desse esquema chega a ser alarmante

 
 
imagem de Celmo
Celmo

TelexFree não é um esquema de piramide fradulento. Compreendo que a internet é um mundo novo e muitos não conseguem entender, mas na internet o mundo dos negócios já está bem evoluido, ela tem uma economia bem desenvolvida e complexa. Quer saber se vale a pena investir na TelexFree? www.iniciandotelexfree.com

 
 
imagem de nigel fernandes
nigel fernandes

Ganhe dinheiro na internet sem sair da sua cadeira! Não perca tempo acesse o link do meu convite, Faça seu cadastro e comece a ganhar hoje mesmo!
http://www.e-mai.net/nigelfernandes

 
 
imagem de jr
jr

alguém falou que não é pirâmide...que é marketing multi nível...os caras enchem a boca pra falar MARKETING MULTI NÍVEL...os caras se julgam super inteligentes e agora parece que é bacana falar disso...meu irmão entrou nessa merda...seus amigos vem aqui e só falam disso...ficam contando moedas pra entrar no negócio...teve um que convenceu a avó pra investir nesse lixo...aliás mmm não é investimento...é estratégia de marketing... ninguém pensa em estudar um idioma ou entrar numa faculdade...esse negócio vai acabar...é fato...mmm é uma pirâmide turbinada ! acordem bando de escrotos ! !

 
 
imagem de ViniciusEmai
ViniciusEmai

Ganhe dinheiro lendo E-MAILS! Só 5 minutos por dia já é suficiente e é Grátis! Indique amigos e participe do programa de metas, podendo ganhar bônus mensal de até 15.000,00!

Cadastre-se agora através do meu convite: 

http://www.e-mai.net/vrbrant

 
 
imagem de tiago20132013
tiago20132013

hipocrisia é que as mesmas pessoas que participam desse esquema de piramide estão na rua protestando contra a corrupção

 
 
imagem de zuleide martins
zuleide martins

Para quem não entende a sustentabilidade da empresa telexfree é fácil criticar, mas para quem pensa que é pirâmide, não sabe que nossa carta magna “constituição” é uma pirâmide, onde só nossos “vagabundos” representantes ficam no topo da maquiagem maquiando um Brasil como ”soberano”. Você que critica, sabe muito bem que todos os milionários e políticos desse país estar pouco se lixando para aqueles que querem subir na vida com trabalho e que esses mesmo citados, vivem no topo da pirâmide da injúria e do pecado.

 
 
imagem de Paulo Figueira
Paulo Figueira

Subir na vida com trabalho?


Não parece ser esse os casos dos que aderem a essa pirâmide.

 
 
imagem de  da Silva Júnior
da Silva Júnior

Meu pai me disse que as pessoas que tentam convencer as outras a entrar nessa porcaria, são todas almas sebosas.

 
 
imagem de Brian
Brian

 

A BBOM vem crescendo a cada dia e assim vai conquistando o povo de todo mundo nessa grande oportunidade onde vc se cadastra e além de receber um rastreador para seu veículo voçê saca quantia em dinheiro para sua conta bancária, não ta acreditando? vejam e confiram.http://www.bbomja.com.br.

 
 
imagem de Ricardo Dias
Ricardo Dias

Boa Noite ....

Hoje descobri que ha muitos sabios e tb muitos burros ou até vise e versa nao sei dizer se o sabio é burro ou se o burro é sabio........

Todos com suas  opniões extremamente convicentes, mas até agora nao vejo nada .....absolutamente nada .....

Entao FICA  assim ........para quem acredita continua postando seu anuncios e deixa Rolar , E para quem acha que é golpe ou piramide ou qualquer outra coisa vai procurar o que Fazer ......e fica aquardando até o dia que se de fato for golpe , seja consumado.Abraço A TODOS

 
 
imagem de Lucas Ferreira
Lucas Ferreira

AFIRMO, AFIRMO, AFIRMO MONTE DE COISA... E A FONTE DE TUDO ISSO? QUEM ESCREVEU O TEXTO? COM QUE BASE TANTAS AFIRMAÇÕES? FOTINHOS POSTADAS? PFV

 
 
imagem de Salgadinho
Salgadinho

Ler certos comentários aqui fazem bem à alma, porque nos fazem rir muito.

Gente muito ignorante a falar mal da TelexFREE sem conhecerem a empresa como deve de ser.

Pirâmide?? Mas será que sabem a diferença entre pirâmide e marketing multinível?

Investigações atrás de investigações. Há mais de 4 meses (desde que entrei na TelexFREE) que oiço todas as semanas a falar em investigações na empresa. O que é certo, é que têm sido todas arquivadas, pois todas têm constatado a legalidade da empresa.

Acordem para a vida. Lá por os nossos governos e a nossa sociedade nos "preparar o cérebro" de que temos que sair de casa de manhã, ir trabalhar de 8 a 12 horas por dia, para ganhar uma miséria ao final do mês, e depois esses senhores de gravata no final ainda nos tiram em impostos metade do que ganhámos....isso o que é? Não é roubo?? Prendam quem rouba. Não levantem ondas a quem está a oferecer boas condições de vida a milhões de pessoas.

Depois existem os comentários: "tem muita gente que vai ganhar dinheiro mas os que vão entrar no fim vão perder". Existe alguma empresa no mundo inteiro e que toda a gente que tenha investido tenha ganho dinheiro?? Até os bancos que deveriam ser investimentos seguros fecham as portas e o pouco dinheiro que alguns desgraçados lá têm vai fora.

Eu sou 100% TelexFREE. Minha família é 100% TelexFREE. Meus amigos são 100% TelexFREE. Nossa equipa está a crescer todos os dias. Estamos todos satisfeitos e felizes de poder participar neste projeto e de estarmos todos a ganhar dinheiro, e aos poucos a mudar a nossa vida.

 

Se estiverem interessados em saber um pouco mais sobre este fantástico projeto, esclarecimento de dúvidas, questões, estou ao dispor para ajudar. 

Quem se quiser juntar à nossa fabulosa equipa, estamos cá para vos receber.

Email --> rafael.rss84@gmail.com

Cadastro na TelexFREE --> www.telexfree.com/rafaelsantos84

 

Sucesso amigos. Abraço.

 

Rafael Santos

 
 
imagem de Nilce
Nilce

gente e a BBom, é a mesma coisa?

 
 
imagem de o Vencedor
o Vencedor

 To ganhando mto dinheiro com a Telexfree e essa é a verdade até agora.. Sai p lá urubuzada invejosa!! 

 
 
imagem de Dinho
Dinho

Homem gasta 60.000R$ para investir na telexfree, jornal denúncia.

 

http://www.youtube.com/watch?v=exGbwcNXp4Y

 

 

 

 

 

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!